Como ser um pirata de Cressida Cowell

7 de março de 2012



Como ser um pirata
Autora: Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Edição: 2010
Páginas: 224
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino

SUGESTÕES DE LEITURA
Soluço Spantosicus Strondus III
Soluço Spantosicus Strondus III foi o mais grandioso herói já visto em todo o território viking. Ele era bravo, impetuoso e muitíssimo inteligente. Mas até mesmo os grandes heróis podem ter dificuldades no começo. Principalmente se têm como companheiro um dragãozinho teimoso e mal-educado. Nesse novo livro arrepiante, Soluço conta mais uma aventura do inicio de sua história - quando ele ainda tinha muito o que aprender sobre como usar uma espada, sobreviver a naufrágios, escapar de dragões homicidas e desvendar os mistérios de um tesouro pirata muito bem escondido...

Difícil não se envolver com um livro que, embora seja voltado ao público infantil, consegue atingir uma gama de leitores muito maior. Depois de conhecer esses adoráveis personagens em Como treinar seu dragão, embarcamos em uma nova aventura junto com os medrosos valentes Soluço, Banguela e Perna-de-peixe em Como ser um pirata.  

A narrativa continua, como no primeiro volume da série, com um tom que mistura humor e aventura. Neste livro, o que impulsiona os vikings a sair da sua pacifica ilha é a busca por um tesouro perdido há muito tempo, de Barbadura, o Terrível. Para Soluço, isto é uma grande bobagem, além de ganância, mas como sempre, ninguém ouve seus conselhos.

Mesmo com passagens hilárias, o livro tem uma "moral da história" mais séria que o anterior. Fica evidente que embora Soluço e Banguela sejam constantemente hostilizados pelo resto da tribo, o que conta para o viking é a verdadeira amizade de Perna-de-peixe e o amor de seu pai. Além da certeza de agir com a cabeça (na maioria dos casos, afinal de contas, como aventura, as vezes não há tempo pra pensar).

Como o livro é curto, prefiro encerrar por aqui antes de contar algum super spoiler. Mas lembre-se: Soluço já encarrou duas aventuras ao final deste livro e, portanto, já tem alguns aprendizados em sua "bagagem" viking. Uma coleção indicada aos jovens leitores... e aos nem tão jovens assim também!

O trabalho da Intrínseca segue impecável, com uma boa tradução, projeto gráfico e capa.

Beijos!

*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine