As aparências enganam de Kristina Cook

1 de fevereiro de 2020




As aparências enganam
#1 Família Rosemoor
Autora: Kristina Cook
Editora: Nova Cultural
Edição: 2004
Páginas: 223
Skoob | Goodreads
Compre no Estante Virtual
Henry Ashton, o marquês de Mandeville, sabe exatamente o que espera de sua futura noiva: que seja uma moça dócil, de família rica e tradicional, e que o ajude a obter êxito na carreira política. Obviamente, um homem como ele pode escolher a mulher que desejar... Mas então, por que será que se sente tão atraído por Lucy Abbington, uma jovem que é exatamente o oposto de tudo o que ele procura em uma esposa? A natureza livre e espontânea e o sonho de se tornar veterinária fazem de Lucy a mais inadequada das noivas, embora seja a mais desejável das mulheres... Lucy não está interessada em encontrar um marido, mas um cavalheiro, em especial, a atrai como nenhum outro... No entanto, mesmo determinada a resistir à atração que sente pelo marquês, como conseguir fugir daquele homem quando tudo o que ela mais deseja na vida é estar nos braços dele?...

Todo mundo que visita o Estante da Nine de vez em quando sabe que os romances históricos (ou livros de banca), me salvam da ressaca literária. Hoje é dia de comentar e recomendar As aparências enganam, primeira história da série Família Rosemoor de Kristina Cook.

O enredo apresenta Lucy, filha de um médico bem sucedido no interior, porém pobre, que está prestes a começar sua temporada de apresentação a sociedade londrina graças a gentileza da família Rosemoor, amigos dos seus pais (a mãe de Lucy morreu há muito tempo). A personagem trabalha com animais e sonha ser veterinária.

O marquês Henry Mandeville é cético sobre o amor e procura uma esposa rica e submissa para aumentar sua reputação e influência política sem desafios conjugais. O jovem tem um péssimo exemplo com o casamento dos pais e evita a todo custo se apaixonar. Seu braço direito e melhor amiga é a irmã.

O casal principal se encontra quando o cavalo ferido de Henry é tratado por Lucy, e a primeira impressão causa impacto em ambos. Depois de algum tempo o casal se encontra em uma reunião social e aí o enredo fica animado e cheio de cenas peculiares.


PONTOS POSITIVOS
  • A química do casal é ótima e cheia de cenas engraçadas e incomuns, já que uma parte dos encontros entre Lucy e Henri acontece durante o tratamento de algum animal e, por incrível que pareça, em meio a tudo isso Kristina Cook distribui pitadas de cenas sensuais;
  • A diferença de classe social e a negação do amor são os dois grandes dilemas para a aproximação do casal e no geral eu gostei de como a autora aborda os dois temas. Desde o começo Lucy deixa claro que participará da temporada social em respeito a família Rosemoor, mas sabe que dificilmente um marido aceitaria seu trabalho como veterinária; Henry explica suas obrigações sociais, seus poréns com casamentos e seus objetivo na política, afastando a jovem desde o início. Ambientado há 200 anos na Inglaterra o enredo de Kristina Cook tem temas atuais, não é mesmo?!
  • Lucy encara a temporada social com classe, leveza e também uma dose de drama, mas o espírito livre e do campo é a verdadeira característica da personagem que, entre altos e baixos, volta para a casa do pai, com as pessoas que a respeitam e admiram seu trabalho com os animais;
  • Henry não aceita o amor que sente por Lucy e para o protagonista essa é a grande barreira a enfrentar durante todo livro, inclusive quando assume compromisso com outra mulher (você perdoaria?);
  • Segredos de família são a grande reviravolta do livro e eu adorei esse elemento usado na reta final da história, principalmente porque o impasse do casal já se arrastava por alguns capítulos.

PONTOS NEGATIVOS
  • O enredo é repetitivo em vários momentos, principalmente no vai e volta do casal principal. Kristina Cook tem bons temas em debate dentro da família Rosemoor e estou curiosa para encontrar algum dos outros livros no sebo para saber se são bem trabalhados nos próximos volumes;
  • O final do livro é extremamente corrido e como não gostei das repetições trocaria fácil algumas cenas do dilema do casal pelo desenvolvimento do segredo família com mais calma, assim como o próprio desfecho do livro.

As aparências enganam foi uma boa surpresa principalmente pela atuação de Lucy como veterinária e sua postura aventureira e destemida. Henry também encara os medos ao longo de enredo e passa por seus aprendizados. Apesar das repetições e do final corrido gostei da história de Kristina Cook – três estrelas no Skoob, minha última leitura de 2019.

Beijos!

Fotos: Nine Stecanella
*Ajude o blog comprando através dos banners da Amazon e Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

2 comentários

  1. Acabei de ler Elegia do irmão de João Anzanello Carrascosa. Conhece?
    E estou lendo as cartas de Machado de Assis.
    Lindas e tristes as que escreve para Joaquim Nabuco.
    Bjs,

    ResponderExcluir

Olá! Deixe sua opinião. ;)