O livro dos deuses de M.S. Severo

19 de janeiro de 2011



O livro dos deuses
Autor: M. S. Severo
Editora: Livros
Edição: 2010
Páginas: 120
| Skoob |

O que sabemos sobre nosso passado? Sabemos, e de maneira muito superficial, que nossa história oficial remonta há pouco mais de 5 mil anos. Couberam aos mitos e às lendas suprirem as dúvidas dos homens quanto à sua origem. As mitologias, das mais diversas culturas, nos contam sobre os deuses. Seres fantásticos, vindos das estrelas para auxiliar o homem primitivo no árduo caminho da evolução, mas que, subitamente, desapareceram. Eventualmente, surgiam fragmentos da passagem destes seres pelo nosso planeta, mas nada capaz de comprovar definitivamente a presença dos deuses entre os antigos humanos. Finalmente, um antigo livro, até agora mantido entre pequenas sociedades, ressurgiu para jogar uma nova luz sobre a questão. Há milhares de anos, uma civilização, não tão diferente da nossa, esteve no planeta Terra, e quando partiu, deixou-nos um incrível legado. Prova da avançada tecnologia destes viajantes do espaço está na codificação de seus ensinamentos, pois, somente quando atingirmos uma consciência mais elevada, seremos capazes de desvendar seus mistérios e de receber a dádiva deixada pelos deuses mitológicos. O Livro dos Deuses, uma nova peça deste grande enigma, é um cânon que reúne textos redigidos pelos próprios seres celestes que estiveram entre nós, ou pela visão de humanos a cerca destes seres. Estes manuscritos narram a chegada, as batalhas e, finalmente, a partida dos deuses, abandonando nosso planeta com a promessa de retornarem um dia. Leia o Livro dos Deuses e participe desta magnífica jornada decifrando os antigos enigmas, antes que seja tarde...

Comecei 2011 com boas leituras. Essa foi mais uma delas. O livro dos deuses é uma mistura de mitologia, fantasia e porque não, ficção. Sei que parece redundância citar os três, mas ao longo do livro você passa a entender o por quê. Foi bom também porque quebrou a onda de sobrenaturais.

Gostei do enredo do livro, que faz uma mistura de seres mitológicos de várias culturas diferentes. Seres esses que formam clãs. Clãs que governam, e alguns deles até escravizam outros seres. Impossível reduzir a sinopse num livro que traz duas críticas bem importantes: a primeira, que somos egoístas por pensar que somos os únicos seres desenvolvidos mentalmente no universo; e a segunda, que a concepção de guerra, dominação e superioridade é bem semelhante em qualquer cultura e possivelmente fora do nosso planeta também.

Outro contraponto bem importante é a forma como alguns defende os supostos seres inferiores e outros os veem apenas como serviçais, escravos, alegando fazer um favor a uma raça menos favorecida. Sim, ao longo do livro é possível exemplificar cada uma das situações descritas com os dias atuais.

E os deuses não são esses que você está pensando. Imagino muito mais dessa história e, embora seja um livro curto, vale muito a pena ser lido pelos personagens, enredo e mensagem.

Beijos!