Geek love: o manual do amor nerd de Eric Smith

28 de julho de 2014





Geek love
O manual do amor nerd
Autor: Eric Smith
Editora: Gente
Edição: 2014
Páginas: 208
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
Eric Smith sabe mais do que ninguém que existem prazeres imensos na vida geek. Amigos incríveis, conversas até de madrugada sobre realidades alternativas ou até mesmo o simples prazer de ler aquele lançamento de quadrinhos. No entanto, chega um momento na vida de todo nerd em que o amor bate à porta e daí vem a hora de jogar o xadrez tridimensional que é o mundo dos solteiros. Não se desespere, jovem Padawan! Deixe Smith guiá-lo por esse caminho e descubra que amar é muito mais do que flores e bombons. Afinal, nada é normal na vida do nerd, e o amor não é senão o mais extraordinário dos fenômenos humanos.

Devo confessar que quando solicitei Geek love para a Gente Editora foi porque me encantei pela capa (e pelo título). Não me considero nerd nem geek, mas os ensinamentos do livro são para pessoas, coisa que todos nós somos (você é né?!). Apesar de ter aproveitado muitas sugestões de Eric Smith, o conteúdo é focado no público masculino. Sabe, como os protagonistas de The Big Bang Theory? (Impossível não lembrar da série a todo instante e também existem várias referências a ela) 


O livro é mesmo um manual. Com dicas para aquele garoto tímido e introspectivo se aproximar da possível paixão ou encontrar uma. Depois do contato inicial, Eric Smith tece uma teia de possibilidades, prós e contras, e como reagir a cada uma das situações. O livro não tem o propósito de desvendar o universo, apenas aconselhar os mais desavisados que, por exemplo, julgar uma possível pretendente por suas séries ou jogos favoritos pode ser uma péssima ideia. 

Aquele tom de autoajuda foi mascarado pelas várias partes engraçadas e referências a cultura pop, o que gostei muito. Reconheci a maioria, mas nem todas. E confesso que fiquei perdida em certos momentos, afinal eu não entendi alguns dos trechos sarcásticos (Sheldon, finalmente sei como você se sente). Desta forma, se você não for um nerd/ geek superantenado, é possível que alguns momentos dos capítulos não façam muito (ou todo) sentido.

Apesar de ser um guia voltado ao público masculino, como falei no começo, pude aproveitar várias dicas. Muitas vezes, por questão de opinião, desmerecemos ou rejeitamos o gosto do outro. E isso não afasta apenas pretendentes, mas amigos em potencial. Outro aspecto que achei interessante é que Eric Smith procura enfatizar que sempre há um aprendizado, seja quando uma situação ou relacionamento deu certo, seja quando deu errado. E todos nós sabemos que realmente é assim. Mesmo que no momento mais depressivo não reconheçamos.




O livro tem layout e diagramação que favorecem a leitura, todo trabalhado em símbolos de games (lembrei das revistas que meu irmão comprava, quando era criança, sobre jogos do PS2). Apesar de ter dicas universais, o público masculino ganha muito mais com o guia e Geek love é super recomendado se você tem aquele amigo meio Howard Wolowitz

BÔNUS: Eric Smith, obrigada por deixar registrado nas páginas de seu manual o quanto Firefly é legal e o quando foi INJUSTO ser cancelada tão sedo! Terá uma fã eterna aqui.

Beijos!
Fotos: Rodrigo Vargas/ RDX Design
*Livro recebido da editora Gente
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine