A lenda do cavaleiro sem cabeça de Washington Irving

20 de agosto de 2012



A lenda do cavaleiro sem cabeça
Autor: Washington Irving
Editora: Barba Negra (Leya)
Edição: 2011
Páginas: 72
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
Fundador da literatura norte-americana, e publicado no início do século 19, este livro é uma das primeiras obras da ficção do período pós Independência dos Estados Unidos, tornando-se um marco cultural com inúmeras referências, inclusive no cinema. Baseado em lendas que mostram a diversidade cultural em que se construiu aquele país, a obra conta a história de Icabode Crane, que há pouco havia se mudado para um pacato lugarejo. Mas a aparente calma daquela comunidade escondia um segredo macabro: a presença ameaçadora de um cavaleiro sem cabeça vagando pelos campos à noite.

Uma compra por acaso no Submarino me levou ao livro. Uma promoção de 3 por R$30. Curiosidade misturada ao custo benefício. E, sem dúvida, valeu cada centavo. O livro de apenas 66 páginas (não seria melhor chamá-lo de conto?) retrata uma popular lenda americana. 

A história escrita por Washington Irving segue por dois caminhos: o protagonista e professor da vila, obcecado por fantasmas e em busca de uma fortuna e a própria lenda da região sobre o cavaleiro sem cabeça. Mesmo em poucas páginas, é possível conhecer o cotidiano e os costumes das pessoas que vivem no local (descendentes de holandeses). 

Enquanto a lenda corre de boca em boca durante os encontros da população, o professor busca de todas as formas se aproximar da moça mais cobiçada e rica da vila. O autor consegue expor no texto a dupla intenção do protoganista: a busca por reconhecimento no local, já que é um forasteiro sem dinheiro, e a riqueza da pretendente. 

Também fica evidente como as sociedades rurais norte-americanas levavam (e ainda levam) a sério os acontecimentos e lendas da sua região, passando as histórias de geração em geração. O cavaleiro sem cabeça é descrito como um soldado morto durante a guerra. Atingido por uma bala de canhão, ele teria perdido sua cabeça. 

É impossível contar mais sobre o livro sem spoiler. Sem dúvida é uma lenda interessante, contada em poucas páginas, de forma concisa. Vale destacar o incrível trabalho gráfico da Leya, assim como a capa e a revisão. Livro de coleção.

Beijos!
*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

4 comentários

  1. Os livros dessa coleção tão sendo muito bem escolhidos!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, achei essa capa linda!!! Não vi ele em promoção. Da próxima vez que eu for comprar algo, vou procurá-lo. Deve ficar lindo na estante.
    Sobre a história, lembro de ter visto o filme há muito tempo. Acho bem interessante a trama. Vou querer ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece muito bom. Já vi o filme e gostei bastante da história... não sei se é igual ao livro, mas o final é muito bom. Realmente falar de um livro de 66 páginas só é bem difícil... hehehe, mas deu bem para entender a essência do livro. Achei essa coleção muito bonita com as capas novas e tal e estou super a fim de comprá-la, mas vou esperar aquela doideira do submarino de vendê-las por 19,90... kkkkk.

    Um grande abraço e sucesso com o blog ^^

    ResponderExcluir
  4. Boa noite Nine,

    Gostei muito da sua resenha e gostaria muito de ler esse clássico, vai para a minha lista com certeza...ótima dica...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Deixe sua opinião. ;)