Percy Jackson e os Olimpianos: O último olimpiano de Rick Riordan

22 de dezembro de 2015




O último olimpiano
#5 Percy Jackson e os Olimpianos
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Edição: 2010
Páginas: 384
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino

LEIA MAIS
Percy Jackson e os Olimpianos
Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os Titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo titã. Enquanto os Olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem deter o Senhor do Tempo. Nesse quinto e último livro da série, o combate se acirra e o mundo que conhecemos está prestes a ser destruído. O destino da civilização está nas mãos do semideus anunciado na antiga profecia, e Percy está perto de completar dezesseis anos – a dúvida é: o herói será ou não capaz de tomar a decisão correta?

Oi gente, tudo bem? O post de hoje é daqueles especiais porque terminei mais uma série em 2015: Percy Jackson e os Olimpianos de Rick Riordan. A primeira resenha, do livro O ladrão de raios, saiu lá em dezembro de 2010 e não tenho justificativas para explicar todo tempo que enrolei e não li, já que comprei a coleção completa na época. Enfim, isso me deixa animada para começar outras coleções que estão paradas na minha estante em 2016. E na medida do possível essa é uma resenha livre de spoilers, ok?!

Em O último olimpiano temos a batalha final pela conquista do Olimpo. Mas as coisas estão complicadas. Complicadíssimas. Poseidon está em guerra com o titã do mar e não pode ajudar seus irmãos. Cronos, o grande vilão, reuniu um exército quase invencível para dominar Nova York e os deuses estão em uma luta desastrosa contra um gigante titã recém-desperto que atravessa os Estados Unidos rumo a costa leste causando destruição. A defesa do Olimpo fica então nas mãos dos jovens do Acampamento Meio Sangue e por lá as coisas não estão melhores que o cenários geral.



Percy, Groover e Annabeth estão juntos e novamente são os protagonistas de primeiro plano. Apesar de gostar da dinâmica dos personagens, não entendi porque Rick Riordan deixou todos no mesmo cenário durante quase o livro inteiro. Eu esperava desafios pessoais e de certa forma houve sim, mas não foram empolgantes ou marcantes. O clima entre Percy e Annabeth também me deixou dividida.

O último olimpiano me ganhou na participação dos personagens secundários, que aparecem nas aventuras passadas e estão de volta no último livro com mais presença e relevância, como o malvado Luke, Thalia e Clarisse, além da humana Rachel, que é determinante para o desfecho da história, mas não gostei do final escolhido para ela. Quem rouba a cena com toda certeza é Nico, filho de Hades.



A batalha do livro é mais intensa e adulta, por assim dizer. Não só porque o inimigo é poderoso e mais forte, mas também porque envolve a destruição de uma cidade importante e dos humanos. O enredo tem uma atmosfera de tensão e o cerco ao Empire State Building faz com que os jovens campistas pensem mais e ajam menos por impulso, coisa que nas aventuras passadas acontecia com frequência.

No geral, eu gostei do desfecho da série, embora o livro não tenha me empolgado. Algumas divagações quebram o ritmo da leitura e tem as mortes heroicas, claro, coisa que numa conclusão de série como essa não poderia faltar. Contudo, os personagens principais não foram tão espirituosos quanto nos livros anteriores e mais uma vez achei o embate final fácil comparado a batalha que o precede. E sobre o último olimpiano achei a revelação bastante simbólica, embora não tenha certeza se entendi a mensagem de Rick Riordan.



Minha nota para O último olimpiano foi de três estrelas no Skoob. O livro não foi envolvente como eu imaginei e criei uma expectativa que não foi alcançada. No entanto, Rick Riordan amarra as principais pontas do enredo (da série toda) e prepara um bom terreno para continuar nesse universo de deus do Olimpo e seus filhos meio humanos, meio heróis.

Então é isso pessoal. Reuni as ideias principais sobre o livro (espero) sem entregar tantos detalhes do enredo para poder comentar sobre os pontos que gostei ou não. Quero saber de quem já leu a série o que achou do final e de quem vai ler ou está lendo quais são as expectativas. Eu gostei e recomendo a série Percy Jackson e os Olimpianos.

Beijos!
FOTOS: NINE STECANELLA
*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine