VLOG: Parede nova, casa e aleatoriedades


Boa tarde!
Já que todo mundo está empolgado para tentar coisas novas em 2015, inclusive eu, resolvi gravar um vlog. Há tempos, tempos mesmo, fiz algumas tentativas (como vocês podem conferir na lista de reprodução), mas acredito que agora, como muitos blogueiros e booktubers estão gravando, talvez o interesse de quem acompanha aumente um pouquinho para saber mais das coisas do dia a dia! É claro que pretendo gravar apenas quando fizer algo diferente e/ ou interessante. Me contem se gostaram!


Beijos!

Favoritos de janeiro (2015)


Não, você não leu errado. Os favoritos são mesmo de janeiro, hehehehe! Como ando prometendo vídeos que estão saindo bem além do prazo imaginado, vou dizer apenas que pretendo tirar o atraso em março. Então não surpreendam-se com uma possível avalanche de posts e vídeos. Enfim, espero que aproveitem as dicas e gostem dos favoritos do mês! ;)


  • Maquiagem/ cuidados com o cabelo e pele: batom Xangri-lá, número 37 da Panvel Make Up
  • Moda: tênis Redley
  • Comida: a volta das frutas, HAHAHAHA
  • Música: muitas cantoras pop na playlist
  • Televisão: TLC - Os fabulosos irmãos Herbert e Proprietários de 1ª viagem


Beijos!

Proibido de Tabitha Suzuma








Proibido
Autora: Tabitha Suzuma
Editora: Valentina
Edição: 2014
Páginas: 304

Compre no Submarino

Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis. Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes. Eles são irmão e irmã. Mas será que o mundo receberá de braços abertos aqueles que ousaram violar um de seus mais arraigados tabus? E você, receberia?

Document Your Life (fevereiro, 2015)


Quando resolvi gravar os vídeos para o Document Your Life não me passou pela cabeça como poderia ser complicado ter o que mostrar nos meses pacatos. É claro que, em primeiro lugar, gostaria de registrar coisas relevantes da (e na) minha vida (para que eu reveja no futuro), mas também algo que seja legal ou divertido para quem assiste e acompanha. Enfim, enquanto aprendo por aqui, espero que vocês curtam daí! 


Beijos!

Sorteio: Os Goonies


Olá pessoal, tudo bem?
O post de hoje, aposto, vai deixar muitos leitores animados. Sim, é dia de sorteio, YUPI! Inicialmente a ideia era liberar a ação junto com a resenha do livro, mas acabei me enrolado e deixei para publicar depois. No caso, hoje. O exemplar do sorteio é a mesma edição que mostrei nas fotos da postagem sobre Os Goonies. Para quem não leu, confira aqui

REGRA
  • A única regra é ter endereço de entrega no Brasil onde haja um responsável (ou o próprio vencedor, claro) para receber o prêmio. A primeira participação é livre e as demais, como seguir o blog nas redes sociais, são chances extras.

ATENÇÃO
  • O sorteio é válido de 28 de fevereiro a 29 de março;
  • O resultado será divulgado neste post no dia 1º de abril;
  • Nas opções extras é preciso deixar as informações adicionais solicitadas;
  • O vencedor terá três dias para responder o e-mail de contato, caso contrário, o sorteio será refeito;
  • O envio do prêmio será feito pelo Estante da Nine em até 30 dias após a divulgação do resultado.

PARA PARTICIPAR, PREENCHA O FORMULÁRIO

Boa sorte!
Beijos!

Carrie: A estranha (Carrie) – direção de Kimberly Peirce





Carrie - A estranha
Carrie
Estúdio: Metro Goldwyn Mayer
Direção: Kimberly Peirce
Ano: 2013
Duração: 100 minutos
Filmow | IMBd


Oi gente, tudo bem? O primeiro post desta sexta-feira é curto e rápido para comentar o que achei do remake de Carrie – A estranha, lançado em 2013 e dirigido por Kimberly Peirce. Aproveitei que os canais Telecine estavam abertos na última semana para matar (que trocadilho) a curiosidade sobre a versão contemporânea. Acho importante ressaltar que não li o livro de Stephen King nem assisti a clássica adaptação dos anos 1970. Ou seja, minha opinião é baseada no filme e só nele.

Sem enrolação, o filme é uma grande decepção. Fraco mesmo. Essa foi uma das poucas ocasiões em que fui atualizar minha página no Filmow e concordei com a maioria dos usuários (dos comentários que li, claro). Mas Nine, o que você quer dizer com fraco? Bom, partindo do ponto que a história é baseada no livro de um dos escritores contemporâneos mais importantes, imagino que além do suspense, Carrie – A estranha passe alguma mensagem, certo? (Quem leu me conta)

Fotos Divulgação

O filme poderia abordar, além da própria realidade adolescente de Carrie, sua relação com a mãe extremamente religiosa e como os jovens encaram a religiosidade hoje em dia, o rigor absurdo no lar, o fato de ser a “esquisita” da escola e, é claro, a telecinesia. No entanto, a adaptação não explora esses temas com o objetivo de trazer um debate. Não! O filme é construído com momentos clichês seguidos de cenas impactantes e sanguinolentas, visualmente bem chocantes, mas que não agregam em nada para o conteúdo da história, para que o enredo tenha um desenvolvimento além da parte fantástica.

Eu gostei da escolha de elenco e das atuações. Infelizmente, pelo roteiro se ater especialmente na parte paranormal da história (e Stephen King é um dos roteiristas), a performance dos atores não parece tão boa assim. Quando Carrie – A estranha terminou eu pensei “Tá, é isso o filme?”. Porque a mensagem final é clara: comenta bullying com a menina com poderes telecinéticos e ela massacrará você no baile. Sim, é só isso que o filme passa.



Cotei Carrie – A estranha com duas estrelas no Filmow. Raramente vocês me verão falar ou escrever isso, mas eu não recomendo o filme. Se você é fã de Stephen King e está curioso, ok. Mas no geral, não é um filme que eu tenha gostado ou tenha valido a pena nem pela parte paranormal e nem por outros questionamentos, porque eles são quase inexistentes. Agora estou em dúvida entre ler o livro primeiro ou assistir ao filme dos anos 1970 para saber se foi melhor adaptado (pelos comentários dos fãs da história, foi sim).

ASSISTA AO TRAILER

Beijos!

Músicas na estante: minhas cantoras favoritas (do momento)


Oi gente, tudo bem?
Vocês ainda lembram que, de vez em quando, rola a coluna músicas na estante por aqui? Pois é, faz um tempão que não publico uma playlist, mas o objetivo é que seja o post de toda segunda-feira, o que acham? Para explicar a seleção de hoje eu deveria, antes de tudo, voltar 10 anos no tempo e dizer para a Nine adolescente: "Não esquenta, você vai ser bem mais eclética que isso. E não vai demorar muito." - hehehehehe. A verdade é que tenho fases e na atual escuto muita, muita cantora pop. Algumas porque sempre gostei, outras que conheci recentemente e algumas que deixei o preconceito de lado há pouco. As músicas que escolhi hoje vão desde aquelas que gosto, passando pelas divertidas e chegando aos clipes chocantes (Anaconda, no caso). Enfim, espero que gostem! (Ah! Esqueci de mencionar que gosto especialmente das colaborações com rappers. Pois é. Quem diria Nine.)





PS: não sei vocês, mas eu sou viciada em ler as letras das músicas para aprender a cantar lá no Vagalume

Beijos!