Não deixe o sol brilhar em mim de Evandro Raiz Ribeiro

11 de maio de 2012




Não deixe o sol brilhar em mim
Autor: Evandro Raiz Ribeiro
Editora: Dracaena
Edição: 2011
Páginas: 308
| SKOOB |
Em Não deixe o sol brilhar em mim o autor volta no tempo em um acerto de contas com o passado. Misturando reminiscências de sua infância com ficção, conta a história de Dennis e Valquíria, dois pré-adolescentes perdidos na solidão de suas vidas, cada um preenchendo o vazio existencial que há no outro em meio aos anseios da adolescência, descoberta do primeiro amor e amizade sincera. Porém Valquíria tem um segredo terrível. Não deixe o sol brilhar em mim é uma história de vampiros diferente em que a fuga da solidão ultrapassa o limite do sobrenatural.

Evandro Raiz Ribeiro é brasileiro de Recife, morou um tempo no ABC paulista - cenário de sua história e atualmente vive no Japão. Escreveu Não deixe o sol brilhar em mim, livro sobre vampiros, lançado pela editora Dracaena em 2011.

Antes de ter a oportunidade de ler o livro de Evandro Raiz Ribeiro me deparei com muitas resenhas na blogosfera literária e alguns comentários no Skoob. Um ponto em comum em todos os textos era de que o livro tinha uma conotação diferente para tratar sobre vampiros e, de certa forma, pude comprovar. Principalmente porque os elementos principais do enredo não estão relacionados diretamente aos seres noturnos.

O ano é 1976. Dennis, o jovem personagem principal, sai de João Pessoa, na Paraíba, para morar em Santo André, no ABC paulista, com seu tio - após a morte dos pais. Apesar de não se passar no dias atuais, a região já era bem desenvolvida ao final dos anos 1980 e um dos principais polos de migração do Brasil. O primeiro ponto do enredo é o preconceito sofrido por Dennis ao começar na nova escola. O motivo? Ser nordestino. 

O autor descreve com precisão as hostilidades sofridas pelo personagem principal. Acredito que o próprio Evandro Raiz Ribeiro tenha passado por experiências como as de Dennis quando se mudou para a região. O preconceito é infundado, mas existe. Ao mesmo tempo que o livro faz refletir sobre tais atitudes, causa do leitor um certo incômodo pelo comportamento injustificável dos agressores. 

Dennis, no entanto, precisa enfrentar um outro problema. Desta vez, dentro de casa: o ódio de sua tia. Fica claro desde a chegada do garoto a Santo André que Gertrudes, a mulher de seu tio, foi contra sua saída da Paraíba. E a partir disso, faz tudo para transformar sua vida em um inferno. O debate sobre questões familiares foi bem pertinente ao contexto do livro. Acredito que todas as famílias passem por complicações e como cada um reage acaba definindo se o convívio será tranquilo ou não. No caso de Dennis, não foi.

Sem amigos e rejeitado pela tia, Dennis procura passar a maior parte do tempo longe de casa. Sentado em uma praça, ao cair da noite, conhece Valquíria: uma jovem garota, estranha, que aparentemente parece muito humilde, um tanto desleixada e com uma aparência incomum. Ela se torna sua primeira amiga em Santo André. E a primeira (e única) paixão de sua vida.

Evandro Raiz Ribeiro escreveu um ótimo romance a partir do encontro entre Dennis e Valquíria. Como seus personagens são jovens, o autor dosou muito bem cada sentimento e descoberta de ambos. Até que muitos ataques na região começam a levantar suspeitas... Agora você precisa ler para descobrir como tudo termina.  Posso adiantar que na história os vampiros só saem à noite, se alimentam apenas de sangue humano, tem poderes telepáticos e são fortes e rápidos - algumas das principais características do seres "clássicos". 

Sobre a edição: a capa é bem produzida e faz referência a uma personagem da história (será que você adivinha quem é?). A diagramação é boa, facilita e dá fluência a leitura, além das páginas amarelas. Encontrei alguns erros de português - nada gravíssimo, eles (os erros, claro) podem ser corrigidos na próxima impressão do livro. Por outro lado, senti falta de edição em alguns trechos - para dar mais clareza ao texto. O livro tem início, meio e fim. Todas as perguntas são respondidas e o final, embora um pouco previsível, foi ótimo para todo o livro. 

É um ótimo livro para quem gosta de histórias sobre vampiros e, ao mesmo tempo, onde eles não sejam o elemento único e principal do enredo. Tem um bom romance além das discussões citadas acima. 

PARA VER E OUVIR
*booktrailer do livro


Beijos!
*Livro recebido da editora Dracaena