3 motivos para ler Cancioneiro de Fernando Pessoa

28 de fevereiro de 2017

Se tu assim como eu não é leitor assíduo de poesia espera, fica por aqui, porque essa lista é pra ti. A minha aproximação com o gênero aconteceu nesse início de 2017 e até agora tem rendido boas surpresas e excelentes leituras. O começo de toda essa história está na publicação Poesias no Kindle e leitura todo dia e hoje, para variar os comentários sobre livros resolvi trocar a resenha pela lista.

Dia desses eu resolvi ler Cancioneiro de Fernando Pessoa. O livro, edição da Textos para Reflexão (baixe aqui), estava no meu Kindle há algum tempo e como minha aproximação com poesia foi positiva resolvi manter esse estilo presente na minha rotina de leitura. E acontece que eu gostei tanto do livro, mas tanto, que Fernando Pessoa precisava fazer sua estreia por aqui

No passado (em 2012 ou 2013) eu li Antologia poética do autor publicada pela LePM Pocket, mas não cheguei a comentar no Estante da Nine sobre a experiência. Já nesse meu primeiro contato com o Fernando Pessoa fiquei impressionada com sua forma de escrever e de tudo ser tão mais profundo do que aparenta. E agora eu realmente adorei o que li e já inclui o escritor entre os meus favoritos. Então tá, aqui estão três motivos para você ler Cancioneiro.

1. COMPLEXIDADE

A primeira característica que me chamou atenção na obra de Fernando Pessoa, ainda em Antologia poética e confirmada em Cancioneiro, é a complexidade. Muitas de suas poesias exigem releituras e atenção em muitos trechos, o que derrubou minha visão preconceituosa contra o autor. Fernando Pessoa é altamente compartilhado na internet e mesmo os trechos lindos são muito mais do que são. Não é um autor que merece ser banalizado, pelo contrário, merece ser lido mais e mais para que as pessoas entendam, de fato, os temas que ele aborda.


2. O EU E O AMOR E SEUS PERCALÇOS

Não sei vocês, mas eu notei uma melancolia enorme nos poemas que compõe Cancioneiro. Tanto as histórias que retratam um eu sem rumo ou sem planos definidos, como também os relacionamentos impossíveis e que não são tão lindos assim, Fernando Pessoa apresenta na obra personagens imperfeitas e cheias de dúvidas, exatamente como somos. Faz isso tão bem que é impossível não se identificar com essas figuras tristes ou incertas sobre o futuro. Imagino que o próprio autor tenha passado por muito daquilo que descreveu, já que a fidelidade de emoção e sentimento é enorme.


3. NATUREZA

Fernando Pessoa é natural de Portugal e viajou o mundo, por isso teve contato com uma infinidade de paisagens e culturas. Alguns dos meus poemas favoritos de Cancioneiros são os que retratam ou fazem analogia de sentimentos com a natureza. A cada ano que passa eu tenho me tornado uma pessoa mais atenta e mais ligada as causas que defendem nossas belezas naturais, florestas, mares e animais, e como na vida, a natureza, se observada com atenção, também passa por momentos de melancolia e euforia. Fernando Pessoa traduz essas diversas sensações em poesia, impossível não apreciar sua interpretação dos rios, da chuva e da própria geografia de Portugal.


Ficou claro o quanto eu adorei ler Cancioneiro, né?! Espero que a lista de hoje tenha despertado a tua curiosidade para o livro e o autor e que eu possa, em breve, falar muito mais de Fernando Pessoa no Estante da Nine. Espero nos comentários a tua participação e aproveite para deixar tua sugestão de obra ou escritor de poesia. Tu já leu Fernando Pessoa?

Beijos!
Foto e imagens: Divulgação
*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através dos banners do Submarino e Amazon;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Os 39 degraus de John Buchan

26 de fevereiro de 2017



Os 39 degraus
Autor: John Buchan
Editora: Tordesilhas
Edição: 2011
Páginas: 150
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino | Amazon

CONFIRA TAMBÉM
12 livros para 2017
A história se passa em Londres, às vésperas da I Guerra Mundial. Quando um milionário escocês Richard Hannay tentar espantar o tédio levando uma vida de playboy, até conhecer um vizinho misterioso com uma informação bombástica: haverá um assassinato político na cidade capaz de jogar toda a Europa em um conflito sem precedentes. Essa informação muda o rumo da vida do personagem principal. Quando um homem aparece morto em sua sala de visitas, Hannay se angaja no combate às forças hostis, na verdade uma organização alemã, mergulhando em uma aventura repleta de pistas falsas, vilões traiçoeiros e reviravoltas. O febril thriller de John Buchan (1875-1940), publicado em 1915, trocou o estilo descritivo e cerebral das histórias de Sherlock Holmes pela narrativa enxuta e ágil que iria influenciar as tramas de suspense do cinema e os livros protagonizados pelo agente James Bond. Tanto que o romance é na verdade mais conhecido por sua encarnação cinematográfica dirigida por Alfred Hitchcock em 1935. Com quase um centenário, ‘Os 39 degraus’ ainda diverte com um herói atrevido e o inesgotável fascínio das teorias conspiratórias.

5 autores clássicos para ler em 2017

24 de fevereiro de 2017

A lista de hoje foi inspirada pelo livro 501 grandes autores e depois de uma pré-seleção, escolhi 5 escritores da literatura clássica para ler em 2017! Como está a lista de leitura de vocês?


LIVROS
O vermelho e o negro de Stendhal
A mulher de 30 anos de Balzac
Os três mosqueteiros de Alexandre Dumas
Pais e filhos de Ivan Turguêniev
As aventuras de Huck de Mark Twain

Beijos!

Leitura todo dia: semana 3

22 de fevereiro de 2017

Apesar dos dias corridos e quentes, e da canseira, principalmente ela, o projeto Leitura todo dia segue firme e o vídeo de hoje é o resumo dos livros lidos entre os dias 15 a 21 de fevereiro. Não foi uma semana tão produtiva quanto eu esperava, mas estou feliz por ter mantido a meta e lido todo dia. O que vocês estão lendo?



LIVROS
Os 39 degraus de John Buchan
Eragon de Christopher Paolini
Cancioneiro de Fernando Pessoa

Beijos!

Leitura todo dia: semana 2

18 de fevereiro de 2017

Está no ar a atualização da 2ª semana do projeto Leitura todo dia, que surgiu um pouco por acaso, mas que até agora tem sido muito interessante e motivador. No vídeo de hoje eu comento sobre o que li entre os dias 8 e 14 de fevereiro.



Beijos!

Resumo de janeiro (2017) - Friends e OUAT!

15 de fevereiro de 2017

No resumo de janeiro eu falo como paguei a língua e depois de dizer para o mundo que não gostava de Friends, viciei. Outra série assistida no mês passado foi Once Upon a Time e também comento rapidamente sobre ela na coluna, já que ainda não conclui a 5ª temporada. Filmes nenhuma atualização, mas fevereiro já rendeu. O que vocês assistiram nos últimos tempos?



SÉRIES
Friends (1ª e 2ª temporada)
Once Upon a Time (5ª temporada)

Beijos!

Leituras de janeiro (2017) - Flaubert, Olavo Bilac e mais!

14 de fevereiro de 2017

Janeiro superou as expectativas e eu li três livros físicos, três e-books e várias poesias no Kindle. No vídeo de hoje eu comento sobre minhas leituras de janeiro, o que eu gostei ou não, e alguns possíveis temas de vídeos e posts para o Estante da Nine!




LIVROS
Angelus - histórias fantásticas de anjos de vários autores
Madame Bovary de Gustave Flaubert (compre na Amazon)
Mathilda Savitch de Victor Lodato (resenha | compre na Amazon)
Viagem estelar de VanHeber (compre na Amazon)
As viagens de Olavo Bilac (baixe na Amazon | Poesias no Kindle e leitura todo dia)
Além do deserto de Erica Bombardi (baixe na Amazon)

Beijos!
*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners do Submarino e Amazon;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Leitura todo dia: semana 1

11 de fevereiro de 2017

A ideia do projeto Leitura todo dia surgiu por acaso. Há uma semana eu estava numa ressaca literária braba e nada do que eu pegava pra ler, absolutamente nada, rendia duas páginas. Eu já estava quase desistindo da leitura naqueles dias quando resolvi ligar meu Kindle que também estava alguns dias parado. Resultado: consegui me distrair com alguns arquivos do meu e-reader e deixei pra trás a fase de rendimento zero.

Compartilhei a experiência da semana passada no post Poesias no Kindle e leitura todo dia e no vídeo abaixo eu apresento o resultado da primeira semana do projeto que é basicamente reservar 10 ou 15 minutos todos os dias para fazer a leitura de um livro, e-book, artigo ou reportagem, independente da rotina corrida

O início dessa experiência, que visa principalmente inserir o hábito da leitura diariamente na minha rotina, se provou mais difícil do que parece. Lógico, eu já sou uma leitora assídua, mas o que eu quero é ter todos os dias um momento de lazer. E neste caso, no meu caso, ler é meu prazer favorito. Acontece que já nos primeiros dias do Leitura todo dia eu falhei. E pude perceber que mesmo gostando, as vezes é difícil se concentrar numa leitura. 

O objetivo do Leitura todo dia não é me obrigar a ler. Exatamente por isso fui sincera com vocês no vídeo e contei que não li nada nos primeiros dias. O objetivo aqui é criar o hábito, seja de leitura no ônibus, como normalmente eu leio nos dias de trabalho, no horário de almoço, no intervalo do trabalho/ estudo ou antes de dormir. Na verdade, um dos principais objetivos é provar se é possível ou não ler todos os dias com nossa rotina que muitas vezes não favorece o lazer. Vamos comigo nessa?


Beijos!

12 livros para 2017

8 de fevereiro de 2017

Demorou, mas tá aqui a minha lista das 12 leituras para 2017. Eu gravo essa TAG há tantos anos que mesmo em fevereiro resolvi postar porque tem praticamente 11 meses pela frente, então é possível. Verdade que em nenhum dos anos (até agora) eu li os 12 propostos, mas vamos todos torcer para que isso mude em 2017, né? O que vocês escolheram pra ler esse ano?


LIVROS PARA 2017
Crime e castigo de Dostoiévski
Saga de Érico Veríssimo 
Os cérebros prateados de Fritz Leiber
Tubarão de Peter Benchley
Os 39 degraus de John Buchan (lido/ resenha)
A trilogia de Nova York de Paul Auster
1984 de George Orwell
Laranja mecânica de Anthony Burgess
Ana Karênina de Liev Tolstói
O caçador de pipas de Khaled Hosseini
Saco de ossos de Stephen King
O pintassilgo de Donna Tartt

Beijos!

Desafio livros e seus filmes 2017 + minha lista de leitura!

6 de fevereiro de 2017

Finalmente chegou a hora de conversarmos sobre o Desafio livros e seus filmes 2017. Eu criei o projeto em 2012 e publiquei a primeira edição em 2013 no Estante da Nine e de lá pra cá ele se tornou um desafio anual do blog e do canal. Depois de um período pouco produtivo, eu finalmente consegui retomar a iniciativa ano passado e espero conversar muito com vocês sobre o tema ao longo de 2017. 


REGRAS
Saiba como participar do Desafio livros e seus filmes 2017
  • Ter interesse pelo projeto, claro (não é necessário ter blog ou canal);
  • Fazer um post de apresentação do Desafio livros e seus filmes na plataforma escolhida para participar do projeto (blog, canal ou rede social);
  • Selecionar a lista de leitura dos livros que serão adaptados de acordo com interesse e curiosidade;
  • Comentar sobre os livros lidos e filmes assistidos no decorrer do projeto;
  • Compartilhar a opinião através da #desafiolivroseseusfilmes.

Confira a lista de filmes com estreias previstas para 2017 em sites como o Cinepop, Omelete e Adoro Cinema.

MINHA LISTA DE LEITURA
Dona Flor e seus dois maridos de Jorge Amado
A bela e a fera de Jeanne-Marie Leprince de Beaumont
Pastoral americana de Philip Roth
Um gato de rua chamado Bob de James Bowen
Antes que eu vá de Lauren Oliver
A cadeira de prata de C.S. Lewis

Conto com a participação de vocês!

Beijos!