Once Upon a Time: 5ª temporada – o que gostei e o que não gostei

3 de abril de 2017

Há alguns anos eu gravei um vlog animadíssima com Once Upon a Time. Na época fiz maratona da série e assisti a primeira – e parte da segunda temporada, em poucos dias. Nos últimos anos minha relação com OUAT teve altos e baixos, mas não consegui abandonar. E hoje eu finalmente resolvi sentar para escrever sobre a produção da ABC.

Comecei a assistir a 5ª temporada em janeiro e terminei em abril. Tudo bem que não vi muita coisa nesse período, mas a três episódios do final eu deveria estar mais empolgada com OUAT, né? Sem dúvida, essa temporada me envolveu mais que a 4ª, mas mesmo assim... A série usa a mesma fórmula todos os anos e isso cansa. Vou compartilhar meus pontos favoritos e o que não gostei da season 5 e desde já espero a opinião e participação de vocês nos comentários.

ESSE POST CONTÉM SPOILERS!

Cinco temporadas depois e os heróis continuam caindo em golpes tão fáceis. Não é possível que todas as vezes eles sejam passados pra trás. Não é. Essa fórmula pode até funcionar para a primeira fase da série, mas agora não faz sentido. Com o universo expandido e os vários personagens que fazem parte do enredo principal não é mais interessante mudar para algo sombrio ou talvez aventureiro?




Na temporada 5 conhecemos Hades e o Submundo. E com ele vários outros personagens ressurgem na série. Eu gostei muito dos primeiros episódios neste novo cenário, mas logo perdi o interesse. A história de Oz e Dorothy no meio disso, e a volta de Chapeuzinho Vermelho, embora legais, não me empolgaram também. Emma e Gancho e o romance impossível. Minha torcida por eles é enorme, mas haja empecilho na vida dessa família.

Rumple é um dos meus personagens favoritos, mas essa enganação de ser bonzinho para ficar com a Bella já deu. Finalmente ele se assume como o Senhor das Trevas e paga, novamente, um preço alto por isso. O núcleo desse personagem é um dos que mais gosto e me motiva a continuar com a série. E com um herdeiro a caminho tudo pode acontecer.

Regina é atualmente minha personagem preferida de Once Upon a Time e o foco volta a ser dela no final da 5ª temporada. Adorei a volta da Evil Queen e o que pode acontecer durante a próxima fase da série. Outro ponto alto na minha opinião foi a aproximação de Regina e Zelena, a Wicked Witch of The West, e a história familiar das duas. Emma se livrou das trevas facilmente, o que achei um erro e tanto da temporada, mas sua ligação com Regina cresce e torço para que renda boas aventuras no futuro. 



É claro que preciso comentar sobre a aparição de Dr. Jekyll e Mr. Hyde no final da temporada. E não tenho certeza se gostei, principalmente porque não combina com os outros personagens. A presença dessa figura macabra em Storybrooke sem dúvida vai render umas brigas legais, mas não sei se o “universo dos exilados” me convenceu.

A 6ª temporada já começou, mas provavelmente vou assistir quando todos os episódios forem lançados. Até lá a meta é fugir de spoiler e tentar especular o que está por vir, hehehehe. Certamente novos personagens devem aparecer no universo de OUAT e minha principal dúvida é como eles serão inseridos na série. Nos vemos para falar de Once Upon a Time em alguns meses!

Beijos!
Imagens: Divulgação