Crescendo de Becca Fitzpatrick

4 de março de 2011




Crescendo
#2 Hush Hush
Autora: Becca Fitzpatrick
Editora: Intrínseca
Edição: 2011
Páginas: 285
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino

Nora deveria saber que sua vida estava longe de ser perfeita. Apesar de começar uma relação com seu anjo da guarda, Patch (quem, título à parte, pode ser descrito como qualquer coisa, menos angelical), e sobreviver a um atentado a sua vida, as coisas não parecem melhorar. Patch está começando a se afastar e Nora não consegue descobrir se é para o seu próprio bem ou se o seu interesse voltou-se para sua arqui-inimiga, Marcie Millar. Sem contar que Nora é assombrada por imagens de seu pai e ela fica obcecada querendo descobrir o que realmente aconteceu com ele naquela noite em que ele partiu para Portland e nunca voltou para casa. Quanto mais Nora se aprofunda no mistério da morte de seu pai, mais ela começa a se perguntar se sua ascendência nefilim tem algo a ver com isso, assim como o por quê de ela estar em perigo com mais freqüência do que as garotas normais. Já que Patch não está respondendo suas perguntas e parece estar atrapalhando, ela tem que começar a procurar as respostas por si só. Confiar demais no fato de que ela tem um anjo da guarda põe Nora em perigo de novo e de novo. Mas ela pode mesmo contar com Patch ou ele está escondendo segredos mais obscuros do que ela pode imaginar?

Expectativa é a melhor palavra que define a situação de Janine + Crescendo. Quando vi o livro em pré-venda, não contive a curiosidade e comprei. Depois disso, foi mais de um mês de espera até que o livro, enfim, chegasse. Aprendi a não criar muitas expectativas, por conta da decepção, mas Crescendo atingiu 90% daquilo que eu esperava.

Depois de tantas resenhas sobre o livro na última semana, não existe muito, falando do geral, o que falar. Só minha opinião mais do que clara sobre ele. Sussurro foi o melhor livro do gênero que li no ano passado. Pela narrativa, personagens e trama. Crescendo segue a mesma linha, mas neste livro Nora e Patch não estão mais juntos. E farei uma resenha dividida por personagens.

Patch continua misterioso e mais sombrio do que nunca. Fiquei um pouco irritada com o fato de demorar um livro inteiro para explicar a Nora os motivos de toda a mudança. Afinal, se ele é um bad boy, podia muito bem ter feito ela escutar tudo e entender os motivos. Mas aí existe uma outra questão: toda a personalidade da Nora em Crescendo é motivada pelo distanciamento e separação de Patch, o livro ficaria com metade das páginas. Mas enfim, Patch continua excelente nesse livro.

Vee e Marcie são fundamentais nesse livro. Não gosto de nenhuma delas, mas Vee enfim deu conselhos de amiga, coisa que em Sussurro não acontecia e ela acabava como aquela personagem superficial. Já Marcie faz mais do que nunca o papel número um de inimiga mortal de Nora. Com muito humor, diga-se. Um toque extra para o livro.

Chego enfim na Nora. Pra mim, extremamente chata nesse livro. SIM, ELA TINHA TODOS OS MOTIVOS PRA ISSO. Mas acho que a Becca insistiu muito no ciúme louco dela em relação a Patch e Marcie, e ficou chato. Enjoativo. Nora teve algo mais interessante nesse livro pra mim: o fato de buscar explicações para a morte do pai e mistérios que surgiram ao longo da história, podia ter mais disso e menos de ciúme.

Nada se compra ao final do livro, que foi tipo O QUÊ? Um dos melhores que já li até agora. Sim, você vai saber tudo que aconteceu antes de Patch aparecer na vida de Nora, ou quase tudo. Então, se ainda não leu Sussurro e Crescendo, corra. Agora paciência é a palavra de ordem. Silence deve sair só em maio nos EUA.

Em vez de responder, Patch suspirou com frustração. A verdade era que tudo ia terminar mal. Não importava o quanto a gente mudasse de idéia, parasse ou olhasse para o outro lado - um dia, muito em breve, nossas vidas se separariam. O que aconteceria quando eu terminasse o ensino médio e fosse para a universidade? O que aconteceria quando eu fosse atrás do emprego dos meus sonhos, do outro lado do país? O que aconteceria quando chegasse a hora de casar e ter filhos? Eu não estava fazendo um favor a ninguém ao me apaixonar por Patch um pouco mais a cada dia. Será que eu queria mesmo continuar nesse caminho sabendo que só poderia terminar em sofrimento?
página 44

Beijos!

*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine