Estante da Nine (33)

30 de janeiro de 2012


COMPRAS
As minas do rei Salomão de Henry Rider Haggard [Martin Claret]
A rebelião das trevas: os seis signos da luz de Susan Cooper [Novo Século]
A garota dos pés de vidro de Ali Shaw [LeYa]
Marcadores de "Um sonho a mais" de Nanda Meireles

Beijos!

O portal de Eliane Raye

27 de janeiro de 2012






O portal
Autora: Eliane Raye
Editora: Vermelho Marinho | Usina de Letras
Edição: 2010
Páginas: 202
| SKOOB |
"Os sinais escondem um mistério que poderá mudar o rumo da história." Elizabeth Macwood foi criada em Nova York. Filha de um grande empresário americano, Robert Macwood, decide acompanhá-lo em seu novo compromisso no Brasil. Após uma noite agitada, Elisabeth acorda com três sinais desconhecidos rasgados em suas costas e uma súbita amnésia que a faz se esquecer dos acontecimentos que geraram as marcas. Em uma busca incessante para desvendar o motivo dos sinais, Elizabeth se vê envolvida em histórias inacreditáveis, verdades, mentiras, símbolos, viagens no tempo, medos, supresas e paixões inesperadas. Ambientado nas cidades de Nova York e Rio de Janeiro, O Portal apresenta um enredo de enigmas, no qual a autora Eliane Raye nos conduz em suspense até o último momento, em reviravoltas inusitadas. Um romance com personagens marcantes em que todos apostam a própria vida para descobrir a verdade.

Impossível para uma fã de viagem no espaço-tempo e outras dimensões não se apaixonar por O portal da autora Eliane Raye. Além do tema atraente, pouco comum para os autores brasileiros, o livro é cheio de mistérios e pontos positivos...

... a escrita da autora é o primeiro elemento que merece destaque. Um texto bem escrito, coerente e viável para o leitor de qualquer idade. Estimulante para seguir até o final e na última página deixa aquele gosto de quero mais! {no meu caso foi: "PRECISO DO PRÓXIMO LIVRO, JÁ!"}

A protagonista Elizabeth Macwood é uma das personagens mais fortes e curiosas que já conheci. Depois de sair dos Estados Unidos para passar um tempo no Brasil junto com seu pai, ela se depara, logo no início, com uma série de fatos que não consegue explicar e não entende como uma misteriosa marca foi feita em seu corpo.

A partir daí, Elizabeth começa uma busca incessante pelo significado do símbolo e porque ela foi a escolhida. É na faculdade que surgem os primeiros amigos brasileiros e que serão seus companheiros ao longo deste primeiro livro. Também é ótimo perceber como figuras misteriosas ressurgem na vida da protagonista. A autora Eliane Raye deixa aquele clima de "desconfie de todos" durante todo o livro. É impossível saber quem é o mocinho e quem é o vilão, todos são apaixonantes.

No Brasil um novo romance envolve Elizabeth, mas uma situação nada resolvida nos Estados Unidos faz com que ela não se envolva e não se entregue. A separação dos pais também é algo que emocionalmente mexe muito com a protagonista. Os sentimentos expressos no livro são muito humanos, assim como o cenário, o que faz do livro ainda mais envolvente. 

Mas calma... O livro tem aventura, perseguição, fuga e quando tudo parecia não ter mais volta... uma virada de jogo. Apenas os escolhidos podem chegar ao ponto mais alto é apenas uma das questões que Eliane Raye quis destacar neste livro. É mais que isso... é conhecimento, persistência, força, objetividade.

O trabalho gráfico é impecável, com detalhes ao longo de cada novo capítulo, além de uma capa que faz conexão com tudo que o livro conta. Não lembro de ter encontrado erros de português ou concordância, de modo que a revisão foi bem atenciosa. Minha expectativa é pela sequência. Espero que Eliane Raye possa presentear os leitores ainda em 2012. E deixo meu agradecimento pela oportunidade de ler O portal.

PARAVER E OUVIR
*booktrailer de O portal


Beijos!

Perguntas & respostas (1) - parte 2

25 de janeiro de 2012

Olá, tudo bem com vocês? Como prometido, embora já início de quarta-feira, a segunda parte do vídeo de perguntas e respostas está no ar. E aproveitando uma das perguntas gravei um vídeo extra falando das minhas cinco séries de tv preferidas. Espero que gostem e comentem. Lembrando que o prêmio para o top comentarista do mês é o livro A maldição do tigre.



Beijos!

Estante da Nine (32)

22 de janeiro de 2012


RECEBIDO
Por linhas tortas de Cynthia França [Novos Talentos da Literatura Brasileira]

TROCA SKOOB PLUS:
Toda a verdade de David Baldacci [Arqueiro]

COMPRAS
Silêncio de Becca Fitzpatrick [Intrínseca]
Coisas frágeis de Neil Gaiman [Conrad]

Beijos!

Perguntas & respostas (1) - parte 1

20 de janeiro de 2012

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Esse é meu primeiro vídeo de perguntas e respostas. Como minha bateria terminou, respondo as que faltaram em um vídeo na próxima terça-feira. Espero que gostem e comentem!


Beijos!

Eu sei o que você está pensando de John Verdon

17 de janeiro de 2012





Eu sei o que você está pensando
#1 Dave Gurney
Autor: John Verdon
Editora: Arqueiro
Edição: 2011
Páginas: 340
Skoob | Goodreads
Compre no Submarino
Uma carta perturbadora chega via correio com uma simples declaração ao final: "Veja como conheço seus segredos - apenas pense em um número." Errará quem pensar que uma carta dessas chega a seu destino final apenas por obra do acaso. Para o detetive aposentado da polícia de homicídios da cidade de Nova York, Dave Gurney, que está formando uma nova vida ao lado de sua esposa Madeleine, as cartas começam a deixar de ser estranhas para se tornarem um complicado quebra-cabeça que levará a uma enorme investigação sobre assassinatos em série. Trazido para o caso como consultor, Gurney em pouco tempo percebe pistas que a polícia local deixou passar. Ainda assim, diante de um oponente que parece ter o dom da clarividência, Gurney vê seus esforços irem em vão, seu casamento rumando a um precipício e, finalmente, um medo incontrolável de que seu adversário não pode ser parado.

Cheia de receios, comecei a ler Eu sei o que você está pensando sem saber exatamente o que esperar dele. Há muito, muito tempo mesmo que não lia nada na linha de ação policial. Acredito que foi exatamente por isso que o livro me agradou tanto.

O primeiro ponto positivo do livro é o texto do autor John Verdon. Bem escrito, coerente e com um ritmo impressionante, é difícil largar a história antes de saber seu desfecho final. Os personagens também são bem trabalhados. Existe um equilíbrio na personalidade de cada um entre o racional e o irracional. E isso influência a ação de alguns personagens durante o livro.
A aposentadoria de Dave Gurney acaba quando um antigo colega de faculdade recebe um carta misteriosa

O mistério do livro, que dá o tom principal do enredo, foi o ponto alto. Descobri quem estava por trás de tudo apenas nas últimas cinco páginas. É lógico que cada leitor tem seu suspeito, mas de maneira nenhuma me pareceu um livro óbvio. O romance é bem sutil e o que conta mais neste quesito é o conflito entre o detetive Dave Gurney e sua esposa, Madeleine.

Por ser um livro de investigação policial, achei interessante o fato de existirem dois pontos distintos, mas interligados, que conduzem o mistério: as mortes e o assassino que parece prever o que suas vitimas pensam além de conhecer muito bem cada uma delas.

A capa tem os elementos essenciais do texto e foi bem composta. A diagramação é simples e não interfere na leitura. Não lembro de ter encontrado nenhum erro de português ou até mesmo concordância. Talvez minha maior dúvida seja em relação ao título, que para muitos leitores, não parece atraente. Levando em conta que o título original é Think of a Number, acredito que a adaptação para o português ficou coerente pelo contexto da história.

No final, um livro super indicado para quem gosta de ação/ suspense/ investigação policial.




Beijos!

*Ajude o blog comprando pelo link indicado no post ou através do banner do Submarino;
as compras pagas geram comissão ao Estante da Nine

Estante da Nine (31)

15 de janeiro de 2012


COMPRAS
Garota apaixonada em apuros de Carolina Estrella [Fólio Criação/ Matrix]
Vida dura de Claudia Tajes [L&PM Pocket]
Dexter - 3ª temporada [Showtime/ Paramount]
Atrevida nº 209 [Editora Escala]

RECEBIDOS
2012: O menino que previu o apocalipse de Ricardo Valverde [Novos Talentos da Literatura Brasileira]




Beijos!

Top comentarista janeiro/fevereiro

14 de janeiro de 2012

Olá gente. Tudo bem? Um novo ano começou e é claro que eu não poderia deixar de premiar os leitores que passam por aqui e deixam seus comentários. Exatamente por este motivo, começa hoje a promoção de top comentarista janeiro/fevereiro! O prêmio? O livro A maldição do tigre da editora Arqueiro


INFORMAÇÕES IMPORTANTES
  • a promoção começa hoje, 14 de janeiro, e segue até o dia 12 de fevereiro; 
  • serão válidos apenas os comentários com conteúdo e relacionados ao post (nada de "passei por aqui"); 
  • todos os posts entre o período citado acima valem uma entrada; 
  • você também ganha uma chance extra divulgando a promoção no Twitter. A cada novo post você deixa seu comentário e divulga. Mas não se esqueça de preencher o formulário corretamente. Neste caso, você precisa seguir o perfil @nine_stecanella; 
  • dúvida, mande um e-mail para janinestecanella@gmail.com. 

REGRAS:
  • Seguir o blog pelo GFC; 
  • Ter endereço de entrega no Brasil; 
  • Preencher o formulário corretamente. 

EXTRA
  • Divulgue a frase abaixo no Twitter apenas uma vez a cada novo post (e preencha o formulário): 
Sou top comentarista no blog da @nine_stecanella e vou ganhar 
"A Maldição do Tigre". http://bit.ly/yTInSb


Beijos!

Quem precisa de heróis? de Vivianne Fair

12 de janeiro de 2012






Quem precisa de heróis?
Cavaleiros do RPG
Autora: Vivianne Fair
Editora: Lexia
Edição: 2009
Páginas: 464
| SKOOB |
Sephira é uma jovem donzela que está fugindo, sendo perseguida por dois encapuzados. Para a sorte da moça, quatro heróis estilosos surgem para salvá-la. Azar o deles se morrem pelas mãos da mesma. São ressuscitados por um clérigo e têm que pagar uma taxa absurda. Como heróis não costumam ter dinheiro – fazem tudo de bom coração e com os conselhos de seus livros de auto-ajuda – resolvem ir em busca da jovem e receber a recompensa pela captura dela, além de salvar o mundo da ameaça que a moça representa: pode destruir tudo com um espirro. De seu lado, a jovem logo encontra um elfo boa-pinta disposto a ajudá-la. Afinal, ela destruiu a sua aldeia e agora ele não tem nada melhor para fazer. De outro, um belo e poderoso feiticeiro, no melhor estilo vilão de RPG, deseja o poder de Sephira e procura seduzi-la. Envia à moça um ovo, que revela ser um enorme dragão vermelho voador cuspidor de fogo. Claro que isso desperta nela seu instinto maternal e acolhe o dragão de quinze metros com muito carinho. Quem está certo, no final das contas? Você teria alguma idéia de como impedir alguém que pode destruir o mundo na primeira TPM?

Um comédia com muita ação!

Quem precisa de heróis? realmente foi uma boa surpresa. O primeiro ponto positivo do livro é o ótimo texto. Uma leitura que flui de forma impressionante e mantém um ritmo constante, além de ser coerente e conciso. Entramos de cabeça no mundo criado por Vivianne Fair cheio de referências a outras obras, mas totalmente inovador. O humor da autora também é um ponto a destacar. Por vezes ela escreveu exatamente o que eu estava imaginado da situação. 

Os personagens são ótimos. Embora Sephira seja a personagem principal e toda poderosa, gostei de como os capítulos são intercalados pela viagem dela e a dos heróis. Conhecemos cada um deles na medida certa. O texto e a quantidade de informações sobre cada um foi muito bem dosada. Certamente você, leitor, vai se identificar com um dos personagens criado por Vivianne Fair (quem sabe, como foi meu caso, mais que um). É, eu tenho uma queda por elfos. Fazer o quê?!

A aventura de todos eles muda (um pouco) de rumo quando o vilão da história entra em cena e resolve levar Sephira até seu castelo. Isso trouxe ao livro mais um ponto positivo: são três histórias diferentes que se conectam em algum ponto. Muitas surpresas e humor. As notas de rodapé deixadas pela autora auxiliam na linguagem e aproximam o leitor ainda mais da trama.

Os próprios conflitos de Sephira, após fugir, já dariam um ótimo livro! {quero mais Vivianne}

Como o livro é baseado (talvez inspirado defina melhor) em jogos de RPG, minha maior dificuldade foi entender algumas situações. As notas de rodapé me ajudaram muito, mas em alguns casos fui entender o real sentido páginas depois. Embora conheça RPG, nunca joguei. Então se você domina este universo, leia o livro. Se você gosta de aventura e fantasia, Quem precisa de heróis? também precisa entrar na sua lista de leituras. 

PARA VER
*o booktrailer do livro Quem precisa de heróis?


Beijos!

Estante da Nine (30)

7 de janeiro de 2012


COMPRAS
A maldição do tigre de Colleen Houck [Arqueiro]
A menina que não sabia ler de John Harding [LeYa]
Um dia de David Nicholls [Intrínseca]
Chantilly de Mare Soares [independente]
No mundo dos cavaleiros e dragões de Ademir Pascale (organizador) [All Print]
Sobrenatural: Contos Fantásticos de Ademir Pascale (organizador) [All Print]
Te amo te odeio sinto tua falta de Elizabeth Scott [Underworld]

Dexter - 2ª temporada [Showtime/ Paramount]
House - 4ª temporada [Universal]

Beijos!

O mundo de vidro de Maurício Gomyde

3 de janeiro de 2012







O mundo de vidro
Autor: Maurício Gomyde
Editora: Porto 71
Edição: 2011 (3ª edição)
Páginas: 235
| SKOOB |
Até onde pode ir a paixão de uma pessoa por outra? Como, quando e por que começa? Até que ponto pode-se cometer alguma loucura para fazer parte da vida de alguém? Quais as consequências da paixão avassaladora incompreendida? Nesse seu primeiro e hilariante romance, Maurício Gomyde retrata o cotidiano de um cidadão normal como tantos que se vê por aí em qualquer canto, tentando responder estas aparentemente simples perguntas. Passeando com extrema facilidade tanto pela linguagem refinada e sutil quanto pela tosca, Maurício Gomyde nos brinda com um livro de leitura fácil e extremamente agradável.

Um romance (hilário) delicioso!

O mundo de vidro é ótimo da primeira à última linha. Corro o risco de não saber expressar exatamente os motivos que me fizeram ficar apaixonada pela história do autor Maurício Gomyde.

Acredito que o ponto de partida seja a narrativa! Além de um belo texto, o livro segue um ritmo impressionante, mesclando a intensidade dos sentimentos dos personagens com passagens engraçadas. Exatamente como qualquer um de nós vive seu dia-a-dia. Em certos momentos, me vi nos personagens, principalmente porque o autor da uma ênfase interessante ao medo de mudar, arriscar coisas novas. E é exatamente assim que chego ao segundo ponto...

Os personagens. Gostei da maneira como Maurício Gomyde criou a ligação entre eles. Aqui o autor mostra até que ponto alguém é capaz de mudar e mentir para impressionar outra pessoa. Consciente de todos os risco e de que, no futuro, pode não render o esperado. Este é o personagem masculino. Por outro lado, a protagonista vive no mundo da insegurança. Prefere não arriscar grandes mudanças sem ter certeza do resultado. É difícil ser calculista em relação ao sentimentos, então, prefere viver na inércia. Opostos...

Por fim, chegamos ao título do livro: O mundo de vidro! Uma história dentro da história. Sensacional. E misterioso. Pense você, recebendo textos de um desconhecido. Periodicamente e sem explicação. Buscando respostas que não chegam e apaixonada pelo romance escrito em e-mails. Viciada, eu diria. Até que chega o momento em que ela (a protagonista) precisa tomar uma decisão. E sair da inércia que impôs a sua vida. E o final... Bom, você PRECISA ler para descobrir!

PARA VER
*o booktrailer do livro O mundo de vidro



Beijos!