Qual a solução?

29 de agosto de 2009


O texto não é dos mais poéticos. A situação também foi de pensar, e muito.
Passando pelo presídio da cidade ouvi a frase: "Não olha muito, eles são do semi-aberto". A frase foi em função aos homens que estavam lá na frente. Mas do que adianta o regime semi-aberto na questão social?

  • A maioria das empresas que fazem uma baita propaganda com preocupação social não aceitam apenados;
  • O presídio, pelo menos o daqui, de longe tá nos moldes de punir e recuperar os presos. É mais uma escola do crime;
  • Não, não tenho pena dos infratores, aliás, tenho até umas idéias fortes em relação a punições, principalmente os que envolvem morte;
  • Mas os presídios, de origem, deveria ser sim o recinto de punição, mas antes de qualquer coisa, de mostrar os valores mais importantes.

Todos nós temos um belo discurso, engajado, preocupado, mas no fundo somos grandes preconceituosos. E tudo isso faz com que os apenados, ao saírem do presídio, voltem ao crime. A responsabilidade é deles em querer mudar, mas nossa em aceitar o erro.