Bela distração de Jamie McGuire

12 de maio de 2017



Bela distração
#1 Irmãos Maddox
Autora: Jamie McGuire
Editora: Verus
Edição: 2014
Páginas: 306
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino | Amazon

LEIA MAIS
Belo Desastre de Jamie McGuire
Cami Camlin é uma garota intensa e independente, dona do próprio nariz desde a época do ensino médio. Agora, cursando a faculdade e trabalhando como bartender no The Red Door, Cami não tem tempo para nada, até que uma viagem para visitar seu namorado é cancelada e, pela primeira vez em quase um ano, ela tem um fim de semana de folga. Trenton Maddox era o rei da Universidade Eastern. Os caras queriam ser como ele, as mulheres queriam domá-lo. Mas, depois de um trágico acidente virar sua vida de cabeça para baixo, ele deixa o campus para lidar com a culpa esmagadora.Um ano e meio depois, Trenton está morando com o pai e trabalhando em um estúdio de tatuagem para ajudar a pagar as contas. Justamente quando ele pensa que sua vida está voltando ao normal, nota Cami sozinha em uma mesa no Red Door. Como a irmã mais velha de três caras de pavio curto, Cami acredita que não terá problemas para manter a amizade com Trenton no nível estritamente platônico. Mas, quando um Maddox se apaixona, é para sempre — mesmo que Cami possa ser a razão para que a já fragilizada família Maddox desmorone de vez.

Bela distração de Jamie McGuire foi o livro sorteado na edição 15 da TBR jar e eu que há algum tempo pensava em ler um novo adulto tive a chance de tirar a história da estante graças a essa boa sincronia de vontades e pescadas na jarra, hehehe. Hoje é um daqueles dias que vou pular o resumo, porque a sinopse acima retirada do Skoob dá conta de explicar o ponto de partida da história, e vou direito para as impressões e pontos positivos e negativos.

Quando eu li Jamie McGuire pela primeira vez, com Belo desastre, adorei sua narrativa envolvente e ágil, bem atual e cheia de gírias. E isso se repetiu com Bela distração. Devorei o livro em poucos dias principalmente porque, além da história de amor, o romance, o enredo tem um certo suspense e até um mistério que é mantido ao longo de toda história, e esses elementos dão um bom complemento para a trama principal.



Outro ponto alto do livro na minha experiência de leitura foi a protagonista Cami Camlin. Desde o começo adorei a personagem, que é sim independente e dona de si principalmente porque é filha de operários e precisou trabalhar desde cedo para adquirir suas coisas, assim como autonomia. Cami enfrenta dilemas, tem problemas familiares e está em um namoro sem futuro, mas não se desespera ou aceita tudo fácil. A personagem foi coerente do início ao fim e conquistou minha simpatia.

O começo do romance me deixou dividida. Treton Maddox é um personagem clichê a princípio e um pouco insistente, no início duvidei que fosse gostar do livro e do casal, mas conforme o desenvolvimento da trama acontece a amizade entre os dois cresce até se tornar uma intimidade além do natural para amigos. Cami mantém segredo sobre o relacionamento, mas percebe que sua cabeça e coração estão realmente com Trenton. Só depois de algumas coisas definidas é que Jamie McGuire deslancha o romance, o que adorei, porque tudo aconteceu dentro de um tempo bem realista e aceitável.

Outro ponto positivo que preciso destacar sobre a trama são os cenários. O livro gira em torno de um bar e um estúdio de tatuagens, os dois trabalhos de Cami, e está aí outro aspecto bem realista. Eu adoro tatuagens e tenho amigos tatuadores e a autora teve o cuidado de retratar a seriedade do trabalho mesmo com seus personagens peculiares e o protagonista esquentado Trenton, que é tatuador. 

A mesma coisa no bar. Durante a faculdade também trabalhei no bar de dois amigos e mais uma vez a autora teve a precisão de retratar um cenários descontraído, com situações inusitadas e até machistas, porém rotineiras para a profissão e também com responsabilidades, como outros empregos. O livro é repleto de palavrões e gírias, mas isso não me incomodou já que combina com os cenários e as personalidades dos personagens. Ninguém tem o perfil "santinho" no romance. O livro tem algumas cenas quente e uma realmente de sexo, e em ambos casos esses momentos servem de completo para o romance de Cami e Trenton.

Eu não queria me mexer, para o caso de estar sonhando. Quando eu era criança e ia até a casa dos meus amigos, comecei a perceber que os outros pais não eram como os meus e que muitas famílias eram mais felizes que a minha. A partir daí, comecei a sonhar em ter minha própria casa, nem que fosse apenas para ter um pouco de paz. Mas até mesmo a vida adulta parecia mais fonte de decepção que de aventuras, então, só para me certificar de que esse momento de felicidade não era um truque sujo, fiquei parada.
página 161

Mas nem tudo em Bela distração foi legal. Apesar de Travis e Abby participarem relativamente da história, faltou muito mais presença da família de Trenton e principalmente do pai dos garotos, que é citado em vários momentos, mas não participa de nenhuma cena. O mesmo para os outros irmãos, afinal o nome e a série são sobre eles e eu esperava mais relevância dos Maddox no enredo do livro.

Já pelo lado de Cami um dos assuntos altos do livro ficou só nas entrelinhas: o alcoolismo e o abuso, agressão física. Um dos motivos principais para a protagonista não manter contato próximo com sua família é justamente o comportamento do pai. Ao longo da trama algumas situações graves acontecem, mas a família prefere não comentar sobre o assunto, ignorando o comportamento do pai. O tema infelizmente é enfrentado da mesma maneira por muitas pessoas no mundo.




A falta de contexto de Cami na faculdade também me incomodou. Apesar de cursar poucas aulas, eu esperava algum tipo de dilema da personagem nesse ponto, ou até alguma situação que mexesse diretamente com o romance, mas não há. O mistério do livro me prendeu até o final e fiquei sim chocada com a revelação, mas pensando em tudo devo dizer que não gostei.

Entre altos e baixos Bela distração foi uma boa leitura. Jamie McGuire dá destaques a alguns pontos que eu não gostei tanto assim, mas o livro é cheio de romance, tesão, tensão e embate de personalidade. Os personagens secundários também complementam bem os protagonistas. Minha nota para o livro foi de três estrelas no Skoob e eu recomendo a história para leitores que gostam de novo adulto, histórias de amor cheias de empecilhos e, é claro, para quem está curioso ou desejando uma dose extra de Maddox. Apesar de adorar as história de Jamie McGuire, que são ficção, eu não viveria um rolo desses na vida real não, hehehe. Vocês já leram algo da autora?

Beijos!

Fotos: Nine Stecanella
*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners do Submarino e Amazon;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine