Sal de Leticia Wierzchowski

5 de março de 2019




Sal
Autora: Leticia Wierzchowski
Editora: Intrínseca
Edição: 2013
Páginas: 240
Skoob | Goodreads
Compre na Amazon
Um farol enlouquecido deixa desamparados os homens do mar que circulam em torno da pequena e isolada ilha de La Duiva. Sob sua luz vacilante, a matriarca da família Godoy reconstitui as cicatrizes do passado. Em sua interminável tapeçaria, Cecília entrelaça as sinas de Ivan, seu marido, e de seus filhos ausentes, elegendo uma cor para cada um. Com uma linguagem poética, a premiada escritora gaúcha Leticia Wierzchowski, autora de A casa das sete mulheres, dá voz e vida a cada um dos integrantes da família Godoy, criando uma história delicada e surpreendente, enriquecida por múltiplos e divergentes pontos de vista.

Entre os meus rascunhos do Blogger a resenha de Sal da autora Leticia Wierzchowski é a com a data mais antiga. A verdade é que tinha tudo pronto no notebook quando ele não ligou mais e ao invés de esperar para recuperar o arquivo, já que por enquanto nada, eu resolvi escrever e fotografar de novo, porque eu adorei a leitura e merece o registro no Estante da Nine. Além disso, reler as anotações me fez sentir uma nostalgia enorme pela história.

O enredo do livro acompanha os Godoy dos antepassados até a família atual e como e principalmente porque a tradição dos faroleiros foi quebrada e nenhum dos seis filhos de Ivan e Cecília quis permanecer na ilha onde os principais acontecimentos da vida dessa linhagem acontecem para cuidar do farol, que claramente fica louco (sim, a construção como um personagem da história é um bônus da leitura).



A narrativa diferente de Leticia Wierzchowski, mesclando 1ª e 3ª pessoas, cartas, ficção dentro da ficção foi logo um dos motivos por ter me envolvido com o livro. Verdade que essa fragmentação ao final também me trouxe um certo vazio, porque queria ter conhecido um pouco mais de outros personagens, mas mesmo assim foi um elemento surpresa que logo me chamou pra leitura.

A diversidade de personagens é outro ponto alto, seja representada pelos seis filhos de Ivan e Cecília, seja pelos antepassados, cada geração mostra traços diferentes e com isso os conflitos familiares também aparecem, claro, sempre o embate entre o destino que os pais querem para os filhos em contraposição ao que eles querem para si mesmo. Acima de tudo é um livro sobre família e a pluralidade que ela significa.



O cenário também foi um elemento fundamental na minha experiência de leitura porque além de conseguir imaginar o lugar, a maresia, a força das tempestades e do mar, é possível captar como um ambiente isolado, a partir de certo ponto, pode ser tóxico para aqueles que vivem a maior parte dos dias em contato com um grupo restrito de pessoa. No livro o tema é literal, pelo farol e a ilha, mas a mensagem é aplicável desde a vida escolar até o trabalho massante que mata a pessoa pouco a pouco.

Um elemento subjetivo do livro e que também quero comentar nessa recomendação é a força do inesperado. Acredito que um dos objetivos de Leticia Wierzchowski é chamar atenção para que mesmo numa vida planejada aos mínimos detalhes, escolhida pela pessoa ou por outro, assim como nas situações opostos, sempre vão existir fatos, acontecimentos e situações que acontecem além do que podemos prever, uma combinação de elementos única. E a parte mais difícil é lidar com o resultado, a consequência.



Vale ressaltar mais uma vez que um dos pontos altos do livro é o desenvolvimento do relacionamento familiar e o final está certamente ligado com as consequência vividas pela família Godoy. Mesmo conhecendo apenas fragmentos da história desses personagens, os acontecimentos principais, as conexões com a vida real são inevitáveis e, portanto, geram reflexão. Gostaria de ter visto um pouco mais de outros personagens da família, que ficam em segundo plano, mas no geral Sal foi uma boa surpresa, além da expectativa.

Vídeo opinião sobre Sal publicado no canal do Estante da Nine

Beijos!

Fotos: Nine Stecanella
*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners da Amazon e Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Nenhum comentário

Postar um comentário

Olá! Deixe sua opinião. ;)