Leitura todo dia: semana 50

25 de janeiro de 2018

O resumo da semana 50 do projeto Leitura todo dia está chegando no Estante da Nine e apesar do delay, foi um bom período. Os livros lidos entre 10 e 16 de janeiro ou fazem parte de projetos ou de metas literárias e foi ótimo perceber que consigo conciliar estilos e gêneros diferentes mesmo com a rotina corrida. Por falar nisso, espero incrementar esse hábito nas próximas semanas para evitar de vez a ressaca literária. 

A leitura predominante da semana, principalmente por ser a opção da bolsa, é O salário do medo de Georges Arnaud. Estou adorando esse livro porque é uma história de ação diferente de tudo que li, e também por retratar uma época e um cenário pouco comum entre os livros da minha coleção. A viagem em um terreno acidentado é o trecho principal do enredo e também dita o ritmo da narrativa, que a partir de certo trecho é envolvente e impossível largar.



Na semana 50 também continuei a leitura de O evangelho segundo Lucas, para o projeto do novo testamento, e cheguei ao final do terceiro livro. Esse trecho da história é cheio de detalhes, semelhante a Mateus, mas ao mesmo tempo tem um bom ritmo de leitura como Marcos. Informações importantes são contados nessa parte da história e ler na ordem cronológica possibilita identificar como um evangelho complementa o outro.

O vermelho e o negro de Stendhal também voltou para a pilha de leitura na semana 50 e avancei três capítulos depois de um bom tempo parado. Mais uma vez o personagem principal muda de cenário e parece que esse trecho da história reserva algumas emoções e mudanças ao protagonista e ao leitor. Assuntos morais, políticos e religiosos seguem como os fios condutores do enredo. O que vocês leram nos últimos tempos?

Assista ao vlog da semana 50 do projeto Leitura todo dia 

LIVROS
O salário do medo de Georges Arnoud (compre na Amazon
O evangelho segundo Lucas (compre na Amazon)
O vermelho e o negro de Stendhal (compre na Amazon)

Beijos!

*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners da Amazon e Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine