Leituras de janeiro (2018) - Milan Kundera, Lima Barreto e mais!

2 de março de 2018

Janeiro até que foi bom, principalmente depois de um dezembro super parado. A gente sempre tem a expectativa de começar o ano quebrando recordes de leituras, mas ainda não foi dessa vez que rolou, hehehe. O primeiro livro finalizado de 2018 foi A insustentável leveza do ser de Milan Kundera, enredo que adorei principalmente pelo cenário, inédito pra mim, e os relacionamentos conturbados, o que me deixou melancólica ao final da experiência. Comentei bastante sobre o livro nos resumos do projeto Leitura todo dia e em breve tem dica de leitura dessa história em texto e vídeo, assina o feed para acompanhar.

O evangelho segundo Lucas foi a segunda leitura concluída em janeiro e foi outra boa experiência com o novo testamento. Já compartilhei minhas impressões principais por aqui e apesar do hiato em fevereiro, espero dar sequência ao projeto em março. O salário do medo de Georges Arnaud foi minha escolha da coleção Grandes Sucessos do mês. Também já saiu opinião do livro por aqui e para quem gosta de enredos de ação vale a leitura. Todos os links estão abaixo do vídeo, ok?!


O mês fechou com quatro livros lidos e depois de um longo período afastada retomei e finalizei O cemitério dos vivos de Lima Barreto. Foi uma leitura dramática, com cenas interessantes para pensar sobre doenças mentais, vícios, sociedade e família. Além disso, retrata um Brasil distante, mas não tanto assim, e facilmente reconhecível. A história está na lista de pautas para publicações e nos próximos dias espero gravar o vídeo e publicar o texto, dá pra acompanhar as atualizações no Instagram e Facebook. E vocês, o que leram em janeiro?

Assista ao vídeo com as leituras de janeiro

LIVROS
A insustentável leveza do ser de Milan Kundera (compre na Amazon)
O evangelho segundo Lucas (opinião | compre na Amazon)
O salário do medo de Georges Arnoud (opinião | compre na Amazon)
O cemitério dos vivos de Lima Barreto (baixe de graça na Amazon)

Beijos!

*Ajude o blog comprando pelos links indicados no post ou através dos banners da Amazon e Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine