Resumo de julho (2017) - Sherlock, Tubarão e mais!

24 de agosto de 2017

O resumo do mês de julho está saindo tarde por aqui (lá no canal postei há alguns dias), e não poderia deixar a coluna para trás, afinal o mês marca minha volta para Sherlock, série que viciei quando foi lançada, depois me afastei e finalmente conclui os episódios disponíveis. Eu adoro essa adaptação de Sherlock Holmes principalmente porque a forma como as histórias se desenvolvem no mundo contemporâneo é coerente, a personalidade dos dois personagens também, e cada episódio é cheio de nuances e camadas que tratam além do tema investigado. Sem dúvida, Sherlock merece um post de recomendação aqui no Estante da Nine e espero publicar em breve.

Tubarão é o primeiro filme assistido em julho que vou citar por aqui. Depois de ler o livro e precisava perder o medo dessa adaptação e não me arrependi. O que gostei do filme foi justamente o que não gostei na história original de Peter Benchley e vice versa. O terror que o tubarão causa em muitos momentos é mais simbólico do que real e possibilita muitas interpretações. Eu adorei, comentei aqui no blog (link abaixo) e recomendo.

Lucy foi uma experiência e tanto, principalmente porque eu não esperava nada do filme. Nessa história um componente rico na formação do embrião é isolado e através dele a capacidade do cérebro é ampliada. Lucy é uma mula de carga quando algo dá errado e seu corpo absorve parte da substância. A partir disso a personagem começa a desenvolver novas habilidades e procura ajuda para entender a transformação. Claro que um pessoal do mau vai tentar impedir, e rola alguma ação. No geral, é um filme legal para quem gosta do tema cérebro e suas possíveis capacidades.

O caçador de pipas foi outra adaptação assistida em julho e apesar do filme ser fiel dentro do possível, não traz toda a carga emocional do livro. Muitas coisas ficaram para trás, o trauma não parece tão grave assim e nem a revolução política e cultura e aconteceu no Afeganistão após a chegada da Rússia. Ainda assim é uma boa base para quem tem curiosidade em conhecer a história.

O último filme de julho foi As palavras, que encontrei nos arquivos da TV por assinatura (aqui temos Vivo, antiga GVT). Essa história retrata um jovem homem que aposta no seu sonho de ser escritor, mas nada do que produz é aceito pela editora. Certo dia ele encontra um manuscrito dentro de uma pasta antiga, gosta da história e resolve apresentar como dele. O livro é aceito, publicado e a partir disso a vida do personagens muda para sempre. Ótima história para quem gosta de conhecer mais da vida dos escritores e do mundo editorial. O que vocês assistiram em julho?

Assista ao vídeo da coluna resumo do mês de julho

SÉRIE
Sherlock

FILMES
Tubarão
Lucy
O caçador de pipas
As palavras

Beijos!