O resgate de Althea de E. Samuel

10 de abril de 2017



O resgate de Althea
#2 As Quatro Portas do Tesouro
Autora: E. Samuel
Editora: livro independente
Edição: 2016
Páginas: 203
Skoob | Goodreads
Compre na Amazon

LEIA MAIS
Em busca do amuleto de Aloni de E. Samuel
Um pedido de ajuda, um chamado que não podia deixar de ser ouvido. O Resgate de Althea, o segundo livro da série As Quatro Portas do Tesouro, leva nossos amigos a Alius, um mundo habitado por criaturas diferentes e governado por Átira, uma chefe de Estado muito além de perigosa. Incumbidos de encontrar Althea, Daniel, Júlio e Marcelo são capturados e levados ao palácio, onde ficam sabendo que Althea é a Conselheira de Átira e foi sequestrada por um grupo de rebeldes. Átira promete poupar suas vidas, mas em troca, quer que os três libertem sua conselheira e a tragam de volta. ara resgatar a Conselheira, os três terão que enfrentar monstros e criaturas apavorantes, além de vencer suas próprias limitações, usando conhecimento e criatividade como armas poderosas. Mas raramente as coisas são tão simples como parecem e nem sempre tudo acontece como planejado. Nossos amigos se veem obrigados a mudar seus planos e enfrentar um inimigo muito mais perigoso do que haviam imaginado.

O resgate de Althea é o segundo volume da série As Quatro Portas do Tesouro de E. Samuel. Conheci o trabalho da autora em 2015 quando li o livro de estreia da quadrilogia, Em busca do amuleto de Aloni, e desde aquela época fiquei surpresa porque a história de E. Samuel tem todos os elementos fantásticos de uma boa aventura, além de traços da cultura brasileira, ou melhor, aspectos que crianças e adolescentes daqui vão reconhecer e se identificar.

Daniel tem pesadelos frequentes e certeza de que tudo tem relação com o portal que ele e os amigos Júlio e Marcelo encontraram um tempo antes na Mata de Anatema. Procurando por respostas os garotos visitam Seth e Dona Aída, amigos que fizeram no primeiro volume, Em busca do Amuleto de Aloni, e que também conhecem os segredos da floresta. Às vésperas de sair em uma missão de resgate para encontrar Althea, Seth se fere e os três amigos resolvem encarar o desafio. E é assim que tudo começa.



Eu adorei o segundo volume de As Quatro Portas do Tesouro. Mais que o primeiro, inclusive. Neste livro eu vi a história mais autêntica e sem tantas referências conhecidas, além de explorar muito bem essa ideia de universos paralelos, por assim dizer, com uma civilização e cenários diferentes do nosso e também diferentes do primeiro livro. É claro que há conexões, afinal é uma saga, mas a ideia das quatro portas é realmente muito boa.

Outro ponto positivo da trama são as personagens femininas, que no primeiro livro não foram representativas. Em O resgate de Alhea, por outro lado, o leitor conhece duas mulheres valentes e corajosas. Zoia é a nativa do mundo atrás da porta que a contragosto ajuda Marcelo, Daniel e Júlio; e Althea, o motivo de toda jornada, é uma figura misteriosa e que a primeira vista não parece confiável, mas aos poucos a trama revela sua importância para um povo oprimido e escravizado.

Embora o livro seja uma aventura fantástica em um mundo cheio de criaturas diferentes, E. Samuel também inclui no enredo questões como amizade, diferenças, família, perigo, medo, união, opressão e escravidão. Os perigos enfrentados por Marcelo, Júlio e Daniel são maiores e mais complexos do que os do primeiro livro e as responsabilidades por cada ato também. 



O resgate de Althea foi uma leitura tão envolvente que conclui o livro em poucas horas. É visível a evolução da história se comparada com a anterior, principalmente porque esse livro contém elementos que senti falta na primeira aventura, Em busca do amuleto de Aloni. A narrativa em terceira pessoa é rápida e dinâmica, com um toque de humor e repleta de diálogos. Adorei como E. Samuel conduziu o enredo desse segundo livro da série.

Minha nota para O resgate de Althea foi de quatro estrelas no Skoob. Gostei do mundo paralelo, da aventura, dos monstros, dos detalhes que diferem as portas e como a dinâmica entre os amigos é peculiar, já que eles implicam bastante um com o outro, hehehe. Gostaria de ver mais sobre a diferença de tempo entre nosso mundo e as portas e quem sabe uma garota daqui no grupo. Já curiosa pelas próximas aventura. E vocês, já conhecem As Quatro Portas do Tesouro?

Beijos!
Fotos: Nine Stecanella
*Livro recebido da autora E. Samuel
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através dos banners do Submarino e Amazon;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine