Enders de Lissa Price

6 de abril de 2014





Enders
Ninguém é realmente o que parece
Autora: Lissa Price
Editora: Novo Conceito
Edição: 2014
Páginas: 288
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino

LEIA MAIS
Starters de Lissa Price
Depois que a Prime Destinations foi demolida, Callie pensou que teria paz para viver ao lado do irmão, Tyler, e do amigo, Michael. O banco de corpos foi destruído para sempre, e Callie nunca mais terá de alugar-se para os abomináveis Enders. No entanto, ela e Michael têm o chip implantado no cérebro e podem ser controlados. O pesadelo não terminou. Agora, Callie procura uma maneira de remover o chip – isso pode custar sua vida, mas vai silenciar a voz que fala em sua mente. Se continuar sob o domínio dos Enders, Callie estará constantemente sujeita a fazer o que não quer, inclusive contra as pessoas que mais ama. Callie tem pouco tempo. Obstinada por descobrir quem é de fato o Velho e desejando, mais que tudo, uma vida normal para si e para o irmão, ela vai lutar pela verdade. Custe o que custar.

Não sei por onde começar este post. Talvez a melhor dica seja avisá-los que o formato de hoje é diferente, para combinar com a resenha que fiz de Starters em setembro de 2012. Se no primeiro livro fiquei bem dividida entre gostar e não gostar, com esse segundo, Enders, foi ainda pior. Não, não que o livro em si seja pior, eu é que não sei se gostei ou não! #dilemasdeleitor

Starters e Enders são uma dualogia. Pelo menos, até agora, não há sinal de um terceiro livro à vista. E sim, o final do volume dois é fechado, porém dá margem para a história continuar por infinitas possibilidades. E falando sinceramente com vocês, este é um dos poucos casos que sim, eu gostaria de mais um livro, só para que a autora consertasse alguns pontos de Enders que estragaram a leitura (mas, pensando bem, também existe a possibilidade de Lissa Price complicar ainda mais sua história). Vamos ao que interessa então...

Os prós
Ação. O final do primeiro livro terminou prometendo muitos momentos tensos e foi isso mesmo que aconteceu em Enders. Embora Callie esteja mais madura, muitas coisas convenientes acontecem ao longo de seu caminho e, em determinado momento, ela para de questionar-se sobre o certo e o errado e segue lutando pelo que acredita ser o correto. 

Determinação é outra característica marcante de Callie neste volume. E mesmo com tudo correndo bem, há sempre aquela voz que alerta a personagem para algo que não está se encaixando. Também é importante destacar que no primeiro livro Callie sempre lutava por ela e o irmão, mas nesta continuação há muitas pessoas que desejam respostas e ela tentará ajudar a todos, e não mais apenas a si.

O cenário se expande e temos muitas fugas, perseguições, lutas e novos personagens que dão um tom mais amigável ao livro. Ainda assim, um dos questionamentos principais da narrativa é o chip de Callie e porque o chefão da Prime (e outros) conseguem conectá-lo (não posso contar mais, mas preparem-se). No geral, a primeira parte do livro (e um pouco mais) são viciantes. O ritmo é intenso e parece que o segredo está ali, mas não conseguimos identificá-lo, mas...


Os contras
…. quando o livro estava caminhando para uma aventura incrível com um desfecho promissor, Lissa Price joga na nossa cara uma revelação que tira da história boa parte da credibilidade (pelo menos esse foi meu sentimento). O segredo é tão absurdo e Callie fica tão chocada que, de verdade, por um momento pensei em abandonar o livro porque a revolta foi grande. É como se tudo que aconteceu antes da revelação perdesse o sentido, sabe?

E tem mais. Para justificar a decisão, a autora prepara mais uma surpresa para Callie. Pessoalmente, o primeiro segredo, depois de algumas páginas, ficou no ok. Não gostei, não concordei com a decisão da autora, mas foi aceitável até certo ponto. Já a segunda revelação, sinceramente, foi jogada ao vento. Principalmente porque, até então, e isso inclui o primeiro livro, nada sobre o tema sequer foi mencionado. Sua possibilidade era inexistente e, de repente, está ali. 

Sei que pode parecer estranho, mas estes dois motivos tiraram muito do potencial da história e foi por isso que mencionei que até gostaria de mais um livro. Talvez com a história 10 anos no futuro, eles poderiam relembrar alguns dos acontecimentos de Enders para explicar melhor. De maneira nenhuma encarem minhas impressões como forma de desencorajar a leitura, pelo contrário. Quero que todos que leram Starters leiam Enders, apenas não gostei de algumas escolhas de Lissa Price.

Edição
Na resenha do primeiro livro fiz um tópico extra comentando sobre algumas semelhanças com Jogos Vorazes. Neste volume não senti nada tão latente como no anterior. Enders é mais curto que Starters, mas os detalhes internos são os mesmos. Folhas amarelas e boa diagramação, como é tradicional da Novo Conceito. Queria muito contar um segredo sobre a capa, mas não posso, e por isso vocês terão que ler o livro e depois voltar aqui para me contar o que acharam da revelação.

Beijos!
*Livro recebido da editora Novo Conceito
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine