As ondas de Virginia Woolf

2 de novembro de 2017




As ondas
Autora: Virginia Woolf
Editora: Nova Fronteira
Edição: 2014
Skoob | Goodreads
Compre na Amazon | Submarino

LEIA TAMBÉM
Entre os atos de Virginia Woolf
As Ondas é o sexto romance de Virginia Woolf. Seus seis personagens estão imersos em monólogos e articulam-se formando vozes, apresentando suas inquietações e sensações íntimas. A dificuldade de controlar o fluxo do tempo transforma o livro, de ondas ora intensas, ora rarefeitas, num verdadeiro jogo existencial, pois a autora utiliza por analogia elementos como a água e a natureza, evidenciando tensões a partir de temas como a homossexualidade, a traição, o adultério, a amizade e o amor.

As ondas de Virginia Woolf acompanha a vida de seis personagens da infância até a velhice e o que acontece em suas vidas e na amizade no decorrer dos anos. Até o início da vida adulta os jovens convivem e estudam juntos e formam laços entre eles extremamente fortes, mas no decorrer dos anos, e com a aproximação do fim da educação conjunta o sentimento de melancolia domina o livro.

O ser vai crescendo em anéis, como uma árvore. Como uma árvore, há folhas caindo.
página 218

O fluxo de consciência, marca característica da obra de Virginia Woolf é presente em As ondas também. Esse é meu 3º contato com a autora e o livro mais difícil que eu li dela. As primeiras páginas exigiram releitura especialmente porque acompanhamos seis pessoas que convivem entre si e também têm visões diferentes dos amigos. É sim um pouco confuso se situar nas primeiras páginas sobre quem é quem e quem pensa o que sobre o outro. Conforme a leitura avança e se torna mais familiar o enredo flui com mais tranquilidade




Acompanhar a vida dos seis personagens faz com que o leitor pense sobre a própria vida. Desde a infância fica claro que existem diferenças sociais, econômicas e étnicas entre o grupo de amigos, mas esses aspectos não se tornam relevantes até o início da vida adulta, onde cada um segue seu caminho e alguns deles sem muitas opções de governar e orientar a própria história. Inevitável pensar se estamos condicionados a viver de determinada maneira desde que nascemos.

As ondas também faz pensar se existe algum tipo de equilíbrio, algum tipo de justiça na vida. Certos personagens enfrentam desafios bem mais consideráveis que outros. Por outro lado, alguns deles têm a situação bem definida e mesmo que boa, não tem a chance de conduzir sua vida pelo rumo que realmente desejam. Também é inevitável pensar que as amizades muitas vezes mudam com o passar dos anos e mesmo que exista, não será mais a mesma da infância e adolescência.

Encontramo-nos nessa passiva e exausta disposição de alma em que queremos voltar ao corpo de nossa mãe, do qual fomos apartados. Todo o resto é desagradável, forçado e fatigante.
página 178

Por tratar da vida de pessoas e de uma forma extremamente realista apesar da época pertencer a outro século, As ondas mostra como é inevitável que com o passar dos anos pensemos sobre a expectativa de vida que criamos e a que realmente temos, assim como as coisas boas e ruins que aconteceram no decorrer do caminho. Arrependimento e orgulho andam de mãos dadas.



Para terminar, apesar do tom melancólico do livro e não necessariamente otimista, Virginia Woolf mostra que ao longo da vida, mesmo que ela siga por um caminho que nos desagrade, como acontece com alguns personagens, sempre existirá os momentos bons e ruins. Cada passo do caminho faz com que uma ação e reação aconteça, e muitas vezes, mesmo que distantes da nossa meta, do nosso objetivo, elas podem trazer satisfação e felicidade. O oposto também ocorre.

Amo com tamanha ferocidade, que morro quando o objeto de meu amor mostra por uma só frase que pode escapar. Ele escapa, e fico agarrada a uma corda que entra e sai das folhas do topo das árvores. Não compreendo frases.
página 102

As ondas de Virginia Woolf foi outra ótima experiência com a autora e minha nota para o livro foi de quatro estrelas no Skoob. Apesar do desafio, foi um livro que valeu cada página, cada reflexão e cada trecho relido. Recomendo a história para quem gosta de Virginia Woolf e/ou autoras inglesas, histórias sobre vida e sociedade, e amizades que mudam ao longo dos anos. Vocês conhecem outras obras da autoras?

Vídeo de opinião publicado no canal do Estante da Nine
 

Beijos!
Fotos: Nine Stecanella
*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners da Amazon e do Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine