Celestial de Jennifer Laurens

28 de fevereiro de 2013





Celestial
#1 Heavenly
O paraíso na Terra não poderia durar para sempre
Autora: Jennifer Laurens
Editora: Novo Século
Edição: 2012
Páginas: 320
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
A irmã autista de Zoe gosta de se jogar na frente dos carros. Seu irmão acaba se envolvendo com drogas. Seus pais, sobrecarregados, sequer percebem que Zoe está completamente perdida, sem saber o que fazer de sua vida problemática. Zoe só vê uma saída para esquecer seus problemas: álcool, festas, baladas. Matthias, um guardião enviado por Deus, cuida da irmã de Zoe. Depois que a garota perdida se convence de que ele realmente é um anjo, ambos se envolvem em uma relação que pode mudar seus destinos completamente. Mas o Paraíso na Terra não poderia durar para sempre.

Meus cinco filmes infantis favoritos

26 de fevereiro de 2013

Oi pessoal, tudo bem? É a primeira vez que faço um post neste formato (que eu lembre) e toda a ideia surgiu quando comecei assistir o vídeo da Vi, do blog A Vi viu, sobre Os Goonies. Eu tenho um hábito (que também pode ser uma mania) de assistir filmes que eu gosto milhares de vezes. E a lista de hoje é justamente para falar (ou melhor, escrever) sobre os meus cinco filmes infantis favoritos. Alguns são antigos e pode ser que alguns de vocês nunca tenham assistido (é gente, o tempo está passando por aqui). Encare os filmes do post como dica também. Vamos começar?!



Se eu fizesse uma lista dos filmes que mais assisti na vida, este certamente estaria entre os primeiros colocados. Os Batutinhas (The Little Rascals, no título original) é uma produção de 1994 dirigida por Penelope Spheeris e que conta a história de um grupo de crianças divididos entre meninos e meninas. Tudo muda na amizade dos garotos quando Alfalfa se apaixona por Darla. É claro que o filme é super comédia, mas as analogias são explícitas. As dúvidas, incertezas e implicâncias entre os sexos são discutidos de uma forma mais leve e divertida, mas se aplicam a todas as idades.



Depois do vídeo da Vi, Os Goonies não poderia(m) faltar. O filme é de 1985 e dirigido por Richard Donner. Por incrível que pareça, eu não lembro de ter assistido quando criança. Vi há alguns anos e adorei. Tenham em mente que esse é um filme dos anos 1980 e para quem está acostumado com super efeitos especiais, pode parecer estranho. A aventura desse grupo de jovens tem uma motivação bem profunda. E embora o filme seja descontraído existem várias discussões sociais nele. E a dinâmica dos personagens é ótima.



Imagine um baú muito antigo. Crianças. A curiosidade de descobrir algo secreto escondido ali. Pronto? Agora pense no seu jogo preferido de tabuleiro! E imagine que tudo o que você joga se transforma em algo real. Jumanji é um filme de 1995 dirigido por Joe Johnston e para que gosta de aventura, vale assistir. Já escrevi por aqui que adoro história que desbravam novos lugares. No caso deste filme, personagens, animais e outras situações engraçadas e bizarras acontecem no "nosso mundo". Tem um toque de viagem no tempo e o que vale mesmo é acompanhar o desenrolar do jogo. Vejam!



Claro que escolhi O leão, a feiticeira e o guarda-roupa para simbolizar um filme mais recente. A produção é de 2005 e quem assina a direção é Andrew Adamson. Assisti no início deste mês, depois de ler a crônica, e foi um dos poucos casos em que gostei mais da adaptação cinematográfica do que o texto original. Nárnia ficou incrivelmente bem representada visualmente e Aslam parece real. Além disso, gostei mais dos protagonista no filme, já que no livro fiquei incomodada com as nuances de personalidade. Mas como esse filme terá um poste só dele, escrevo mais semana que vem. Uma pena, a série ainda não fez o sucesso de audiência que todos esperavam e eu fico torcendo para que os filmes previstos para os próximos anos, saiam.



Sim, tem Harry Potter na minha lista. A série de filmes começou em 2001 com a Pedra Filosofal dirigido por Chris Columbus. E eu lembro como se fosse hoje qual foi a cena que me conquistou: a da cobra. Sim, Harry falando com ela e o primo magicamente trancado no vidro. Eu adoro o trem, Rony e Hermione. A chegada na escola. Mas essa cena dá uma pista de que o protagonista é muito mais especial que um simples bruxo. E todos os filmes que passam na tv e eu encontro, assisto. Eu ainda não terminei de ler, mas até o O Cálice de Fogo, praticamente decorei algumas falas.

É isso. Espero que tenham gostado e comentem!
Beijos!

As Crônicas de Nárnia: O leão, a feiticeira e o guarda-roupa de C.S. Lewis

25 de fevereiro de 2013





O leão, a feiticeira e o guarda-roupa
#1 As Crônicas de Nárnia
Autor: C.S. Lewis
Editora: Martins Fontes
Edição: 2009
Páginas: 88
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino

LEIA MAIS
Especial As Crônicas de Nárnia
O sobrinho do mago
Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí, seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como As crônicas de Nárnia. 

Um porto seguro de Nicholas Sparks

24 de fevereiro de 2013





Um porto seguro
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Edição: 2012
Páginas: 414
Skoob | Goodreads
Leia um trecho no Tumblr
Compre no Submarino
Quando uma mulher misteriosa chamada Katie aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, Katie parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a duas amizades distintas: uma com Alex, o viúvo com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos; a outra com sua vizinha muito sincera. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando raízes nessa comunidade solícita e tornando-se próxima demais de Alex e de sua família. No entanto, quando Katie começa a se apaixonar, ela se depara com o segredo obscuro que ainda a assombra e a amedronta: o passado que a deixou apavorada e a fez cruzar o país. Com o apoio de Jo, Katie percebe que deve escolher entre uma vida de segurança temporária e outra com recompensas mais arriscadas... E que, no momento mais sombrio, o amor é seu único refúgio.

Coleção de livros/ bookshelf tour (fevereiro - 2013)

21 de fevereiro de 2013

Oi gente, tudo bem com vocês? Há algum tempo recebo comentários nos vídeos de leitores pedindo por uma bookshelt tour. Minha intenção não era gravar antes do homeoffice ficar pronto, mas como isso ainda vai demorar um tempo resolvi registrar uma versão neste início de 2013. Espero que gostem.


Beijos!

Meu namorado é um zumbi (Warm Bodies) - dirigido por Jonathan Levine

20 de fevereiro de 2013




Meu namorado é um zumbi
(Warm Bodies)
Direção: Jonathan Levine
Produtora: Summit Entertainment
Ano: 2013
Duração: 98 minutos 
Compre no Submarino 

SUGESTÃO DE LEITURA
Sangue quente de Isaac Marion

O vídeo sobre Meu namorado é zumbi faz parte do Desafio 2013: livros e seus filmes. Depois de conversar com alguns amigos, imaginei que não fosse gostar tanto do filme. Mas felizmente foi uma boa adaptação. Não é extremamente fiel ao livro, mas a moral da história é praticamente a mesma. Além disso, é divertido e bem produzido. Comecei o projeto muito bem. A próxima resenha do Desafio 2013 será sobre Um porto seguro de Nicholas Sparks. O filme mudou a previsão de estreia, mas como já finalizei a leitura, vou aproveitar e deixar pronta! E você, já assistiu Meu namorado é um zumbi? O que achou? 




Beijos!
*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

TOP 5: cenários de livros que gostaria de visitar

17 de fevereiro de 2013

Olá gente, tudo bem? Depois de um tempinho sem gravar, navegando pelo Youtube, encontrei esse TOP 5 super legal. Aproveitem para me contar quais são os cinco cenários que vocês gostariam de conhecer.


LIVROS
Marcada de P.C. Cast e Kristen Cast (Novo Século)
As Crônicas de Nárnia de C.S. Lewis (Martins Fontes)
Percy Jackson e os Olimpianos de Rick Riordan (Intrínseca)
Harry Potter de J.K. Rowling (Rocco)
O Guia do Mochileiro das Galáxias de Douglas Adams (Sextante)

Beijos!

A travessia de William P. Young

15 de fevereiro de 2013





A travessia
Autor: William P. Young
Editora: Arqueiro
Edição: 2012
Páginas: 240
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
Um derrame cerebral deixa Anthony Spencer, um multimilionário egocêntrico, em coma. Quando “acorda”, ele se vê em um mundo surreal habitado por um estranho, que descobre ser Jesus, e por uma idosa que é o Espírito Santo. À sua frente se descortina uma paisagem que lhe revela toda a mágoa e a tristeza de sua vida terrena. Jamais poderia ter imaginado tamanho horror. Debatendo-se contra um sofrimento emocional insuportável, ele implora por uma segunda chance. Sua prece é ouvida e ele é enviado de volta à Terra, onde viverá uma experiência de profunda comunhão com uma série de pessoas e terá a oportunidade de reexaminar a própria vida. Nessa jornada, precisará “enxergar” através dos olhos dos outros e conhecer suas visões de mundo, suas esperanças, seus medos e seus desafios. Na busca de redenção, Tony deverá usar um poder que lhe foi concedido: o de curar uma pessoa. Será que ele terá coragem de fazer a escolha certa?

A travessia é uma ficção cristã/ religiosa/ espiritual (depende mais do ponto de vista de cada leitor do que da classificação em si) escrita por William P. Young, também autor de A cabana, best-seller internacional. Recebi a prova de leitura da editora Arqueiro (minha primeira em quase quatro anos de blog) e compartilho com vocês agora minhas impressões sobre o livro. 

Acho importante escrever logo no inicio que A travessia é um livro para quem gosta do tema. Certamente se o assunto não chama sua atenção, esta não é uma leitura para você. Fiquei algum tempo sem ler nada do gênero e o livro serviu para me lembrar de alguns debates internos que nunca conclui. Fiquei bem envolvida com o início da narrativa, mas da metade para o final o rumo não foi aquilo que eu esperava. Porém, isso é muito pessoal e vai envolver suas crenças (caso você tenha alguma).

Foto: Nine Stecanella

Em A travessia conhecemos Anthony Spencer um empresário bem sucedido, rico e cético que tem a certeza de estar sendo perseguido. Com essa convicção, o personagem repassa seu testamento várias e várias vezes, avaliando quem merece ou não parte do seu império. Através destas reflexões percebemos como o protagonista é inseguro e como a falta de confiança em outras pessoas interferiu na sua personalidade. 

Porém, mesmo com um aparato de segurança incrível, Anthony é pego. Ferido, é levado para o hospital em coma. E então começa sua travessia. Embora óbvio, muitos autores usam o coma como uma fase de transição (não apenas em livros, mas em séries e filmes também). Neste caso, William P. Young coloca seu protagonista diante de uma paisagem exuberante e com vários caminhos a seguir. 

A travessia é daqueles livros que alguns pontos do enredo precisam ficar ocultos para que cada um conduza a leitura da forma mais pessoal possível. O que mais gostei foi o fato de Anthony não acreditar imediatamente no que sua visão e a própria situação sugerem. Especialmente porque ele foi praticamente cético a vida toda. Ele reluta muito em encarar a situação como de fato ela é e sempre procura pensamentos lógicos para explicar o que está à sua frente (tudo isso acontecendo “dentro” de seu coma). 

O livro também traz alguns debates pontuais sobre crença, sobre Jesus, Deus e o Espírito Santo (para que leu A cabana, vai encontrar várias referências), sobre reconhecer defeitos e valores. Por momentos o tom irônico do texto destoou do assunto e isso me deixou um pouco incomodada. Também há uma mistura de crenças diferentes no livro, como se o autor quisesse justificar que independentemente dos meios, o importante é perceber o que tem valor no final. 

Pessoalmente não gostei do desfecho final. Alguns elementos são interessantes e novos personagens ganham espaço, mas senti uma quebra na ideia principal do enredo (a ficção mesmo, a história que ele criou como pano de fundo). O final do livro em si é ok. Não foi o que eu esperava, mas foi coerente com as pistas que o autor escreveu nas últimas páginas. Se você gostou de A cabana, vale ler A travessia.

Beijos!

*Livro recebido da editora Arqueiro
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Amada imortal de Cate Tiernan

11 de fevereiro de 2013






Amada imortal
[#1 Amada imortal]
Autora: Cate Tiernan
Editora: Galera Record
Edição: 2012
Páginas: 279
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
Primeiro livro da bem-sucedida trilogia, mistura fantasia sobre imortais a uma história moderna de jovem em busca de si mesma e de redenção. Questões de identidade e moralidade aparecem na trama, protagonizada pela imortal Nastasya. Nascida em 1551, acostumada a beber e sair para baladas cada vez mais loucas, ela perdeu o rumo. Suas conexões com outros imortais, interessados apenas em suas habilidades mágicas, a fazem partir em busca de um propósito. E o encontra em uma espécie de clínica de reabilitação para os de sua espécie, onde conhece um pouco mais sobre o próprio passado e cria importantes laços para o futuro.

Por um momento apenas de Bella Andre

9 de fevereiro de 2013




Por um momento apenas
Tudo o que eles queriam era prazer sem compromisso...
Autora: Bella Andre
Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Edição: 2012
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino

LEIA MAIS 
Bella Andre
Durante 36 anos, Marcus Sullivan fora o irmão mais velho, ajudando a cuidar de seus sete irmãos após a morte do pai, quando ainda eram crianças. No entanto, quando o futuro perfeito que ele planejara para si próprio transformou-se em nada além de uma mentira, Marcus precisa de uma noite de loucura para se esquecer de tudo. Nicole Harding é conhecida no mundo todo por apenas um nome — Nico —, graças à sua música pop contagiante. No entanto, o que ninguém sabe sobre essa cantora de 25 anos é que sua imagem de símbolo sexual é totalmente falsa. Depois de ter sido terrivelmente traída por um homem que amava a fama mais do que a ela, jurou nunca mais deixar ninguém se aproximar a ponto de descobrir quem ela realmente é... ou de magoá-la novamente. Principalmente aquele homem maravilhoso que Nicole conhecera em uma boate, ainda que o desejo — e as promessas transgressoras — em seus olhos negros a fizessem querer revelar todos os seus segredos. Uma noite é tudo o que Nicole e Marcus concordam em compartilhar um com o outro. Contudo, nada acontece como planejado quando, em vez de uma simples relação carnal, descobrem-se ligados de uma forma pela qual nenhum dos dois esperava. E, embora tentassem lutar contra isso, os sentimentos incontidos — e a atração profunda — os aproximava cada vez mais.

Por um momento apenas é o segundo livro da série dos irmãos Sullivans, da autora Bella Andre, lançada no Brasil pela editora Novo Conceito. As características da narrativa são muito semelhantes ao primeiro livro, Um olhar de amor, com a diferença do enredo levemente mais desenvolvido.

A editora Novo Conceito já lançou o terceiro livro da coleção, de um total de oito, e o título é Não posso me apaixonar. Neste volume o personagem principal é Gabe, o bombeiro da família, que fez uma pequena aparição no final de Por um momento apenas. É desta forma que a autora faz o gancho entre um livro e outro (e nos dois casos com uma reunião em família). Neste livro uma das irmãs de Marcus, o protagonista, também aparece, mas não foi possível conhecer muito dela além da paixão pela profissão: a dança. No geral, é uma série que mostra evolução entre os livros e deve melhorar a cada nova história.


Beijos!
*Livro recebido da editora Novo Conceito
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Um presente muito especial: Ana Karênina

7 de fevereiro de 2013

Certo dia recebi um recado no Skoob de uma leitora do blog. Ela assistiu o vídeo sobre o Desafio 2013: livros e seus filmes em que comento as alterações na minha lista e o por quê de ter excluído livros como Os Miseráveis e Ana Karênina. Entre tantas palavras incríveis que me escreveu ela queria, além disso, me enviar um livro de sua própria coleção. Fiquei tão surpresa com o carinho que não soube como reagir. Em quase quatro anos de blog, esta é a primeira vez que recebo presente de um leitor.

Este post é meu agradecimento público para Sueli Fernandes, pelo carinho, as palavras de incentivo e o livro que enviou. Não é apenas pelo presente (que dei pulos de alegria quando abri o envelope), mas por realmente ter feito com que eu me sentisse especial. Não posso agradecer com palavras tudo que esse gesto significou, mas sinta-se abraçada (daqueles de urso, que as costelas estralam). Sem dúvida, vou fazer um post especial livro + filme. E para dar aquele gostinho e curiosidade, leiam a primeira frase do livro (incrível é pouco):

Todas as famílias felizes são parecidas entre si. As infelizes são infelizes cada uma a sua maneira.

Foto Nine Stecanella
Beijos!

Resumo de janeiro (2013)

5 de fevereiro de 2013

Olá pessoal, tudo bem? O post de hoje é uma novidade no Estante da Nine. No ano passado fiz a experiência em alguns vídeos de comentar sobre os filmes e as séries que acompanhei no mês. Os leitores até se interessaram pelo tema, mas os vídeos ficaram com um tempo acima do que eu acho viável sem uma edição legal. Então para 2013 resolvi criar uma coluna mensal e especifica para os dois temas: filmes e séries. Espero que gostem!


FILMES
Detona Ralph
Para Sempre Cinderela
Diário de um jornalista bêbado
Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge

SÉRIES
Once Upon a Time (2ª temporada)
2 Broke Girls (2ª temporada)
Heroes (2ª temporada)
The Vampire Diaries (4ª temporada)
Stargate Universe (1ª e 2ª temporadas)
Perception (1ª temporada)
Sherlock (1ª temporada)

Beijos!

(resultados) Um lugar para ficar e Garotas de Vidro

4 de fevereiro de 2013

Olá pessoal, tudo bem? O post de hoje é para atualizar as promoções encerradas no blog. Pelo meu "cronograma" fevereiro terá apenas um sorteio porque decidi fazer o mês temático de autores nacionais. Mas em março devo voltar com pelo menos duas promoções (ou três). 

O primeiro resultado é referente ao sorteio de um exemplar do livro Um lugar para ficar da autora Deb Caletti. No total, foram 2.250 entradas no formulário. E quem será o ganhador?!



O segundo resultado é referente ao sorteio de Garotas de Vidro da autora Laurie Halse Anderson. No total, foram 3.565 entradas no formulário. E o sortudo da vez foi...



Os dois vencedores receberão um e-mail de contato ainda nesta segunda-feira e têm até a próxima quinta para responder com os dados para envio! Muito obrigado a todos os participantes e fiquem ligados nos próximos sorteios!

Beijos!

Leituras de janeiro (2013)

3 de fevereiro de 2013


LIVROS
A fugitiva de Anaïs Nin [LePM Pocket]
Anna e o beijo francês de Stephanie Perkins [Novo Conceito]
Nômade de Carlos Orsi Martinho [Ciranda das Letras]
Amada imortal de Cate Tiernan [Galera Record]
Sangue quente de Isaac Marion [LeYa]
Garotas de vidro de Laurie Halse Anderson [Novo Conceito]
O horror em Red Hook de H.P. Lovecraft [LePM Pocket]
A travessia de William P. Young [Sextante]
Paixão, drogas e rock'n'roll de Daniela Niziotek [Maquinária]
Por um momento apenas de Bella Andre [Novo Conceito]

Beijos!

Sangue quente de Isaac Marion

1 de fevereiro de 2013






Sangue quente
Autor: Isaac Marion
Editora: LeYa
Edição: 2011
Páginas: 253
Skoob | Goodreads
Leia um trecho no Tumblr
Compre no Submarino

R é um jovem vivendo uma crise existencial - ele é um zumbi. Perambula por uma América destruída pela guerra, colapso social e a fome voraz de seus companheiros mortos-vivos, mas ele busca mais do que sangue e cérebros. Ele consegue pronunciar apenas algumas sílabas, mas ele é profundo, cheio de pensamentos e saudade. Não tem recordações, nem identidade, nem pulso, mas ele tem sonhos. Após vivenciar as memórias de um adolescente enquanto devorava seu cérebro, R faz uma escolha inesperada, que começa com uma relação tensa, desajeitada e estranhamente doce com a namorada de sua vítima. Julie é uma explosão de cores na paisagem triste e cinzenta que envolve a "vida" de R e sua decisão de protegê-la irá transformar não só ele, mas também seus companheiros mortos-vivos, e talvez o mundo inteiro.

Pessoal que está participando do Desafio 2013: livros e seus filmes: não encontrei uma forma melhor de agregar os links no post principal (estou testando uma ferramenta, mas está difícil de conseguir), então me enviem os links por e-mail (janinestecanella@gmail.com) com nome/ apelido, nome do blog/ site/ canal e o link da resenha (as). Todos os posts sobre o desafio estarão na postagem principal (o banner com o link direto está na aba lateral direita).

Já que o vídeo ficou muito mais objetivo e curto do que seria originalmente, acho interessante explicar minha história com o livro. Eu comprei Sangue quente em uma super promoção do Submarino há muito tempo. Eu queria ler algo sobre zumbis e achei a oportunidade válida. O livro ficou um tempão na estante até que comecei a organizar o desafio. Um pouco antes, quando vi a primeira foto de divulgação do filme (Meu namorado é um zumbi, em português; why God?) fiquei um pouco assustada. Afinal a imagem era bem tosca e as piadas começaram aí. Depois, quando assisti ao primeiro trailer, me dei conta de que tinha todo aquele clima de comédia, de piada de si mesmo. E isso é bem presente no livro. Por todos esses motivos e mais as explicações no vídeo eu acho Sangue quente uma leitura válida sim!


Beijo!
*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine