Sal de Leticia Wierzchowski

5 de março de 2019




Sal
Autora: Leticia Wierzchowski
Editora: Intrínseca
Edição: 2013
Páginas: 240
Skoob | Goodreads
Compre na Amazon
Um farol enlouquecido deixa desamparados os homens do mar que circulam em torno da pequena e isolada ilha de La Duiva. Sob sua luz vacilante, a matriarca da família Godoy reconstitui as cicatrizes do passado. Em sua interminável tapeçaria, Cecília entrelaça as sinas de Ivan, seu marido, e de seus filhos ausentes, elegendo uma cor para cada um. Com uma linguagem poética, a premiada escritora gaúcha Leticia Wierzchowski, autora de A casa das sete mulheres, dá voz e vida a cada um dos integrantes da família Godoy, criando uma história delicada e surpreendente, enriquecida por múltiplos e divergentes pontos de vista.

Leitura todo dia: semana 108 - um resumo decepcionante!

3 de março de 2019

No canal o projeto Leitura todo dia está em ordem então vou aproveitar o recesso de Carnaval e o embalo da publicação anterior para comentar sobre o decepcionante resumo 108 - que rolou entre 20 a 26 fevereiro, reta final do mês que eu esperava ser super produtiva e foi um grande branco, com tantos altos e baixos que é surpreendente que tenha páginas lidas. A verdade é que nem a progressão diária eu anotei, para ver o nível de desânimo, mas tudo bem, bola pra frente...


Durante toda a semana 108 eu li apenas 35 páginas de O talismã do poder de Licia Troisi, o terceiro volume das Crônicas do Mundo Emerso. O livro começa com clima tenso de guerra e os dois personagens principais, apesar da gravidade da situação, precisam seguir caminhos diferentes. Uma guerreira e um mago parecem a combinação ideal para salvar o mundo do Tirano e espero que a autora aproveite bem o enredo que tem nas mãos. Conto mais assim que avançar no enredo. E por aí, as leituras estão fluindo?

Assista ao vídeo da semana 108 do projeto Leitura todo dia

LIVROS
O talismã do poder de Licia Troisi (compre na Amazon)

Beijos!

*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners da Amazon e Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Leitura todo dia: semana 107

O recesso de Carnaval chegou e com ele a expectativa de organizar a rotina que até agora, não vou mentir, aconteceu aos trancos e barrancos. Hoje vou escrever no Estante da Nine sobre as leituras entre 13 e 19 de fevereiro, a semana 107 do projeto Leitura todo dia, que foi boa e poderia ter sido até melhor. Vamos lá?!

A leitura predominante da semana e também a história finalizada foi Mocinha de Anienne Nascimento. Como eu comentei no resumo 106 eu gostei do período histórico e lugar - Nordeste brasileiro entre os anos 1950 - 1970, da proposta da autora em colocar a sensualidade da mulher em primeiro plano e também o cenário do colégio interno que é gancho para temas importantes, no entanto não gostei do romance, foi um tópico problemático na minha leitura, e por isso não aproveitei mais o livro. Minha nota foi de 3 estrelas no Skoob.



Resumo de janeiro (2019) - A Múmia e comédias românticas!

23 de fevereiro de 2019

2019 começou e o objetivo é incluir na programação do blog todas as colunas que eu costumava gravar mensalmente, por isso hoje está de volta, depois de um ano e outros muitos hiatos, o Resumo do mês, a publicação que eu comento e indico (ou não), os filmes e séries assistidos nos últimos tempos. Janeiro foi um mês atípico porque trabalhei mais do que previa, e mesmo assim consegui ler e assistir algumas coisas na televisão.

Inscreva-se no canal do Estante da Nine no Youtube

O primeiro mês de 2019 foi repleto de exibições de A Múmia e O retorno da Múmia, dois filmes da lista dos favoritos da vida por mesclar arqueologia, história, aventura, romance e humor. Desde que assisti pela primeira vez eu fiquei viciada pela história e a estética da história e como fã do Egito desde criança não é surpresa que tenha acontecido. Durante o ano o filme é exibido várias vezes nos canais por assinatura e vale separar um tempo para conferir essa dica (o terceiro filme não assisto tanto e nem recomendo, por isso não citei por aqui).



As melhores leituras de 2018

21 de fevereiro de 2019

O vídeo com as melhores leituras de 2018 saiu no canal há alguns dias (já é inscrito?), e como virou hábito durante essa semana antes de sair para o trabalho sentei para escrever sobre algumas recomendações que, sempre que possível, merecem a menção por aqui, no Youtube ou nas outras redes sociais do Estante da Nine.

A insustentável leveza do ser de Milan Kundera abriu as leituras favoritas de 2018, lá em janeiro. Livro muito comentado, eu tinha certo receio de não gostar, mas o que encontrei foi uma história com casais incomuns, um cenário político, social e geográfico que eu não conhecia antes e questionamentos que sem dúvidas dos mais relevantes entre tantos que já encontrei nesse mundo da leitura.

Parque Gorki de Martin Cruz Smith reúne um pouco de tudo que eu gosto: crime, investigação policial, um protagonista que não se intimida com autoridades, cargos ou instituições em busca da verdade, relacionamentos problemáticos, Guerra Fria, história, Rússia, contrabando e por aí vai. Tudo recheado com uma narrativa que ao mesmo tempo que descreve, e as vezes é cansativo, coloca o leitor junto com Arcady Renko. Essa coleção merece muito novas edições.


Leitura todo dia: semana 106

20 de fevereiro de 2019

Agora sim o projeto Leitura todo dia está em ordem no Estante da Nine depois de uma semana (na verdade duas), toda atrapalhada. O resumo das leituras entre 6 a 12 de fevereiro saiu atrasado no canal (já é inscrito?), e agora é a vez de comentar sobre o que rolou no blog, porque afinal de contas amanhã é dia de vídeo novo para a coluna. 

A semana começou com a leitura de Uma mulher independente de Elisabeth Forsythe Hailey, na quarta dia 6 e a conclusão da história rolou no domingo, 10. A impressão de que era um livro favorito se confirmou e o enredo é essencial para se debater o papel da mulher na sociedade. Apesar de retratar a virada do século XIX para o XX, o livro tem assuntos ainda extremamente atuais e pertinentes. Ao mesmo tempo que mostra certa evolução, também é possível perceber que outro tanto ainda falta para a sociedade ter uma chance de funcionar coletivamente. 


Leitura todo dia: semana 105

19 de fevereiro de 2019

Fevereiro está repleto de trabalho, o que é ótimo, mas o blog sofre com a correria e a desatualização (lá no canal tenho postado os vídeos dentro do possível), por isso hoje tem dois dupla de Leitura todo dia com as semanas que deixei pendentes por aqui, começando com o resumo 105 e o que rolou entre 30 de janeiro e 5 de fevereiro, período pouco empolgante.

Inscreva-se no canal do Estante da Nine no Youtube (clique aqui)

A semana começou com a leitura de Uma mulher independente de Elisabeth Forsythe Hailey. também o livro predominante do resumo. No geral tem sido um livro incrível, sobre a vida de uma mulher incomum e a frente do seu tempo, e ao mesmo tempo que fala sobre a vida de uma pessoa, retrata também as evoluções sociais, tecnológicas e políticas. Assim que concluir rola recomendação de leitura no Estante da Nine (assina o feed para receber as atualizações por e-mail).



Meta de leitura: fevereiro (2019)

10 de fevereiro de 2019

As leituras de janeiro foram boas, e a meta de fevereiro é ambiciosa. Antes de compartilhar os livros que eu quero ler esse mês (ou estou lendo), decidi abandonar Deuses americanos de Neil Gaiman, livro da TBR jar, que ficou comigo alguns meses, mas não rendeu então vai ficar para outro momento, e assim posso dar sequência na coluna sem o acúmulo de livros em andamento. A TBR jar entra esse mês entre na categoria extra.

Em janeiro não deu tempo de ler um livro recebido de autor ou editora, por isso Mocinha de Anienne Nascimento entra como uma meta fixa para fevereiro, umas das minhas leituras atuais em andamento. Infância dos mortos de José Louzeiro e Uma mulher independente de Elisabeth Forsythe Hailey, ficaram da meta passada e são os primeiros livros que espero concluir esse mês, falei sobre eles nas colunas do projeto Leitura todo dia.


Leituras de janeiro (2019) - Shakespeare, Henri B. Neto e romance de banca!

5 de fevereiro de 2019

Eu fiquei alguns meses sem publicar a coluna leituras do mês durante 2018, mas isso muda a partir de 2019. Hoje vou compartilhar os livros finalizados em janeiro e os que ficaram em andamento ou não lidos vão ser tema da meta de fevereiro. Fiquei um pouco abaixo na minha expectativa de seis livros, mas no geral foi um mês regular e bom se comparado a dezembro.

O primeiro livro finalizado de 2019, que é mais de 2018, é Memórias de Sherlock Holmes de Arthur Conan Doyle. Falei bastante sobre o enredo nos vídeos do Leitura todo dia e no geral os três contos finais são meus favoritos da edição. Outro ponto positivo é que os casos têm motivações diversas, familiar, política, criminosa, romântica, o que cria uma combinação interessante de casos para Sherlock investigar. A relação do detetive e Watson também é intensa e peculiar. Um bom livro


3 motivos para ler Os reis da festa de Henri B. Neto

3 de fevereiro de 2019

Não é surpresa para os leitores que acompanham o Estante da Nine há algum tempo o quanto sou fã do trabalho de Henri B. Neto. Minha admiração por ele vai além dos nossos anos de amizade e tenho muito orgulho sempre que alguém recomenda o trabalho dele. Em janeiro eu li Os reis da festa e me apaixonei pela história, tanto que quero dirigir um filme sobre ela algum dia, e por ser a primeira história favorita do ano é claro que ela merecia uma recomendação por aqui, então hoje vou compartilhar meus 3 motivos favoritos para você(s) ler o conto.

Leia também: 3 motivos para ler Contra tempo de Henri B. Neto

1. A LINHA DO TEMPO
Um dos pontos altos de Os reis da festa, provavelmente meu favorito, é a linha do tempo. O contexto do enredo é uma festa na casa de Júlio. Toda a aproximação dos personagens, as trapalhadas dos amigos e a descoberta que algumas coisas que não são bem o que parecem se desenvolve em meio aos caos de jovens e o caos pessoal de Cauã, que quer realmente provar para Júlio que está interessado enquanto a ex-namorada marca presença em cima.



Leitura todo dia: semana 104

Domingo é o dia oficial de riscar atividades da lista de afazeres e o bate papo da vez é com o resumo da semana 104 do projeto Leitura todo dia que aconteceu de 23 a 29 de janeiro (o vídeo saiu na quarta no canal, já é inscrito?), período que teve livro parado, e-book concluído e favorito e nova leitura da meta selecionada. 

Infância dos mortos de José Louzeiro foi o único livro da semana passada, que não rendeu, e depois de ler 11 páginas na quarta, 23, resolvi parar. A história é incrível sim, mas pesada - no trecho em que pausei acontecem sequências de cenas de violência ou abuso, então estava realmente difícil viver, controlar o humor e encarar um enredo cru. Espero voltar a fala sobre o livro na semana 105.


Leitura todo dia: semana 103

30 de janeiro de 2019

Eu detesto começar um resumo do projeto Leitura todo dia em tom negativo, mas a verdade é que depois da semana 102, que apesar de tudo foi boa, essa foi um fiasco. Muitos dias sem pegar um livro na mão, os poucos que li não renderam nada e a história pesada também pode ter contribuído para que a coisa não saísse do lugar, e não dá para esquecer o calor, hehehe. O resumo de hoje é com o que li (ou não), entre 16 a 22 de janeiro (update: publicação mega atrasada, porém parcialmente salva desde sexta).

Infância dos mortos de José Louzeiro foi o livro da semana e apesar de adorar o enredo e a história ter cara de favorita, é pesado demais, com cenas de violência e abuso em sequência, sem contar o próprio contexto de vida de rua com crianças e adolescentes. Gostaria de concluir o livro em janeiro, mas não vou conseguir. Espero que a próxima semana seja produtiva, porque esse resumo 103 fechou em apenas 62 páginas lidas e 4 dias sem leitura. Como estão as metas por aí?

Assista ao vídeo da semana 103 do projeto Leitura todo dia

LIVRO
Infância dos mortos de José Louzeiro (compre no Estante Virtual)

Beijos!

*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners da Amazon e Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Leitura todo dia: semana 102

21 de janeiro de 2019

Eu poderia resumir a semana 102 do projeto Leitura todo dia em perrengue, mas escolhi persistência, porque depois da revolta do meu notebook confesso que rolou desânimo, mas testei todas as alternativas possíveis em casa e regravei nessa segunda o resumo com os livros lidos entre 9 e 15 de janeiro, que teve meta de história concluída cumprida, porém não foi tão empolgante assim.

A primeira parte da semana 102, aliás a maioria dela, foi na companhia de Rei Lear de William Shakespeare, peça que eu comecei semana passada e conclui no sábado, dia 12. O enredo fala sobre o rei da Grã-Betanha que passa seus bens e títulos paras as duas filhas mais velhas e em pouco tempo recebe rejeição, descaso e humilhação. 

Eu esperava mais da história e apesar de não ter sido uma leitura ruim, também não se destacou. O foco em Lear não me envolveu tanto e os personagens secundários importante não tem grande presença na história. O final é simbólico, embora não excepcional. Três estrelas no Skoob e uma certa decepção. Vale comentário sobre a peça no Estante da Nine?


O suplício de Angélica de Anne e Serge Golon

13 de janeiro de 2019




O suplício de Angélica
#2 A Marquesa dos Anjos
Autores: Anne e Serge Golon
Editora: Nova Cultural
Edição: 1989
Páginas: 304
Skoob | Goodreads
Compre no Estante Virtual

LEIA MAIS
Os amores de Angélica de Anne e Serge Golon
De um momento para outro, Angélica viu-se arrancada do esplendor da corte de Luís XIV e atirada no mais negro infortúnio. O marido a quem tanto amava caíra em desgraça perante a Inquisição e desaparecera nas masmorras da Bastilha, tendo todos os seu bens confiscados. Com o coração partido, abandonada à própria sorte numa Paris estranha e hostil, a garota rebelde de Monteloup esvaía-se na dor de seu desamparo. Por conhecer um terrível segredo de Estado, tornara-se alvo de uma conspiração, que visava silenciá-la. Seus inimigos eram poderosos e ela estava sozinha. Do desespero nascia uma nova Angélica, sem as doçuras e ingenuidades do passado. Agora, resistente à adversidade e cruel com os homens, seria implacável como a fatalidade que decidira seu destino.

Leitura todo dia: semana 101

12 de janeiro de 2019

É muito bom sentar para escrever sobre uma semana que foi produtiva e com duas escolhas da minha meta de janeiro.O resumo 101 do projeto Leitura todo dia tem livro finalizado e nova história, um avanço e tanto se comparado ao período final de 2018, cheio de altos e baixos e com poucas páginas lidas. Hoje o papo é sobre o que rolou entre 2 a 8 de janeiro.

A quarta e a quinta, dias iniciais da semana 101, foram sem leitura. Entre a sexta e o domingo comecei e conclui Para sempre, o amor de Francine Christopher, livro da categoria romance de banca da minha meta. A história de Katie começa ao aceitar o emprego como treinadora de luta grego-romana que deveria ser de seu irmão. Chegando na escola ela enfrenta machismo e preconceito por ser melhor e a partir disso o enredo se desenrola.

Até agora não sei se gostei ou não da leitura, cheia de senso comum, cenas clichês e estereótipos, o que me fez pensar que 1985 parece muito mais distante do que eu tinha ideia. Garth, o par romântico de Katie, é um homem arrogante, ligado a proteção apenas pelo aspecto físico e sempre beirando o limiar da loucura. Alguns personagens aparecem no início e no final e durante os capítulos românticos somem. Enfim, entre altos e baixos minha nota para Para sempre, o amor de Francine Christopher foi de 2,5 estrelas no Skoob.


Meta de leitura: janeiro (2019)

8 de janeiro de 2019

Janeiro começou e eu vou tentar, mais uma vez, fazer metas de leituras mês a mês. Para janeiro eu escolhi seis categorias para selecionar livros na estante e espero manter essa estrutura, variando os temas, por todo ano de 2019. Para essa primeira opção fiz um misto de histórias na coleção paradas há algum tempo, formatos e coleções especiais e a categoria bônus com os recebidos antigos ou novos. 

A primeira categoria da meta é uma leitura da coleção Grandes Sucessos e o escolhido é Infância dos mortos de José Louzeiro, história que trata o descaso com as crianças e a sociedade independente que criaram. A segunda opção é um livro do bolso e para janeiro tirei da estante Rei Lear de William Shakespeare, uma das peças que tenho mais expectativa para conhecer do autor e trata da disputa familiar de três irmãs pelo império do pai, o rei.



Leitura todo dia: semana 100 + SORTEIO 14K do canal: R$50 em livros ou papelaria!

6 de janeiro de 2019

100 é um número simbólico e eu queria que a centésima semana do projeto Leitura todo dia fosse especial, mas não foi. A transição de ano me deixou preguiçosa para encarar as metas e foram seis dias sem leitura, de 26 a 31 de dezembro e o última dia do resumo - primeiro de 2019, foi o que salvou esse bate papo de passar em branco.

O dia final da semana 100 - 1º de janeiro, serviu para eu concluir Memórias de Sherlock Holmes de Arthur Conan Doyle, história que entrou e saiu da minha meta algumas vezes. Os três contos finais foram bem mais interessantes que a parte inicial do livro e por eles a leitura foi realmente interessante. O último caso é peculiar pelo final do personagens e gostei de como o autor distribui os casos entre temas diferentes como política, família e vingança. Meu total de páginas da semana foi 73.


Garimpos incríveis por R$1 (Bazar da Patna - parte 2)

5 de janeiro de 2019

Hoje o papo é sobre a segunda parte das compras do bazar de Natal especial da Patna que aconteceu em meados de dezembro e foi um mês de garimpos tão incríveis que foi difícil de desapegar de várias  peças do guarda roupa, mas para manter o equilíbrio é sempre bom passar adiante aquilo que está parado há meses ou do tamanho errado. Dilemas não faltam na vida de quem adora garimpar e durante esse ano espero conversar ainda mais com vocês sobre o tema no blog, no canal e nas redes sociais.




















Selvagens - dirigido por Oliver Stone

4 de janeiro de 2019




Selvagens
(Savages)
Direção: Oliver Stone
Produção: Ixtlan
Ano: 2012
Duração: 131 minutos
Filmow | IMDb

LEIA TAMBÉM
Selvagens de Don Winslow

Na reta final de 2018 eu publiquei no canal um vídeo para o Desafio livros e seus filmes comentando sobre a experiência de leitura com Selvagens de Don Winslow e também sobre o filme dirigido por Oliver Stone. Como já é tradição, aqui no blog eu escrevo sobre cada etapa do projeto separado, e apesar da demora, aqui estão alguns motivos por ter gostado, mas não tanto, do filme.