Leitura todo dia: semana 37

28 de outubro de 2017

Atrasado é pouco para definir as edições do projeto Leitura todo dia que eu deixei para trás aqui no blog. Então, para mudar as coisas, vou aproveitar o sábado para atualizar as colunas pendentes, começando pela semana 37, que rolou entre os dias 11 a 17 de outubro e começou com leitura zero no primeiro dia. Depois de algumas semanas de boa leitura, o ritmo diminuiu.

A semana 37 também teve minha volta para Saga de Érico Veríssimo, livro que infelizmente leio poucos capítulos sempre que pego. Toda vez que eu planejo dedicar algumas horas para obra algo inesperado acontece e muda meus planos. A história chegou em um ponto crucial, já muito próximo a guerra, e com as dilemas sérios sobre a vida. Espero sinceramente concluir a história em breve.

A primeira leitura da bolsa da semana 37 foi Otelo de William Shakespeare e também foi o livro concluído do período. Adorei a peça, principalmente por tratar de temas como a manipulação e calúnia e por apresentar um personagem que para a guerra e entre os companheiros é tão admirável e valente, mas que a ideia de uma traição se transforma em um assassino. Em breve vou comentar mais sobre Otelo no Estante da Nine e deixo desde já a recomendação.

A semana 37 encerrou com uma nova escolha para a bolsa e a opção da vez foi A morte dos mortos vivos de John Russo, história de suspense que eu tirei da estante principalmente porque muitas pessoas que eu acompanho estão fazendo projetos de leitura temáticos para esse mês e fui influenciada a escolher algo sombrio. A primeira impressão da história foi positiva e sigo contando sobre a experiência nos próximos resumos. E vocês, o que leram?

Assista ao vlog da semana 37 do projeto Leitura todo dia

LIVROS
Saga de Érico Veríssimo (compre na Amazon)
Otelo de William Shakespeare (compre na Amazon)
A noite dos mortos vivos de John Russo (compre na Amazon)

Beijos!

*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners da Amazon e Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine