4 de julho de James Patterson

19 de março de 2012



4 de julho
#4 Clube das mulheres contra o crime
Autores: James Patterson e Maxine Paetro
Editora: Arqueiro
Edição: 2011
Páginas: 207
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
Lindsay Boxer é uma policial exemplar. Chefe do Departamento de Homicídios da Polícia de São Francisco, a tenente recebeu várias medalhas e menções honrosas durante seus 10 anos de serviço. Ao fim de um cansativo dia de trabalho, Lindsay se encontra com Claire Washburn e Cindy Thomas num bar. As três amigas compõem o Clube das Mulheres contra o Crime, grupo que tenta solucionar os casos ocorridos na cidade. Após alguns drinques, a tenente recebe uma ligação do inspetor Warren Jacobi. Ele acaba de localizar um veículo suspeito, visto na cena de um crime. Em poucos minutos Lindsay está no carro de Jacobi, cruzando a cidade na cola de um Mercedes preto. Depois de uma longa perseguição, a abordagem policial acaba fugindo do controle. Os dois adolescentes que estavam no carro reagem, descarregando suas armas contra a dupla de policiais. A tenente atira em legítima defesa, mas o resultado é uma menina morta e um garoto tetraplégico. Lindsay é acusada, entre outras coisas, de má conduta profissional e se vê num lugar que nunca imaginaria ocupar: o banco dos réus. Será o fim do Clube das Mulheres contra o Crime?

Gostei de James Patterson assim que conheci seu trabalho em O dia da caça. Minha expectativa era ótima para 4 de julho e no meio disso tudo li algumas reportagens sobre o autor, que está nos refletores de todo o mundo, pelo número de livros vendidos. O que descobri: ele conta com a ajuda de ghost-writer para escrever sua imensidão de livros. Isso não deixou de ser um pouco decepcionante, enfim...

Embora seja um livro curto, de 207 páginas, o enredo principal é dividido em três etapas. A primeira parte gira em torno do julgamento da tenente Lindsay Boxer, que após atirar em dois adolescentes, vê sua carreira na polícia desmoronando. O segundo momento do livro tem como fio condutor crimes que acontecem em uma região pacata, onde Lindsay passa férias forçadas e que, aparentemente, não tem pontos em comum. E por fim, a união de todos esses elementos, que fazem parte de todo o pano de fundo da história. 

Achei um livro curto para a quantidade de informações apresentadas. Ainda sim, foi interessante perceber o equilíbrio que os autores tiveram em destacar elementos importantes. Lindsay Boxer é uma ótima protagonista: segura, inteligente, desafiadora e muito curiosa. Mas passa longe de Alex Cross, outro ótimo personagem de Patterson.

Minha maior frustração foi descobrir que este é o quarto volume da coleção Clube das mulheres contra o crime. É lógico que é possível ler e entender toda a história. Mas as personagens fazem referências a casos passados, ao qual não conheci. Os três primeiros volumes foram lançados pela Rocco, enquanto 4 de julho e O 5º cavaleiro saíram pela Arqueiro.

Achei muito sutil a participação do clube neste volume. Esperei mais ação, no entanto, a história ficou centrada em Lindsay. Gosto muito da narrativa de James Patterson. Um texto sóbrio, coerente e veloz, embora, em alguns momentos, superficial. Me incomoda apenas os capítulos bem curtos, o que acaba picotando demais o livro. O romance é sutil mas importante. Quebra os momentos de tensão e mistérios, envolvendo o leitor. Paira uma nuvem de desconfiança em relação a todos os personagens e isso foi o que mais gostei. 

Indico para os fãs de literatura policial , ação e mistério. 

Beijos!

*Livro recebido da editora Arqueiro
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine