Auto da barca do inferno de Gil Vicente

15 de novembro de 2020

A recomendação de Auto da barca do inferno de Gil Vicente saiu no canal há alguns dias (já é inscrito?), e hoje sentei alguns minutos antes do trabalho para deixar o registro no Estante da Nine dessa dica de leitura que foi uma boa surpresa da estante, com o bônus de de ser mais uma primeira experiência com autor, dessa vez um renascentista português.

Compre Auto da barca do inferno de Gil Vicente na Amazon 

Para recomendar o livro escolhi a versão de 3 motivos para ler, já que Auto da barca do inferno é uma peça curta, de leitura rápida e com um enredo fácil de identificar, apesar da linguagem diferente por manter características da época. A minha edição comprada em bazar beneficente foi organizada para uma escola e contém material extra, mas uma pesquisa básica na internet também ajuda a contextualizar a época e costumes.


1. PEÇA DE TEATRO
O primeiro motivo para recomendar Auto da barca do inferno é por ser uma peça de teatro. Não costumo ler muitos livros nesse formato durante o ano e a estrutura narrativa de um texto teatral é sempre uma experiência interessante e diferente, que faz o leitor sair da zona de conforto da leitura, exercitar memória, imaginação e organização. Depois da estranheza das primeiras páginas, o enredo flui com naturalidade.

2. DEBATE SOCIAL
O ponto alto do enredo é o debate social contido na peça, que basicamente debate a percepção do indivíduo sobre a vida e como ele é vista de fato ao final, no momento da morte. Gil Vicente escolhe pessoas de todas as profissões e classes sociais para mostrar que o mau nem sempre é explicito, que atitudes prejudiciais são também a avareza, inveja, luxuria, por exemplo. Ao chegar no cais e as barcas todos os personagens se julgam na embarcação do céu, mas a realidade é outra.


3. ANALOGIA DAS BARCAS
Outro elemento muito interessante de observar durante a leitura é justamente o símbolo, a analogia das barcas do céu e inferno. O contraste entre bem e mau é presentes em muitas culturas ao redor do planeta, seja por elementos históricos ou religiosos, e é um tema presente no dia a dia de qualquer um. Mais um vez ressalto a inteligência de Gil Vicente em pegar um tema cotidiano (a sociedade já era muito assim lá por 1600), e debater o que realmente é certo e errando - não pensando apenas na vida do indivíduo, mas levando em consideração toda comunidade.

Auto da barca do inferno foi uma boa surpresa e espero ler Gil Vicente novamente no futuro. Portugal é um cenário que tem ganhado espaço na minha lista de interesses, assim como os autores do país. Nessa caminha também é possível perceber o Brasil foi influenciado pelos portugueses mesmo que isso perca força ao longo dos séculos. Os contrastes sociais - esses permanecem ainda no mundo todo.

Vídeo indicação de Auto da barca do inferno de Gil Vicente

Beijos!
Foto: Nine Stecanella
*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners da Amazon e Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá! Deixe sua opinião. ;)