Pobre não tem sorte de Leila Rego

6 de outubro de 2011





Pobre não tem sorte
Autora: Leila Rego
Editora: All Print
Edição: 2009
Páginas: 208 
| SKOOB |
Toda garota do interior sonha em se casar com o cara de seus sonhos, ter uma casinha, filhos e ser feliz até que a morte os separe, certo? E se esse cara for lindo, rico, super fashion e divertido? E se tal "casinha dos sonhos" for um mega apartamento no melhor bairro da cidade? Uau! Mariana encontrou o cara perfeito e vai se casar com ele! E nada de casinha! Isso é coisa de gente que pensa pequeno. Mariana vai ter o apartamento dos sonhos que já vem incluso no pacote: case com um homem rico e vá morar em grande estilo. E quanto a filhos e ser feliz até que a morte os separe... Bem, ela ainda não pensou nesses detalhes. Afinal as prioridades vão para as coisas bem mais interessantes como, por exemplo, o vestido de noiva perfeito, o que o colunista vai dizer sobre o seu casamento no tabloide de domingo, o que as amigas e inimigas irão comentar, quem entrará na lista de convidados para sua despedida de solteira, etc. Mas isso só sura até um dia em que Mariana... Bom, leiam o livro e descubram.

Divertido, engraçado e dramático. 

Minha expectativa em relação ao livro era mil e felizmente quando comecei (e terminei) a leitura, tudo aquilo que eu imaginava (ou esperava) estava lá. A autora Leila Rego soube conduzir perfeitamente a história de Mariana, a personagem principal, de uma forma tão clara e viva que o leitor não fica indiferente ao que ela passa e da mesma forma experimenta muitos sentimentos (bons e ruins) ao longo da narrativa. 

Mariana é pobre, mas se comporta como se fosse rica. Cultiva hábitos que não condizem com sua realidade, comete excessos e não vê nada de errado nisso. Este é o primeiro confronto que o livro traz ao leitor: a personagem é tão obcecada pelo status e por mudar radicalmente de vida, que perde a noção de fazer o julgamento (correto) da sua própria realidade.

Outro ponto importante é que todas as pessoas que convivem com Mariana tentam, de alguma forma, alerta-lá sobre suas atitudes, como esconder sua família e sua casa, tentando ocultar sua origem humilde, com medo de ser rejeitada pelas "amigas". O problema todo, é que ela não vê sua vida desta maneira e não leva em consideração os conselhos que recebe. 

A narrativa é conduzida pela própria Mariana e por certos momentos fiquei extremamente nervosa com ela por não perceber o rumo que sua vida estava tomando. O livro não é temporal. Ele começa contando o ponto alto dos acontecimentos, volta para explicar como se chegou até ele e termina com o desfecho final de tudo que passou. Gostei muito, porque a curiosidade aumenta a cada capítulo. 

O grande mérito da autora foi trazer em forma de livro e da personagem Mariana algo que acontece muito na realidade e certamente qualquer um de nós conhece alguém com essa fixação por marcas, dinheiro e colunas sociais. Leila Rego soube expressar muito bem o que acontece com pessoa que só pensem em mesquinharias. Mas a história de Mariana não termina com a grande lição. Ela parte em uma nova aventura em Pobre não tem sorte 2...

PARA VER E OUVIR
*Adoro o clipe da Pink, acho que de certa forma, combina


Beijos!