Dezesseis luas de Margaret Stohl e Kami Garcia

1 de março de 2013




Dezesseis luas
#1 Beautiful Creatures
Autoras: Margaret Stohl e Kami Garcia
Editora: Galera
Edição: 2011
Páginas: 490
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona.

Dezesseis luas foi uma surpresa. Não esperava nem gostar do livro, mas ele me surpreendeu. O Desafio 2013: livros e seus filmes, até agora, está muito bom. Levando em conta que os protagonistas têm 15 anos e que o tio esquisitão foi meu personagem favorito, Dezesseis luas valeu a pena. Espero que o filme seja aproveitável também. Vou tentar assistir na próxima terça e, em seguida, gravo um vídeo contando minhas impressões. Se você já leu, escreva o que achou nos comentários. E sobre o filme também.


Beijos!
*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

13 comentários

  1. Parabéns pela resenha Nine! Estou ansiosa para ler Dezesseis Luas e Dezessete Luas! Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Olá Nine!
    Já ouvi muito sobre esse livro, mas foi exatamente tantas críticas que me mantiveram longe dele. :x O sempre presente medo de me decepcionar além da conta! No entanto fiquei mais receosa com essas "semelhanças" entre tantos livros que eu já li. '-'
    A capa é lindíssima e eu até fiquei curiosa por causa da história local e das famílias antigas, mas esses problemas de edição me deixaram desanimada. Procurarei pela nova edição caso eu resolva ler!

    Ps.: Quero saber o que tu achaste do filme depois, tá Nine? :D

    Beijocas,
    Samy Aquino - http://samyaquino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Me interessei pelo conjunto, gosto de bruxas, rs. Mas um livro puxado para crepúsculo então ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não achei nada parecido com Crepúsculo, tirando o fato de ser em uma cidade pequena e ter uma menina nova na cidade. Mas mesmo estes elementos são retratados bem diferentes em ambos os livros. Nem a Lena nem o Ethan são personagens apáticos como Bella e Edward. Eles são personagens fortes.

      Excluir
    2. Filipe!
      Também não achei muito Crepúsculo (embora o filme esteja sendo vendido como "para os órfãos de Crepúsculo"). Algumas caraterísticas são presentes em todos os livros de jovem-adulto sobrenatural e no caso desta série, eu acho que os garotos podem se interessar mais. Eu achei ela mais universal, sabe?

      Excluir
  4. Não achei o livro extenso, gostei muito de todos os pensamentos e reflexões, nem achei o livro cansativo. E Macon Ravenwood é foda.

    ResponderExcluir
  5. Resenha maravilhosa, quero muito ler Dezesseis luas, mesmo com algumas resenhas negativas, vou dar uma chance ao livro!
    Kisses.

    http://friendsadvice8.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Nine,

    Gosto muito de ver opiniões de alguns blogs para analisar melhor um livro e o seu é um desses, até o momento estava com um pé atrás com ele, agora fiquei até com vontade de lê-lo....boa dica.abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ola ninte
    Gostei do seu blog

    ResponderExcluir
  8. Oi Nine,

    Maldita sejam as lojas que deixou esse livro indisponível sempre que ia comprar :( Super quero ler essa obra e o fato de ser narrado por um garoto (Mais chances de identificação com a história) só me fazem querê-lo mais. Espero conseguir lê-lo rapidinho.

    Beijos,
    Asas Literárias.

    ResponderExcluir
  9. Já li vários comentários negativos do filme, :(
    Essa temática não me agrada, então não o lerei.

    ResponderExcluir
  10. Tenho 46 anos e levei minhas filhas de 13 e 14 anos para assistir 16 Luas,sem esperar muita coisa,pois tive que ver a saga Crepúsculo e não gostei!Mas esse filme é inteligente,faz o espectador pensar sobre o fanatismo religioso(colocado no filme muito subliminarmente),faz-se pensar sobre o sentido do "bem" e do "mal",leva-nos a reflexão de "quem somos realmente",etc.Na resposta da personagem principal a pergunta sobre se o tio dela era "bom",sua resposta parece uma provocação filosófica:"defina bom?"...Pra mim esse pretenso filme teen,que serviria apenas para distrair,tem um papel importante na construção de pensamentos como: o respeito ao diferente,o que é o amor para nós,confabula com a morte,e,por aí vai.Gostei do que vi.E,filmes de bruxas,vampiros e criaturas malígnas, já foram feitos aos montes,muito antes da saga de Stefhenie Meyer e Margaret Stohl,e ainda existirão.

    ResponderExcluir

Olá! Deixe sua opinião. ;)