Mídias Alternativas

16 de outubro de 2009


A discussão surgiu no segundo dia do Seminário Brasil – França, organizado pela professora Kenia Pozenato, na UCS. O assunto mídias alternativas gerou opiniões distintas. E me fez pensar também. 

Mídias alternativas, por origem, eram os lugares onde eram noticiadas as informações que as grandes empresas suprimiam ou encobriam em seus veículos e programação. Principalmente na Ditadura Militar. 

Só que nos dias de hoje, com as novas tecnologias, e acesso a muitas informações, esses conceitos se confundiram. Será que nosso blog, nosso podcast, nosso Twitter e Orkut podem ser considerados mídias alternativas por carregarem nossas ideologias ou são páginas que contém opiniões individualistas?

Se alguém tem opinião formada sobre isso manda um recado. Ainda tô pensando nas diversas possibilidades.

Um comentário

  1. Olha sóóó! E eu achando que tu já estavas longe essa hora! hehe
    Acredito que a parte da palestra que mais me esclareceu esse assunto foi quando o professor Brittos disse: "não adianta criarmos novos meios para dizer a mesma coisa". Convenhamos, é bem por aí.
    Mídias alternativas eu encontro aos montes! Agora opinião alternativa (e coerente)... isso já é bem mais complicado.
    Beijos, Nine.

    ResponderExcluir

Olá! Deixe sua opinião. ;)