Ethernyt: A guerra dos anjos de Márson Alquati

23 de novembro de 2011




Ethernyt: A guerra dos anjos
Autor: Márson Alquati
Editora: Giz Editorial
Edição: 2009
Páginas: 448
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
A contagem regressiva para o Fim dos Tempos já foi iniciada e não pode mais ser contida... Quando o agente especial Rafael Thomas aceita o encargo de investigar a morte de um diplomata estrangeiro em solo brasileiro, ele não imagina no que está se metendo. Aos poucos, a verdade vai surgindo e ele descobre que por trás daquele crime encontra-se uma poderosa seita de fanáticos, cuja única pretensão é valerem-se de uma antiga profecia apocalíptica para deflagrarem o Armagedon Bíblico.

Ação. Suspense. Aventura... E pitadas sobrenaturais.

Tudo começa com o assassinato de um diplomata francês em solo brasileiro. O que deveria ser uma investigação criminal de nível internacional se torna uma aventura pelo mundo. Até metade do livro, Márson Alquati nos envolve em uma trama de mistério e aventura que dá ao enredo um tom policial. Como primeiro livro de uma trilogia, os capítulos iniciais são cansativos em função da apresentação dos personagens, dos locais por onde passam e dos primeiros sinais de mistério, mas nada que comprometa o livro (ou a leitura).

Mas onde estão os anjos que dão título ao livro? Calma! Lá pela metade deste primeiro volume eles (os anjos), começam a dar sinais de sua existência e sua influência na aventura do agente Rafael Thomas e os Escolhidos (para saber porque eles são os escolhidos, vocês PRECISAM ler o livro =D). Uma das coisas que mais gostei foi como o autor introduziu os anjos na história. E para aumentar a tua curiosidade, leitor do Estante da Nine, vai uma dica: eles não são anjos como vocês imaginam, embora tenham inspirado a imagem clássica dos seres alados.

A partir daí Ethernyt: A guerra dos anjos desbrava os principais cenários do mundo em busca de respostas para o mistério que envolve o assassinato do início da história. Mas ao longo de cada país, novas pistas vão surgindo, mostrando aos Escolhidos, que na verdade, eles estão envolvidos em algo que pode destruir a Terra.


Todos os personagens do livro vivem em conflito entre o bem e o mal. O que me agradou, já que mocinhos perfeitos estão sobrando por aí. Todos os personagens centrais (são vários, outra coisa que gostei muito) completam o pensamento ou a habilidade do outro, de modo que a união prevalece em ambos os lados.

Os pontos negativos do livro ficam na descrição das armas usadas durante a trama (já te falei isso né Márson?!), extensas demais. Por vezes perdi o foco no enredo e a personalidade do agente Rafael Thomas (ok, ninguém mais concorda comigo, mas ele me irritou) que em momentos cruciais agiu por instinto sem pensar nos riscos envolvidos.

Uma leitura para os fãs de tramas policiais, de aventuras e claro, fantasia. Ethernyt: Sob o Domínio das Sombras é o segundo volume desta aventura. Ethernyt: O Destino dos Escolhidos encerra a trilogia de Márson Alquati.

PARA VER E OUVIR
*Quem acha que Blind Guardian é sinônimo de livros de fantasia toca aqui o/


Beijos!