Como foi o 1º trimestre do projeto Leitura todo dia?

24 de maio de 2017

Recebi vários comentários de leitores e inscritos que acompanham o Leitura todo dia pedindo um resumo dos primeiros meses de projeto. Hoje eu vou compartilhar com vocês algumas observações importantes sobre a minha rotina de leitura, dicas para ler mais e algumas coisas que quero testar ao longo das próximas semanas para fazer com que eu avance e conheça mais livros. Se alguma dúvida ficou para trás basta escrever nos comentários que eu respondo, ok?

Imagino que a grande curiosidade de vocês seja em relação ao número de livros lidos e entre 1ª de fevereiro e 2 de maio eu li 23 histórias entre livros físicos, contos e ebooks no geral. Se somar janeiro o número de leituras chega a 29, na média dos anos anteriores, então a quantidade se manteve, com uma variação maior em relação a 2016, ano que li abaixo do normal. Minha lista de leitura desde 2011 está na página Eu li, confira.

Nine, o objetivo do projeto foi cumprido? Eu posso dizer que sim. O Leitura todo o dia, desde o começo, tem o intuito de criar o hábito da leitura, independente da quantidade de livros. Desde que comecei o projeto equilibrei melhor os livros lidos ao longo da semana, ao invés de ler em um ou dois dias e depois ficar vários outros sem pegar qualquer história. Ou entrar em uma baita ressaca literária.

Durante esses três meses de projeto eu também cheguei a conclusão que é possível ler todos os dias, mas isso varia muito da rotina, das obrigações e de outras demandas de leitura como no trabalho ou escola/ faculdade. Hoje eu tenho uma rotina flexível que favorece as leituras, mas no meu emprego recente como jornalista (sai em 2015), eu editava um jornal semanal, então a carga de trabalho afetava diretamente o rendimento dos livros que eu lia.

Outra observação importante é sobre o horário de leitura. Durante o projeto eu pude perceber que a noite já não rende como antes, principalmente porque acordo e durmo mais cedo, então preciso testar outros horários para ler. Nos dias de trabalho tenho conseguido avançar entre dois e três capítulos no ônibus, uma boa média para um dia corrido e fora de casa.

A dica do post é sobre gêneros literários. Eu funciono melhor intercalando tipos de livros diferentes, e compartilho aqui a sugestão. Normalmente quando leio histórias densas, descritivas ou clássicas eu prefiro tirar da estante romances, histórias policiais ou contos no Kindle para misturar e dar certo respiro as leituras. Intercalar estilos diferentes também me ajuda a evitar ou sair da ressaca literária. E vocês, que experiência compartilham da vida de leitor?

Se preferir assista ao vídeo sobre o 1º trimestre do projeto Leitura todo dia

Beijos!