Diários do Vampiro: O despertar de L.J. Smith

26 de agosto de 2010






Stefan Salvatore é imortal. E está condenado. Há séculos ele procura redenção e paz, até que chega a pequena cidade de Fell's Church e conhece Elena... Mesmo sendo a garota mais popular e adorada da escola, Elena se sente sozinha, até encontrar sua alma gêmea Stefan, um vampiro perseguido pelo irmão, Damon... Um vampiro sexy e misterioso. Damon quer vingança a qualquer custo e não medirá esforços para conseguir o que deseja.


[comecei vendo o seriado, então pra mim foi muito difícil começar a ler esse livro]

Como bem diz no topo da capa do livro "deu origem à série de TV Vampire Diaries". Usou muito bem a palavra origem, porque o seriado não tem absolutamente nada a ver com o livro. O que os roteiristas fizeram foi sugar alguns personagem dos livros, readaptar a história e gravar.

Então minha surpresa ao começar a ler o livro foi imensa. Não à toa. Gostei da narrativa. Considero a serie e o livro bem diferentes. Primeiro porque alguns personagens do seriado não existem no livro. Segundo porque a Elena do livro é loira, popular e confiante. Diria até, ambiciosa. A Elena do seriado não tem nada disso. Gostei mais do livro no sentido de que os personagens têm personalidade mais forte. O Stefan não cede logo de início a Elena e o Damon chega "causando" na vida dela.

No seriado, gostei da adaptação da história pra questão dos fundadores da cidade. Mas os personagens ficaram muito descaracterizados, por isso a série inteira ficou como um paralelo do livro. Não sei exatamente o que pensar, porque é o primeiro livro dos Diários do Vampiro. E conheci a série de TV antes. Mas vou seguir lendo, porque a narrativa não deixa de ser emocionante nos dois lugares, justamente pelas diferenças.

Beijos!