Percy Jackson e os Olimpianos: Ladrão de Raios - direção de Chris Columbus

8 de dezembro de 2010



Vou começar contando meu drama pessoal com esse filme. Tentei assistir ele uma vez. Quando chegou aos 20 minutos não consegui mais. Não deu. Achei muito forçado. Mas pensei: "ah, não li o livro, deve ser impressão minha". OK. Duas semanas depois fui para a segunda tentativa. Chegou perto dos 40 minutos. Aí perdi a paciência e praticamente jurei não tentar assistir nunca mais! Só que... Eu tive a brilhante ideia de fazer a resenha do livro e, caso esse tivesse um filme que fosse baseado/ adaptado/ versão [assunto para um outro post], escreveria uma resenha deste também. Aloka ,Janine! Então li o livro e precisava ver o filme, graças a essa brilhante regra que eu inventei. 

Então essa resenha terá duas versões! 

1. Para você que não leu Percy Jackson e os Olimpianos - Ladrão de Raios
O filme não passa de aceitável. Mesmo! Tudo bem que a história se passa no século XXI e o Percy descobre isso em uma realidade em que nada faz sentido, mas va lá, colocar Lady Gaga no filme não passou de uma jogada comercial, afinal a cantora é o maior fenômeno musical dos últimos tempos. OK. Aí vem toda a coisa do Acampamento Meio Sangue, a acusação de roubo do raio-mestre e a aventura dos três adolescentes. Tudo nos conformes caso você não tenha lido o livro. Moral da história: Percy Jackson alcança seu objetivo!

2. Para você que leu Percy Jackson e os Olimpianos - Ladrão de Raios
Não, não, não. Isso não é uma adaptação. Isso é, talvez, uma versão. PeloamordeDeus! Do meu ponto de vista, a adaptação não transforma fatos de extrema importância em secundários ou inexistentes! Vamos ao primeiro: Percy sobe nas costas do Minotauro e assim quebra seu chifre o destrói. Não é com a ajuda de uma árvore. Sem contar nas falas dos personagens em uma das primeiras cenas do Acampamento Meio Sangue, todas invertidas. Annabeth não é da equipe rival na caça à bandeira. A aventura deles não é em busca das pérolas. Perséfone é citada brevemente no livro e o Hades não parece com o Ronnie James Dio. Quem fica no submundo é a mãe de Percy e não o Grover. A cena mais próxima do livro é a da Medusa. E só! E no final, Percy decide morar com sua mãe e voltar ao Acampamento Meio Sangue só no verão. No filme, ele fica lá. Enfim, se foi difícil assistir o filme sem ler o livro, depois de ler ficou quase impossível, mas assisti. 

Aí vocês me perguntam: Janine, tu não gostou de nada? Sim, gostei do elenco, embora os personagens dos adolescentes sejam grandes para época do livro, mas gostei deles. Sem mais considerações.

ASSISTA AO TRAILER


Beijos!