Por que atualizar o blog e o canal se tornou tão difícil?

17 de agosto de 2016

Sento para escrever este texto com um café quentinho ao lado e o sentimento de que preciso sim conversar com vocês sobre o tema. Em outras épocas essa publicação entraria para a lista dos desabafos, mas hoje eu a considero como uma reflexão. Afinal, porque é difícil continuar com algo que gostamos? Não deveria ser assim, certo? Pois então, errado.

Verdade seja dita: 2016 era pra ser "o" ano no quesito conteúdo e produtividade para o Estante da Nine, mas desde os primeiros meses eu percebi que não seria assim. Apesar da lista grande de ideias e pautas para produzir posts e vídeos para o blog e o canal, eu não consegui transformar isso em ação. E os motivos são variados.

E é justamente quando penso nos motivos que percebo a importância de sentar para escrever esse post. Não apenas para conversar com vocês (e sei que muitos têm passado pela mesma fase), mas também para que eu tenha mais confiança nas minhas ideias e as coloque em ação. Por quê? Bom, porque a maioria das razões que me desmotivam são externas, por assim dizer. Claro que existe as épocas que estou desanimada, mas tenho lidado com isso de forma mais tranquila e natural.

O que eu quero dizer é: adoro manter o blog e o canal, mesmo com as adversidades, mas ultimamente tenho me questionado o quanto de tempo e espaço ele merece ocupar na minha vida. Eu tenho tempo disponível? Sim. Eu tenho ânimo para publicar todas as minhas ideias? Não! Por quê? Principalmente porque estou cansada de assistir sempre os mesmos vídeos. E gravar sempre os mesmo vídeos. E perceber que apesar de uma ou outra semana de exceção, o blog e o canal têm perdido, e muito, da interatividade com os leitores/ inscritos. 




Fico incomodada com a postura de alguns inscritos/ seguidores que esperam que todos os canais sobre livros imitem o formato dos mais populares. Fico chateada em perceber que canais tão legais são pouco vistos e de abrir minha página do Youtube e ver 10 vídeos no mesmo dia sobre o mesmo tema. Me deprime que as resenhas de livros, o formato de post que mais gosto de escrever e gravar, seja o menos acessado pelos leitores/ inscritos. Faz séculos que não recebo um comentário num texto de resenha no Estante da Nine

Além disso, existe a questão de alguns formatos diferentes que já planejo incluir no Estante da Nine desde 2014 e ainda não tive coragem. São posts e vídeos que demandam mais tempo, produção e gravações externas e, se já ando desmotivada para gravar em casa, pensem então em encontrar ânimo para preparar todos esses roteiros. As ideias vão sair do papel em algum momento? Sim, eu espero que sim. Mas também espero que tudo isso aconteça na hora em que eu chegar a conclusão de que vale investir meu tempo em produzir todos esses conteúdos. E que vocês estarão do outro lado para ler e assistir.

Para terminar, sim, me incomoda particularmente que os produtores de conteúdo façam campanhas massivas para arrecadar inscritos. É errado? Claro que não, mas quem já tem um blog e/ou um canal há mais tempo sabe que esse formato foi utilizado em outras épocas e que apesar de numericamente ser expressivo, muitas vezes não representa a valorização real do trabalho. Ou são pessoas que vão deixar de acompanhar assim que o sorteio acabar. Aquele envolvimento focado na participação e interação dos inscritos e seguidores, sinceramente, vejo pouco. É como se todos nós precisássemos seguir o modelinho book haul + 10 TAGs/ listas por mês para, quem sabe, ganhar um novo leitor. Não, obrigado. Prefiro continuar com o Estante da Nine em ritmo lento e sem obrigação, do que postar só por postar.

Amigos e leitores, obrigada por estarem aqui sempre. Claro que o Estante da Nine não vai terminar, afinal já passamos por outras fases conturbadas por aqui, hehehe. Eventualmente o blog e o canal ficarão por alguns dias sem atualizações, mas nada definitivo. É possível que algumas semanas sejam movimentadas e outras nem tanto. O que eu quero dizer mesmo é que prefiro ficar por um tempo sem publicar do que postar qualquer coisa. Ou postar por obrigação. O primeiro passo para melhorar e evoluir é saber aceitar que de vez em quando é preciso de um tempo para pensar. 

Beijos!
Foto: Nine Stecanella