Forrest Gump – O contador de histórias (Forrest Gump) – dirigido por Robert Zemeckis

29 de fevereiro de 2016







Forrest Gump - O contador de histórias
(Forrest Gump)
Direção: Robert Zemeckis
Produção: Paramout
Ano: 1994
Duração: 142 minutos
Filmow | IMDb
Compre no Submarino

Oi gente, tudo bem? Há muito tempo não sento para escrever sobre um filme. Por isso, e também porque a experiência foi incrível, o post de hoje é sobre Forrest Gump – O contador de histórias, estrelado por Tom Hanks, dirigido por Robert Zameckis e lançado mundialmente em 1994. Quando eu publiquei no Estante da Nine a lista com 3 filmes superlegais de Tom Hanks comentei que a possibilidade de rolar uma segunda edição era grande e depois de assistir Forrest Gump tenho certeza que em breve vai sair!

Eu demorei muito tempo para assistir Forrest Gump porque o medo de não gostar da história era grande. Esse é aquele tipo de filme muito recomendado e amado pelos fãs de cinema e normalmente eu crio expectativas que mais tarde não são correspondidas. Felizmente isso não aconteceu. A história estrelada por Tom Hanks é tão bacana que um post é pouco para comentar sobre tudo que eu gostei, mas espero que o texto seja o incentivo que faltava para você também assistir ao filme.


Forrest Gump – O contador de histórias é o retrato da vida de um homem que desde a infância precisa enfrentar desafios consideráveis e, contrariando todas as possibilidades, participa de alguns dos momentos mais significativos dos Estados Unidos com honras. O Forrest que corre dos valentões da escola e descobre que pode se locomover sem a ajuda de aparelhos ortopédicos é o mesmo Forrest que não desiste dos companheiros no meio de um bombardeio. 

Além de Forrest, que é um personagem incrível, adorei como a mãe dele é significativa para história e como, além de entender as limitações do filho, faz de tudo para que ele entenda que sim, é possível seguir em frente e superar as dificuldades (e expectativas). Jenny também é uma figura importante para o enredo. Além de melhor amiga de Forrest desde a infância, a jovem enfrenta seus próprios desafios, bem diferentes do protagonista, mas tão importantes quanto. E, sem dúvida, a amizade que eu mais gostei foi entre Forrest e o Tenente Dan Taylor.

O mais bacana desse filme é que ele consegue ser engraçado, divertido, dramático e emocionante, tudo ao mesmo tempo. Além de uma história envolvente, discute temas importantes como limitações intelectuais, abuso, agressão, guerra, política, perda, solidão, superação e por aí vai. Talvez por ter assistido em um dia especialmente melancólico, chorei pra caramba, mas acho que vocês também, né?!


Forrest Gump – O contador de histórias é um filme incrível e entrou para a lista dos favoritos da vida. Não imaginei nem por um momento que ele pudesse me impactar de tal maneira, especialmente por ter sido lançado há tanto tempo e ser sempre muito comentado, mas ele foi além. Quando terminei de assistir fiquei dividida entre o incomodo e a esperança, porque Forrest nos mostra que no geral reclamos demais e agimos de menos

Espero que tenham gostado do texto de hoje e compartilhem nos comentários as impressões de vocês sobre Forrest Gump! Quem quiser também pode deixar uma sugestão de filme. Não vejo a hora de comprar o DVD para a minha coleção!

Beijos!
Imagens: Divulgação
*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine