A falsa princesa de Eilis O'Neal

21 de outubro de 2013






A falsa princesa
Autora: Eilis O'Neal
Editora: Farol Literário
Edição: 2013
Páginas: 408
Skoob | Goodreads
Leia um trecho no Tumblr
Princesa e herdeira do trono de Thorvaldor, Nalia leva uma vida privilegiada na Corte. Mas, logo após seu aniversário de dezesseis anos, ela descobre que é uma falsa princesa e que foi colocada no lugar da verdadeira para protegê-la. Obrigada a deixar o palácio com pouco mais do que suas roupas, a garota, agora chamada de Sinda, terá de abandonar a cidade, seu melhor amigo, Kiernan, e a única vida que ela conhecia. Enviada para viver com a tia no interior, Sinda não se mostra capaz de executar nem a mais simples tarefa. Mas, para sua surpresa, ela descobre que uma intensa e perigosa magia corre por suas veias, e que ela jamais será apenas uma humilde camponesa. Sinda retorna à cidade em busca de respostas. Reencontra o garoto que se recusou a abandoná-la e desvenda segredos que podem mudar a história de Thorvaldor para sempre.

A falsa princesa da autora Eilis O'Neal é um livro sobre magia e aventura onde o leitor encontra alguns dos elementos mais marcantes da fantasia. No Brasil, o título foi lançado pela Farol Literário. A história começa quando a princesa Nalia é chamada para uma conversa com os pais e uma grande revelação é feita: ela não é a verdadeira princesa.

Nalia, na verdade, é Sinda. Uma criança comprada pela família real para “enganar” uma profecia feita pelo oráculo do reino que alertava para a morte da princesa aos 16 anos. Como, aparentemente, a visão não se concretizou, o rei e a rainha resolvem contar a verdade para a falsa princesa e trazer a verdadeira para seu lugar.

O ponto de partida de A falsa princesa é a revelação. Sinda vai embora do castelo perdida. O que mais a incomoda é se afastar do grande amigo Kiernan, filho de um nobre da corte e seu companheiro deste sempre. Embora o garoto deixe bem claro que não se importa se ela é Sinda ou Nalia, princesa ou não, a protagonista não sabe mais qual é seu lugar no mundo e prefere se afastar de tudo que lembre sua antiga vida.

A garota vive um tempo com a única parente viva que restou, mas a hostilidade da tia logo deixa claro que a convivência entre elas não será fácil, tampouco duradoura. Prefiro não revelar mais da história, porque muitos detalhes pequenos se tornam importantes ao final do livro. O que mais gostei na trama de Eilis O'Neal foi a caracterização dos sentimentos de Sinda.

Desde o começo a protagonista percebe que não leva jeito para a vida de princesa. Embora seja muito inteligente e aprenda línguas e história com facilidade, não tem postura ou graciosidade típicas da família real. O que mais gostei em Sinda é que ela realmente sente a mudança. A autora não cria uma personagem que se desapega de sua vida passada. Pelo contrário. Sinda fica remoendo essa mentira por muitos momentos. Reflete sobre quem é ou quem foi. E percebe, quase que imediatamente quando a verdadeira princesa chega ao palácio, que algo de muito errado está acontecendo.



Uma história de magia precisa de conspiração para ficar mais apimentada. Sempre! Outro traço marcante da personalidade de Sinda é que ela aprende rapidamente com os erros e em situações de perigo, onde o futuro da nação está em jogo e sua própria vida. Ela pensa rápido e consegue contornar uma adversidade com muita clareza, embora seja um tanto desastrada.

Talvez eu tenha criado uma expectativa alta para a leitura e acabei me incomodando com alguns pontos. O principal deles é que, em determinados momentos, Eilis O'Neal resolve algumas questões rápido demais. Em uma história de fantasia, onde nada é o que parece e as jornadas são longas, acho um erro não contar como foi uma viagem de seis dias. Apenas mencionar a partida e a chegada.

Por outro lado, a ambientação dos locais por onde Sinda passa é muito boa. Por momentos, até exagerada, contando cada um dos elementos de um cômodo, por exemplo. Minha principal queixa é que a autora poderia ter equilibrado melhor esses momentos.

Apesar disso, A falsa princesa é uma história sobre descobrir quem se é realmente e lutar por aquilo que se ama. Além do universo fantástico, com reino, reis, feiticeiros, oráculos e um grande segredo que vai além da vida de Sinda. Para quem gosta do gênero, vale a leitura. Mas lembre-se que a proposta dele é voltada ou público jovem. Nada de comparações com os clássicos de fantasia, ok?

A edição da Farol está ótima. Eu adoro a capa, ela é muito significativa, especialmente após o termino da leitura. A diagramação tem boa fonte e entrelinha, além de um detalhe muito fofo no começo de cada capítulo. Não anotei nenhum grande erro de revisão.

E tem sorteio de um exemplar! \o/ Para participar é preciso ter endereço de entrega no Brasil, deixar um comentário pertinente sobre o post ou o livro e preencher o formulário. Para mais pontos, confira as opções extras no Rafflecopter.


Beijos!
Foto: Nine Stecanella
*Livro recebido da editora Farol Literário
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine