A missão de Senar de Licia Troisi

7 de agosto de 2018




A missão de Senar
#2 Crônicas do Mundo Emerso
Autora: Licia Troisi
Editora: Rocco
Edição: 2006
Páginas: 336
Skoob | Goodreads
Compre na Amazon

LEIA TAMBÉM
A garota da Terra do Vento de Licia Troisi
A Missão de Senar é o volume que dá continuidade às Crônicas do Mundo Emerso, da italiana Licia Troisi. Dessa vez, a trama concentra-se no jovem mago e conselheiro, cuja missão no Mundo Submerso pode definir os rumos da defesa das Terras Livres do Mundo Emerso contra o Tirano.

Eu tenho uma noção de tempo péssima. Falo isso porque eu tinha certeza de ter lido A garota da Terra do Vento, primeiro livro da trilogia Crônicas do Mundo Emerso, no ano passado, mas conferindo o arquivo do blog pouco antes de começar a escrever essa opinião descobri, para minha surpresa, que foi no final de 2015 que tirei a série da estante.

Apesar desse tempo extra que eu não lembrava, tenho recordações claras do primeiro e alguns obstáculos que aconteceram lá em 2015 também atrapalharam um tanto a minha leitura de A missão de Senar esse ano. Apesar dos altos e baixos, principalmente sobre as características dos personagens, gosto do mundo de Licia Troisi e por isso insisti na história. No final das contas não me arrependi.

Neste segundo volume da trilogia das Crônicas do Mundo Emerso Nihal e Senar vivem vidas distintas e o enredo é dividido de acordo com cada aventura. Ela busca se consolidar como uma guerreira do dragão, enfrentando obstáculos e preconceitos num ambiente predominantemente masculino, enquanto ele vive uma missão suicida como representante do conselho dos magos em busca de ajuda para o Mundo Emerso.



Nihal, um pouco mais madura e ainda inconsequente, tem missões leves, porém extremamente perigosas, e reencontra um amigo pelo caminho, felizmente sem papel amoroso na história. Senar, por outro lado, tem um desafio que além de incerto depende da confiança em desconhecidos e como é o personagem que dá título ao livro achei justo que seu caminho fosse o maior. No trecho final senti falta da relevância de Senar como no início, mas ainda assim o protagonista tem papel fundamental para o desenrolar da trilogia que acontece no próximo livro.

Os personagens secundários são um bônus a parte nesse volume, mas prefiro não comentar sobre eles porque explica-los, principalmente um deles, seria estragar parte da surpresa da história, pelo menos do meu trecho favorito e daquele que considero mais interessante porque conta também um trecho do passado do Mundo Emerso.

A história do vilão das Crônicas do Mundo Emerso foi revelada, embora ele continue como uma figura misteriosa, e apesar de todos os esforços o seu exército continua imbatível. Gostei muito de como Licia Troisi desenvolveu a importância do antagonista e até de como alguns personagens importantes para a história de Nihal e Senar têm um passado não muito admirável. A autora parece reforçar a mensagem de que quedas e tropeços acontecem muitas vezes, assim como erros, mas cabe a força de vontade superar barreiras e acabar com preconceitos.



Como antecipei nos primeiros parágrafos senti falta de um equilíbrio nas aparições de Senar e Nihal principalmente no trecho final e meu porém com o livro sem dúvida foi o desenvolvimentos dos personagens. Continuo achando a construção dos dois protagonistas contraditória porque a autora parece passar a ideia de história com viés feminista, mas reforça muitos conceitos machistas em momentos que a criatividade poderia ter cooperado com a ideia geral.

Apesar dos problemas A missão de Senar foi uma boa leitura e gostei de ter continuado a trilogia. No final das contas até penso em ter contato com os outros livros de Licia Troisi sobre o Mundo Emerso para saber como ela aproveitou essa ideia e se melhorou a escrita. Minha nota para o livro foi de três estrelas no Skoob e recomendo a leitura para quem gosta de fantasia infanto juvenil ou jovem adulta, histórias com dragões e magia e territórios peculiares, cheios de criaturas e diversidade.

Beijos!

Fotos: Nine Stecanella
*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners da Amazon e Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine