5 livros para ler no verão

30 de janeiro de 2013

Oi gente, tudo bem? O post de hoje faz parte da sessão lista e desta vez as indicações são de livros para ler no verão. Ele foi inspirado pelos vídeos da Mari do Psychobooks e do Henri do Na Minha Estante . Espero que gostem! 


LIVROS
Um lugar para ficar de Deb Caletti
Como treinar seu dragão de Cressida Cowell
As Crônicas da Terra do Lago: o primeiro-ministro de Iracy Araújo
O diário de Suzana para Nicolas de James Patterson
Dark Life: vida abissal de Kat Falls

Beijos!

Nômade de Carlos Orsi Martinho

29 de janeiro de 2013








Nômade
Autor: Carlos Orsi Martinho
Editora: Ciranda das Letras
Edição: 2010
Páginas: 152
| SKOOB |
Compre no Submarino
E se o mundo que você conhece, de repente, parasse de funcionar? Tudo se tornasse estranho, imprevisível? Essa é a situação em que um grupo de jovens tripulantes da nave espacial Nômade se vê lançado durante uma aventura que deveria ser perfeitamente segura – um faz de conta elaborado para prepará-los para o destino final de sua longa viagem pelo espaço. De uma hora para outra, a linha entre simulação e realidade se quebra, e o que era brincadeira se converte em algo terrivelmente sério. Será apenas mais uma camada do jogo?

E se você morasse em uma nave espacial viajando pelo universo? Nômade é um livro juvenil de ficção científica escrito por Carlos Orsi Martinho e lançado pelo selo Ciranda das Letras em 2010. O enredo gira em torno de um grupo de jovens que está em um acampamento em uma parte isolada da nave onde moram, a Nômade. A experiência faz parte da simulação de vida na Terra (que não existe mais). 

Os moradores da Nômade são divididos em três tribos, mas todos são descendentes dos últimos humanos que viveram na Terra. Achei muito interessante o autor ter criados “populações” diferentes dentro da nave. Afinal, um dos pontos mais importantes das histórias de ficção científica é o de que todas elas procuram referências reais para basear seus enredos. E certamente no futuro a população não fará parte de uma única nação (pelos exemplos que vemos hoje, eu imagino).

Foto: Nine Stecanella

Toda a aventura começa quando os jovens percebem que algo está errado no acampamento... O ponto alto do livro, na minha opinião, foram os personagens. Espertos, ágeis e carismáticos. Para uma história curta como esta, e voltada ao público jovem, é indispensável que o leitor tenha afinidade com os personagens desde o inicio. 

Outro ponto que vale ressaltar é o de que Carlos Orsi Martinho busca dar as explicações necessárias para o contexto da história. Ou seja, ele situou o leitor sobre os pontos principais da vida dos personagens e do funcionamento nave. A edição da Ciranda das Letras tem uma capa muito atrativa, bom projeto gráfico e ótima revisão. O texto é fluido e fácil. Indico para os leitores na faixa de 14, 15 anos e para quem gosta de ficção científica. Mas vale lembrar, mais uma vez, que a história é mais enxuta e rápida. Certamente daria um ótimo spin-off jovem-adulto.


Beijos!
*Livro recebido da editora Ciranda das Letras
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Estante da Nine (60)

28 de janeiro de 2013


RECEBIDOS
As Crônicas de Aedyn: O voo dos exilados de Alister McGrath [United Press]
Garotas boas não têm vez de Natalie Anderson [Harlequin]
Indiscreta de Candace Camp [Harlequin]
Rip Tide: Maré Bravia de Kat Falls [Ciranda das Letras]

Beijos!

5 livros nacionais que você precisa conhecer (3ª edição)

23 de janeiro de 2013

Oi gente, tudo bem? Depois de um tempão resolvi gravar a 3ª edição da série de vídeos com indicações de livros nacionais. Vale lembrar que escolhi títulos que li nos últimos anos, voltados aos gêneros de ficção e fantasia e que já escrevi no blog (para ler as resenhas é só digitar o nome do livro na busca). Espero que até o final de 2013 eu consiga gravar um especial com clássicos da literatura brasileira. 


LIVROS
O imortal de Vanessa Bosso (Dracaena)
Hathor de Markus Thayer (Novo Talentos da Literatura Brasileira)
O poder do fogo de Khêder Henrique (Novo Talentos da Literatura Brasileira)
Draco Saga: O despertar de Fábio Guolo (edição independente)
Os herdeiros dos titãs: de lutas e ideais de Eric Musashi {Giostri}

Beijos!

Garotas de vidro de Laurie Halse Anderson

20 de janeiro de 2013





Garotas de vidro
A verdade nem sempre é o que enxergamos
Autora: Laurie Halse Anderson
Editora: Novo Conceito
Edição: 2012
Páginas: 272
Skoob | Goodreads
Leia um trecho no Tumblr
Compre no Submarino
Lia está doente e sua obsessão pela magreza a deixa cada vez mais confusa entre a realidade e a mentira. Mas ela perde totalmente o controle quando recebe a notícia de que sua melhor amiga, Cassie, morreu sozinha em um quarto de motel. E o pior: Cassie ligou para Lia 33 vezes antes de morrer. O que começou como uma aposta entre duas amigas para ver quem ficaria mais magra tornou-se o maior pesadelo de duas adolescentes reféns de seus próprios corpos. Ao negar seu problema, Lia impõe a si mesma um regime cruel em que contar calorias não é o bastante. Ao omitir seu desespero, apela ao autoflagelo numa tentativa premeditada de aliviar seus tormentos. Seus pais e sua madrasta tentam ajudá-la a qualquer custo, mas nem mesmo sua doce irmã, Emma, consegue fazer com que Lia pare de se destruir. Agora, Lia precisa encontrar um modo de lidar com todos os seus fantasmas, e a morte de Cassie é um deles.

Garotas de vidro é um livro sobre distúrbios alimentares. Pelas estatísticas do canal eu não tenho feito tantas resenhas em vídeo próximas, mas como esta foi uma leitura bem recente, achei ótimo aproveitar a oportunidade. 

Além da história impactante, a narrativa de Laurie Halse Anderson tem várias peculiaridades para destacar momentos distintos do texto (comento sobre isso no vídeo). Também achei o livro extremamente realista e pude perceber, lendo os agradecimentos, que a autora teve muito cuidado em descrever a situação das personagens e o que elas sofrem para manterem-se magras da forma mais realista e coerente possível. 


E como prometido, o sorteio de um exemplar do livro. A primeira participação é livre e a única "regra" é ter endereço de entrega no Brasil. As demais entradas são chances extras!




Beijos!
*Livro recebido da editora Novo Conceito
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Dark Life: vida abissal de Kat Falls

18 de janeiro de 2013







Dark Life: vida abissal
Autora: Kat Falls
Editora: Ciranda das Letras
Edição: 2011
Páginas: 276
Skoob | Goodreads
Leia um trecho do livro no Tumblr
Compre no Submarino
"O oceano teve seu nível elevado, engolindo as terras". Terremotos chacoalham os continentes, mergulham regiões inteiras sob as águas. Agora, as pessoas vivem espremidas em cidades de habitações empilhadas. Os únicos que têm algum espaço próprio são aqueles que habitam o solo marinho, na Vida Abissal. Ty durante toda sua vida esteve sob o mar profundo, ajudando na fazenda de sua família no solo oceânico. Mas, quando bandidos atacam seus vizinhos, Ty se vê em meio a uma luta para salvar o único lar que conheceu. Em parceria com Gemma, uma garota da superfície que veio para o mundo submarino para procurar por seu irmão, Ty se aventura pelas fronteiras do submundo e descobre segredos que podem ameaçar a vida submarina... segredos que podem destruir tudo.

Dark Life: vida abissal é uma distopia (e ficção científica) infanto-juvenil/ juvenil escrita pela autora Kat Falls. O primeiro ponto que chamou minha atenção, logo no começo da leitura, foi o fato de a história se passar, basicamente, no fundo do mar. Oceano/mar é naturalmente algo que me fascina (talvez por ter ido para praia pela primeira vez com 20 dias de vida), então o livro começou empolgante.

A Terra foi devastada por enchentes e as costas começaram a ruir. Procurando uma alternativa para solucionar o problema de superpopulação, cientistas, pesquisadores e representantes do governo começaram a desenvolver protótipos de casas e fazendas submarinas. E é neste contexto que Kat Falls apresenta sua história.

O livro é narrado em primeira pessoa pelo protagonista adolescente Ty, a primeira criança a nascer no fundo do mar (seus pais foram os responsáveis pelo desenvolvimento das casas submarinas e seus sistemas). O grande sonho do personagem é completar 18 anos e receber do governo seus hectares de cultivo no fundo do mar (depois de cinco anos trabalhando e fornecendo parte dos suprimentos para o governo, os colonos recebem a posse pelas terras). Contudo, surpresas acontecem na vida de Ty e seu grande sonho pode estar ameaçado. 

Foto: Nine Stecanella

O que mais gostei em Dark Life: vida abissal foi o fato de o enredo do livro ser completo. Mesmo direcionado ao público mais jovem, ele tem todos os elementos de uma história jovem-adulta e até mesmo adulta, claro que, adaptado ao contexto e a idade dos personagens. Logo no primeiro capítulo a autora introduz a personagem feminina do livro: Gemma, uma adolescente do topo (quem mora na superfície é chamado de topeiro) que está procurando seu irmão no fundo do mar.

Logo no primeiro encontro entre Ty e Gemma a autora apresenta as diferenças entre ser criado no fundo do mar e no topo. Os topeiros, em grande parte, são preconceituosos com quem mora no oceano. Para eles, não é cabível que alguém troque a terra firme pelas águas. Por outro lado, os moradores marinhos não compreendem o porquê de tanta resistência. Afinal, as pessoas que moram no topo precisam dividir tudo que o tem com desconhecidos, o conceito de casa acabou e parte dos jovens é mantida em reformatórios pelos pais.

O enredo segue por vários caminhos: Gemma buscando por seu irmão, Ty desbravando locais “desconhecidos” no fundo do mar, os fazendeiros marítimos lidando com uma gangue de saqueadores e o governo deixando que a população do mar pereça por não assumir as buscas e capturas pelo bando criminoso (muitos gerúndios, mas tudo bem). E sim, todos esses elementos, já na parte final do livro, terão uma conexão direta. Eu tenho um interesse especial por autores que conseguem articular várias linhas de condução diferentes e reuni-las de forma coerente.


Ty e Gemma são ótimos protagonistas e através deles muitos preconceitos são deixados de lado. O garoto conhece mais sobre a realidade do topo e a adolescente entende porque muitos gostam de viver no fundo do mar. Por serem jovens, achei que a autora dosou muito bem a personalidade de cada um, atitudes e escolhas. A maior qualidade de ambos e a valentia. É interessante observar, também as diferenças externas entre as pessoas que moram no topo (expostas constantemente ao sol forte) e os moradores do fundo do mar (que precisam de precauções especiais contra a água salgada, por exemplo).

Outro ponto que vale mencionar é o de que a autora explica muito bem toda a tecnologia que foi desenvolvida no fundo do mar. Uma das maiores dificuldades que tenho em gostar de distopias é porque os autores esquecem de explicar certos pontos da sociedade e nem todos são compreensíveis por dedução.

O grande mistério que ronda o livro e faz o gancho para o segundo volume, Rip Tide, é sobre os dons abissais (referência no título). Acredita-se, baseado no estudo publicado por um médico, que os moradores do fundo do mar desenvolvam capacidades especiais (rastrear peixes pela vibração da água, por exemplo). Porém, nenhum dos moradores confessou ter qualquer tipo de dom/maldição...

A edição da Ciranda das Letras manteve a capa original. O livro tem folhas brancas e o papel lembra muito revista (com uma gramatura maior). Boa diagramação e boa revisão. Indico o livro para leitores jovens, fãs de distopias de todas as idades e fãs de ciências. 

Beijos!

*Livro recebido da editora Autores Associados
**Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Orgulho e preconceito de Jane Austen

13 de janeiro de 2013





Orgulho e preconceito
Autora: Jane Austen
Editora: Martin Claret
Edição: 2010
Páginas: 235/ 631
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino

Não é novidade para ninguém que meu livro preferido de 2012 foi Orgulho e preconceito de Jane Austen (falei dele nos últimos vídeos do blog, na página do Facebook, no Twitter...). O maior receio que tive no início da leitura foi o de não me identificar com nada do que eu já tinha lido e visto sobre o livro (e acreditem, foi muita coisa). Isso não aconteceu...

Felizmente minha experiência foi a melhor possível (assim como aconteceu com a leitura de Emma). A narrativa de Jane Austen me transportou para dentro do universo de Lizzie Bennet e minha sensação foi a de acompanhar tudo como alguém que viveu dentro da história. Os personagens marcantes, mais uma vez, foram o ponto alto, na minha opinião.



As Crônicas de Nárnia: O sobrinho do mago de C.S. Lewis

11 de janeiro de 2013






O sobrinho do mago
#6 As Crônicas de Nárnia
Autor: C.S. Lewis
Editora: Martins Fontes
Edição: 2009
Páginas: 98/ 751
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí, seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como As crônicas de Nárnia.

A inspiração para começar a ler As Crônicas de Nárnia foi através da série de posts da Pâm, do blog Garota it. O meu livro ficou eras na estante e estava mais do que na hora de enfrentar o clássico de C.S. Lewis. Minha edição é o volume único, portanto, estou lendo na ordem disposta no livro. 

Por mais incrível que possa parecer, eu nunca soube muito sobre o universo de Nárnia (sempre que eu tenho muita vontade de ler um livro eu fujo ao máximo das informações). Não assisti aos filmes e li pouquíssimo a respeito das crônicas. Dessa forma, quase tudo que encontrei em O sobrinho do mago foi novidade (eu sabia que o leão era importante, ahá). Minha impressão sobre esta primeira história foi a de que tudo é bem mais “infantil” do que eu imaginava. 


Embora O sobrinho do mago seja a primeira parte do universo Nárnia se considerarmos a história de forma cronológica, ela foi a penúltima crônica a ser publicada. Ainda é cedo para ter uma decisão definitiva, mas conhecendo meu gosto, acredito que ler na ordem cronológica está fazendo mais sentido para minha experiência de leitura. 

A primeira surpresa que tive foi relacionada ao texto totalmente lúdico de C.S. Lewis. Sim, eu sempre soube que o público alvo era o infantil, mas como o universo de Nárnia é adorado por muitos leitores adultos, eu imaginei que a narrativa transitasse pelos dois universos. Mas não! Por determinados momentos o texto me causou certa irritação como se o autor estivesse menosprezando a capacidade de compreensão do leitor (é Lucas Coppio, você tem mesmo razão nesse quesito). Por favor, não sou especialista e quem sou eu para julgar C.S. Lewis. Isso foi apenas uma das tantas sensações que tive ao ler O sobrinho do mago

Fotos: Nine Stecanella

Polly e Digory são protagonistas com personalidades e atitudes dúbias. Por vezes tive a sensação de que eles não eram crianças. Em outros momentos, até mesmo em diálogos, aquela inocência infantil pairava sobre eles. No geral, eu gostei dos personagens, especialmente porque eles enfrentam a figura excêntrica do tio André. Muito do que acontece com eles durante a jornada da descoberta de Nárnia é analogia e referências a assuntos já conhecidos (não é a toa que os humanos são chamados de filhos de Adão e filhas de Eva). Mensagens subliminares?! Milhares. Se eu fosse capaz, elaboraria uma tese. 

Não achei O sobrinho do mago uma história incrível. Contudo, foi uma boa explicação para o “começo” ou a “descoberta” de Aslam e o mundo fantástico que ele governa. Talvez por ser minha estreia em As Crônicas de Nárnia eu esperava algo um pouco diferente. Tanto é que demorei bastante para começar a ler a segunda crônica (terminei de ler a primeira dia 04 de novembro e só dois meses depois peguei o livro de novo). 


Certamente vou escrever sobre as próximas histórias em breve. Gostar de literatura infantil e infanto-juvenil vai ajudar para que eu siga em frente na leitura. Se eu indico? Sim! Apesar de não ter correspondido as minhas expectativas, O sobrinho do mago é parte de um universo fantástico que merece atenção de todos os leitores e mais do que nunca imagino que as impressões sobre As Crônicas de Nárnia está intimamente ligada a experiência pessoal de cada um. Não apenas como leitor, mas também como pessoa. 

Vocês acham válido fazer posts sobre cada um dos filmes? Se sim, eu leio a crônica e depois assisto a adaptação. Espero as opiniões de vocês nos comentários!

Beijos!
*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Um lugar para ficar de Deb Caletti

9 de janeiro de 2013




Um lugar para ficar
Alguns segredos são fortes o bastante para destruir você
Autora: Deb Caletti
Editora: Novo Conceito
Edição: 2012
Páginas: 272
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
O relacionamento de Clara com Christian é intenso desde o começo e diferente de tudo o que ela já havia experimentado. No entanto, o que começa como um grande afeto rapidamente se transforma em obsessão, e já é muito tarde quando Clara percebe que as coisas foram longe demais e que Christian está disposto a fazer de tudo para ficar ao seu lado. Então, Clara parte da cidade e Christian fica para trás. Ninguém sabe onde ela está, mas, mesmo assim, Clara ainda luta para se livrar do medo. Ela sabe que Christian não vai permitir que ela suma tão facilmente. Não importa para onde ela vá, nunca será longe o bastante...

(resultado) Do seu lado de Fernanda Saads

7 de janeiro de 2013

Oi gente, tudo bem? O blog começa a semana divulgando o resultado de mais uma promoção. Desta vez é do chick-lit Do seu lado da autora brasileira Fernanda Saads lançado pela Novo Conceito. Gostaria de agradecer a todos que participaram. A dinâmica de resenha com promoção tem funcionado muito bem e vou mantar essa estrutura sempre que eu tiver exemplares extras. Na fanpage do Estante da Nine está rolando sorteio de "A filha da minha mãe e eu" no ar até o dia 11 de janeiro. Participe!



Parabéns Letícia! Um e-mail de contato já foi enviado! Você tem até três dias para responder com seus dados para envio do prêmio! Fiquem ligados, nesta semana entra no ar mais um resenha com sorteio!

Beijos!

Livros favoritos de 2012

5 de janeiro de 2013

Oi gente, tudo bem? Este é o último vídeo/post (que eu lembre) relacionando ao ano passado. Minha lista de favoritos começou com nove livros e de depois acabei escolhendo apenas quatro para mostrar no vídeo. Minha intenção, a partir da próxima semana, é colocar as resenhas em dia e escrever sobre os lançamento e leituras de 2013. Quais foram seus livros preferidos de 2012?


LIVROS
Silêncio de Becca Fitzpatrick (Intrínseca)
Coisas frágeis de Neil Gaiman (Conrad)
Dark life: vida abissal de Kat Falls (Ciranda das Letras)
Orgulho e preconceito de Jane Austen (Martin Claret)

Beijos!

Leituras de dezembro (2012)

4 de janeiro de 2013


LIVROS
Viagem ao centro da Terra de Júlio Verne (LePM Pocket) [resenha]
Amor, maybe de Francine Cruz (Ícone Editora)
Cenas de Nova York de Jack Kerouac (LePM Pocket)
Dark Life: Vida abissal de Kat Falls (Ciranda das Letras)
O mistério de Marie Rogêt de Edgar Allan Poe (LePM Pocket)
Do seu lado de Fernanda Saads (Novo Conceito) [resenha + sorteio]
Antologia Poética de Fernando Pessoa (LePM Pocket)
Emma de Jane Austen (Nova Fronteira) [resenha]
Garota apaixonada em apuros de Carolina Estrella (Foliocriação)
Orgulho e preconceito de Jane Austen (Martin Claret)

Beijos!

(resultado) O começo do adeus de Anne Tyler

1 de janeiro de 2013

Ano novo, hora de colocar tudo em dia. Minha intenção é lançar um sorteio por semana enquanto eu tiver exemplares para isso. Se você perdeu a chance de concorrer ao kit de O começo do adeus da editora Novo Conceito, fique ligado, ainda dá tempo de participar do sorteio do livro Do seu lado da autora Fernanda Saads.




Parabéns Nathaly. Você receberá um e-mail ainda nesta terça-feira e terá até três dias para responder com seus dados de envio. Obrigado pela participação de todos e que 2013 seja repleto de ótimos livros!

Beijos!