Memórias de um sargento de milícias de Manuel Antônio de Almeida

16 de maio de 2016




Memórias de um sargento de milícias
Autor: Manuel Antônio de Almeida
Editora: Orbis (capa ilustrativa da Ática)
Edição: 2011
Páginas: 182
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino

LEIA TAMBÉM
Triste fim de Policarpo Quaresma de Lima Barreto
Escrito numa época em que a ficção de folhetins era sinônimo de idealização romântica, Manuel Antônio de Almeida rompeu o ciclo de heróis e heroínas e suas aventuras amorosas para narrar o cotidiano das classes populares, suas desventuras e seu anti-herói por excelência: o malandro. Leonardo, seu protagonista, nada tem em comum com os heróis românticos da época. Desde muito cedo deu as costas para a vida acadêmica e religiosa para desfrutar do ócio. Não sofre remorsos nem dores de amor, e quando é feito sargento se identifica mais com a malandragem do que com as forças da ordem. Com sua narrativa centrada nos homens livres, mas despossuídos, do Brasil dos tempos de d. João VI, este romance pioneiro oferece um panorama cômico e precioso do modo de vida e da moralidade incrivelmente adaptável de um país ainda em construção.

Oi gente, tudo bem? Memórias de um sargento de milícias de Manuel Antônio de Almeida foi a escolha de abril/ maio para o projeto de leitura dos clássicos brasileiros e de língua portuguesa. Outra vez foi uma experiência extremamente positiva e conto porque gostei tanto no vídeo novo!


Beijos!
Batom Pink Energia de Natura Faces
*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine