Livros antigos

1 de junho de 2009


Aconteceu uma coisa engraçada comigo na última semana. Tava fazendo a ronda na mochila do meu 'irmazinho' (credo, eu não era alienada assim na minha pré-adolescência, com 12 anos ele acha que é o dono da razão) quando encontrei o livro que ele tinha retirado na biblioteca pra fazer a leitura da semana.

Sabe o que era? Agatha Christie. Sim, ela mesmo. Já tinha lido alguns livros dela, também na escola (na mesma escola estadual que meu irmão estuda hoje), mas na época tinha uma dificuldade de continuar as leituras pelos nomes dos personagens e dos locais (lógico, era britânica). Meu irmão não terá esse problema, afinal que geração avançada!

Me surpreendi porque meu irmão é meio desleixado e sem muito interesse (minto, ele tem interesse sim, jogar futebol, e no caso futsal também) e mesmo com todas as nossas cobranças e explicações ele é, ainda assim, teimoso. Enfim...

Acredito que ele pegou aquele livro por mero acaso (sabe quando a gente escolhe pelo nome, cor ou pela imagem da capa?!), mas já fiz uma propaganda pra autora.

E claro que peguei o livro pra ler. O Assassinato de Roger Ackroyd (uma das principais obras) tem uma linguagem clara. Fico imaginando essa autora em sua época, como era a recepção do seu trabalho. Suas obras são aquelas que até não chegar ao fim, não conseguimos para de ler. Mesmo 'raptando' o livro do meu irmão, já combinamos, não tem erro, ele vai começar a ler ainda hoje.

PS: tô lendo também, A forma do filme, do Sergei Eisenstein. Tudo pra aula de edição.

7 comentários

  1. Miss Marple é meu sonho de velhice e se eu fosse 30 anos mais velha, certamente me apaixonaria pelo Hercule Poirot.
    Se te interessar, tenho uma penca de livros, vídeos, jogos dela... só pedir ;)

    ResponderExcluir
  2. Até hoje não peguei um livro dela pra ler... Ainda consigo! O último romance que li foi A Casa de André Vianco. Adorei. No mais tenho lido muitos livros pra Teoria I e Filosofia... trabalhos pra fazer... Nas férias quero ver se busco algo fora do curso hehe.

    E sim, as crianças estão cada vez mais "adultas", é impressionante. Olho pra elas e lembro de mim pequena e penso "eu não era assim"... hehe
    Não sei se isso é bom ou ruim. Acho que tem os 2 lados.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. pois é...eu também li muito Agatha!!! éra uma época legal, 12 anos...a vida passa muito rápido!!!! bacana o blog, parabens

    ResponderExcluir
  4. Já li livros da Agatha. Não me lembro quais...
    Quer dizer, que além de ler também ama cozinha?
    Um bom casamento.

    *Obrigada pelo comentário.
    Atémais!
    Anny(@Annyllinha)

    ResponderExcluir
  5. O primeiro livro que li dela foi "Hora Zero", acho que não é muito conhecido, pelo menos, nunca me disseram "também li Hora Zero". A primeira vez que li eu tinha uns 12 ou 13 anos e sinceramente, percebi isso depois de reler o livro em 2008, deixei de perceber muita coisa da história. Mas, super legal isso, de a pessoa ter interesse em ler (nem que seja pela capa, pela cor, afinal já é um começo..). E como incansável fã, acho que uma das que contribuiram imensamente para que essa mentalidade fosse algo tão grande quanto é hoje, foi J.K. Rowling. A melhor autora, na minha opnião, admiro muito seu trabalho! Acho que depois dela, ler ficou mais popular principalmente entre jovens (apesar de eu achar que Harry Potter absolutamente não é livro de criança).

    ResponderExcluir

Olá! Deixe sua opinião. ;)